Peixe Baiacu-de-espinhos

Peixe Baiacu-de-espinhos é inflável

O peixe Baiacu-de espinhos também é conhecido por peixe-balão-espinhoso, baiacu-de-espinho. No Brasil ele é chamado regionalmente de Baiacu-graviola no Ceará. No Peru: Graviola, peixe-ouriço, batata e batea. Embora não seja um peixe de hábitos noturnos, tem maior atividade ao amanhecer e no cair da tarde. Com o Sol a pino prefere a sombra das rochas e corais.

Esta espécie tem o corpo coberto de espinhos. Ele tem a barriga branca e dorso pardo-claro com marcas circulares pretas. Atinge o comprimento máximo de 0,30 m e em média medem 22 centímetros. Seu habitat natural são as águas do Atlântico e em outros oceanos.

A carne do baiacu-de-espinhos é imprópria para o consumo, considerada “venenosa”. Ele é geralmente um peixe ornamental.

O baiacu-de-espinhos se alimenta de invertebrados de fundo, como moluscos, crustáceos e ouriços, além de plâncton e algas.

Uma das características do baiacu-de-espinhos é inflar o corpo com ar e água como forma de se defender do predador. Ele pode ficar 3 vezes o seu tamanho normal.

Peixe Baiacu-de-espinhos 5

Peixe Baiacu-de-espinhos 4

Peixe Baiacu-de-espinhos 3

Peixe Baiacu-de-espinhos 2