Peixe Mero

Peixe Mero tem vida longa

O peixe Mero é um dos maiores membros da família do robalo. Seu corpo é grande e robusto. A cabeça é larga com olhos pequenos e as barbatanas peitorais e nadadeiras são arredondadas. As aletas dorsais são unidas ao longo do dorso do peixe, e as bases da primeira barbatana dorsal e barbatana anal são cobertas com escamas e pele grossa.

O Mera tem uma cor que vai do verde escuro ou cinza ou do amarelo-escuro ao marrom, com pequenas manchas escuras na cabeça, corpo e nadadeiras. Indivíduos menores de menos de um metro de comprimento são mais decorativo. Este peixe predatório tem várias fileiras de pequenos dentes na mandíbula e pequenos dentes na “faringe”.

Este peixe marinho habita águas costeiras rasas, com lama, rocha ou coral e é raramente encontrado em profundidades superiores a 46 metros. Quando jovens habitam os mangues e estruturas associadas para os primeiros quatro a seis anos de suas vidas, em seguida, passam para recifes quando atingem cerca de um metro de comprimento. Adultos preferem habitat estruturado, como saliências rochosas, cavernas e naufrágios.

O Mero pode ser um peixe solitário ou viver em grupos de até 50 ou mais indivíduos. Quando ameaçados por mergulhadores ou grandes tubarões esses peixes fazem um som crescente. Variações dessas vocalizações também, sem dúvida, têm propriedades de comunicação intra-específicas.

Durante a época de reprodução, de julho a setembro, os meros garoupas se reunem em criadouros em grupos de 100 peixes ou mais, para a desova periódica. Os ovos fertilizados são dispersos na coluna de água e se desenvolvem em larvas em forma de pipa com longos espinhos na nadadeira dorsal e espinhos na nadadeira pélvica. Cerca de um mês ou mais após a eclosão, a larva madura se transforma em juvenis de apenas 2,5 centímetros de comprimento.

Estes peixes tem uma vida longa, com uma taxa de crescimento lento e maturação sexual tardia. Os machos começam a se reproduzir quendo tem de quatro a seis anos, e as fêmeas amadurecem entre seis a sete anos. No entanto, se o mero é como a maioria das outras garoupas, pode sofrer uma mudança de sexo ao longo da vida, começando como um macho e se tornando uma fêmea em algum momento posterior, embora isso nunca tenha sido observado nesta espécie.

O mero alimenta-se de crustáceos, como lagostas, camarões e caranguejos, além de peixes, incluindo arraias e peixes-papagaio, além de polvos e jovens tartarugas marinhas. Apesar de ter dentes, o peixe engole a presa inteira.

Antes do mero atingir seu tamanho real ele fica suscetível ao ataque de barracuda, cavala e moréias, bem como tubarões banco de areia e tubarões-martelo. Uma vez que está totalmente crescido, somente os seres humanos e os grandes tubarões são seus predadores.

Peixe Mero 3

Peixe Mero 2

Goliath Grouper Epinephelus itajara Photo by Paul Humann