Coral Frogspawn 101: Dicas de Alimentação e Localização

Ovas de rã (Euphyllia divisa) é uma opção muito popular para proprietários de aquários de recife, e não é difícil ver por quê. Este coral de pólipo grande e pedregoso é absolutamente deslumbrante de se ver!

Apesar de sua popularidade, há um monte de desinformação sendo passada online quando se trata de cuidados com ovas de rã. Isso sabota os novos proprietários que acabam vendo informações imprecisas sobre parâmetros de água ideais, iluminação e posicionamento.

É por isso que fizemos este guia. Nele, você aprenderá tudo o que precisa saber sobre o cuidado com ovas de rã para ajudar as suas a prosperar!

Tabela de conteúdos

Resumo da Espécie

Ovas de rã é uma espécie que pode ser encontrada em uma variedade de lugares ao redor do mundo. Austrália, Fiji, Sudeste Asiático, Ilhas Salomão e Ilhas Ryukyu são todos lugares onde Euphyllia divisa podem ser facilmente encontradas.

Às vezes você ouve ovas de rã serem chamadas de corais de parede, corais de uva, corais de polvo ou corais de mel. Para maior clareza, preferimos nos referir a elas pelo seu nome comum (e ocasionalmente pelo nome científico).

Ao contrário de algumas outras espécies de coral, os pólipos de ovas de rã ficam expostos 24 horas por dia, o que as torna ótimas para visualização em um tanque doméstico.

Ovas de rã são uma espécie bastante resistente que pode tolerar uma faixa decente de parâmetros e condições de água. Dito isso, muitas pessoas as superestimam quando se trata de cuidados (e isso pode ter consequências terríveis).

Seu ambiente ideal é em profundidades de 120-140 pés. Elas não gostam de fundos arenosos e prosperam onde há mais lama. Embora sejam conhecidas pela agressão quando se trata de intimidar outros corais por espaço, elas acabam em colônias de tamanho bastante modesto.

Aparência

A aparência do coral de ovas de rã é uma das razões mais comuns pelas quais as pessoas as adicionam aos seus tanques. Este coral é realmente algo para se ver, e quando você combina com iluminação interessante, melhora ainda mais a aparência deles!

Quando se trata da estrutura deste coral, vai variar dependendo do que você obtém. Ovas de rã podem crescer de forma semelhante a galhos que se estendem e crescem bastante rapidamente. Também pode crescer mais como uma parede onde tudo se junta um pouco mais.

Blenny Corta-Relva: Dieta, Tamanho do Tanque & VidaBlenny Corta-Relva: Dieta, Tamanho do Tanque & Vida

O verdadeiro atrativo deste animal são as cores. Algumas das cores mais populares que se destacam são verde e amarelo. Somando ao efeito está a cor dos tentáculos. Estes serão uma cor clara como o branco, ou alguma variação de rosa.

Green frogspawn coral creating a glowing effect

Existem ovas de rã que acabam ficando azuis ou laranja, mas não vemos essas com tanta frequência. O azul tende a parecer um pouco menos exótico no tanque, e o laranja é difícil de adquirir.

Coloração brilhante como essa cria um efeito luminoso nas condições de iluminação certas (quase neon). Essa sensação única pode mudar totalmente a estética de um tanque, e é por isso que esse coral é tão atraente.

Nota do Autor: Ovas de rã podem crescer e ocupar uma área de quase 10 polegadas de largura. Essa informação será útil mais tarde ao determinar o posicionamento adequado. 

Cuidados com Ovas de Rã

O cuidado com ovas de rã requer um pouco de conhecimento, mas você não precisa ser um especialista para mantê-las no seu aquário. Na verdade, é mais sobre entender os parâmetros básicos da água e sua natureza agressiva, para que você possa criar um ambiente para que elas prosperem.

Contanto que você se familiarize e siga os princípios básicos de cuidar desse coral, você ficará bem.

Tamanho do Tanque

O tamanho ideal do tanque para ovas de rã é de pelo menos 30 galões. Ouvimos falar de proprietários mantendo-as em tanques menores como 20-50 galões, mas isso não é recomendado. Esse coral tem uma taxa de crescimento decente e precisa de um pouco de espaço para se espalhar.

Parâmetros da Água

Obter os parâmetros de água corretos é definitivamente algo que você precisa fazer se quiser fornecer bons cuidados com ovas de rã. Elas podem tolerar uma faixa justa de níveis, mas você sempre deve visar manter as coisas o mais próximo possível do perfeito.

  • Temperatura da água: 72° a 78°F
  • Níveis de pH: 8,1 a 8,4
  • Dureza da água: 8 a 12 dKH
  • Gravidade específica: 1,022 a 1,025

É sempre recomendado usar um kit de testes de água confiável regularmente para garantir que os parâmetros da água permaneçam dentro dos níveis recomendados. Isso permitirá que você cuide de quaisquer mudanças inesperadas de nível antes que se tornem um problema sério.

Fluxo de Água

Garantir que haja fluxo de água adequado é uma parte importante dos cuidados com ovas de rã. Você vai querer mirar em uma quantidade moderada de fluxo de água com esse coral, mas um pouco mais alto pode ser tolerado se absolutamente necessário (se for necessário para outras vidas em seu tanque, por exemplo). Lembre-se de que o alto fluxo de água pode ter um impacto negativo no crescimento e na saúde dos pólipos.

Guia de Cuidados com Diamond Goby: Dieta e DoençasGuia de Cuidados com Diamond Goby: Dieta e Doenças

Um dos outros benefícios de ter um fluxo de água decente é que permite desfrutar verdadeiramente da beleza desse coral. A água fluindo cria um efeito bonito porque faz com que ele se mova e destaque as cores!

Iluminação

Ovas de rã precisam de uma quantidade média de iluminação para permanecer saudável e crescer. Você não precisa inundá-la de luz como faz com alguns outros corais, embora possa tolerá-la.

Tente imitar o ambiente de iluminação de onde você o comprou. Mudanças repentinas na iluminação podem fazer com que o coral reaja mal ou fique danificado. Isso é algo que geralmente não pode ser revertido, então leve a iluminação a sério!

Posicionamento de Ovas de Rã

O posicionamento de ovas de rã é uma parte muito importante do quebra-cabeça quando se trata de fornecer bons cuidados. Em geral, você quer tentar posicioná-lo nas áreas do meio ou topo do tanque com um bom espaçamento de 6-8 polegadas entre ele e outros corais.

A razão para o espaço é que ele não só tem um tamanho decente, mas também é bastante agressivo. Ele tem tentáculos varredores que usa para limpar espaço para si mesmo ferindo os corais ao redor. Eles não são brincadeira e ovas de rã geralmente saem por cima quando se trata de uma batalha por espaço.

Nota do Autor: Se sua iluminação estiver no lado mais baixo do moderado, provavelmente você vai querer posicionar esse coral mais perto do topo do aquário do que do meio. Isso garantirá que ele receba luz suficiente para facilitar o crescimento e a saúde geral.

Alimentação

Alimentar ovas de rã em um ambiente de aquário doméstico está cheio de opções. Em seu habitat natural, esse coral obtém nutrientes de matéria orgânica e partículas de alimentos que ficam presas. Também utiliza algas como outra ótima fonte de nutrição.

A alimentação é um pouco mais simples em cativeiro. Você vai querer usar alguns dos alimentos padrão, como artêmias, micro-plâncton ou alimentos congelados ricos em proteínas. Há também proprietários que gostam de polvilhar alguns grânulos para arredondar as coisas.

Os grânulos são uma daquelas coisas que alguns proprietários juram por, e outros acham que não faz sentido. Nossa única recomendação para você é experimentar por conta própria! Realmente não há desvantagem em tentar um alimento em grânulos e não ver benefícios significativos (desde que você não deixe afetar negativamente a qualidade da água).

Propagação

Este processo é algo que muitos novos proprietários querem entender. Com tantos iniciantes conseguindo ovas de rã, é natural que haja muitas perguntas.

Firefish Goby: Dieta, Doenças e Companheiros de TanqueFirefish Goby: Dieta, Doenças e Companheiros de Tanque

Antes de começar, é importante entender o tipo de Euphyllia divisa que você tem. Se você tiver o tipo parede, isso será um pouco mais desafiador (embora não impossível). O tipo ramificado geralmente é mais receptivo a esse processo.

Existem uma série de métodos sofisticados que os proprietários experientes usam para propagar e cultivar novos corais, mas vamos nos ater ao básico. Eles são significativamente mais fáceis de implementar e podem obter ótimos resultados, sem necessidade de complicar as coisas!

Para começar, identifique um pedaço saudável de coral. Isso terá coloração sólida, boa visibilidade dos pólipos e nenhum dano visível.

Uma vez que você tenha seu candidato, é hora de começar a cortar. Pegue uma serra e remova alguns centímetros do pedaço saudável. Certifique-se de que sua serra esteja afiada e fácil de usar. Ferramentas ruins geralmente levam a danos desnecessários durante o processo de corte.

Agora que você removeu o pedaço saudável, é hora de encontrar um novo lar para ele. Siga os princípios básicos de posicionamento de ovas de rã ao escolher um local. Um local médio a alto no aquário com luz e espaço é o caminho a percorrer.

A partir daí, tudo o que você precisa fazer é fixar o pedaço separado de coral em uma rocha ou plugue. Depois disso, não há nada especial que você precise fazer!

Resumindo

Ovas de rã são um animal incrível e lindo para se adicionar ao seu tanque. O efeito hipnótico que ela tem quando a água está fluindo pode totalmente dominar uma sala (de uma boa maneira).

Também é um coral divertido de cuidar. Ele se encaixa bem entre os níveis "fácil" e "moderado" de dificuldade e é uma ótima introdução aos cuidados com corais para iniciantes.

Recomendamos vivamente que você obtenha algumas para o seu próprio tanque. Contanto que você siga as diretrizes básicas de cuidados e seja consistente, você desfrutará de seu deslumbrante apelo visual por um bom tempo.

Conteúdo relacionado

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Go up

Usamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Se você continuar usando este site, assumiremos que você concorda com isso. Mais informações