Os 20 Melhores Comedores de Algas para Seu Aquário de Água Doce

Você está sempre lutando contra algas se tem um aquário de água doce. É assim que é. Mas você não precisa travar essa batalha sozinho! Na verdade, adicionar um dos melhores comedores de algas ao seu aquário pode tornar seu trabalho muito mais fácil.

Enquanto você está trabalhando, eles estão limpando. Enquanto você está dormindo, eles estão limpando. Enquanto você tenta alimentá-los, eles provavelmente ainda estão limpando.

Peixes e outros animais igualmente motivados comedores de algas são mais do que um luxo, são um investimento inteligente na saúde do seu tanque.

Aqui estão alguns dos benefícios que eles trazem:

  • Uma diferença notável na qualidade da água (ninguém gosta de um aquário turvo)
  • Menos sujeira e acúmulo para você limpar
  • Desgaste e desgaste reduzidos em seu sistema de filtração

Nos pegamos os recomendando o tempo todo, então fazer este guia fez muito sentido. Nele, você verá quais espécies consideramos os melhores comedores de algas (peixes, caramujos e camarões) para aquários de água doce com algumas informações úteis sobre cada um.

Nota: Já escrevemos guias detalhados de cuidados sobre muitos desses animais, então se quiser aprender mais, basta clicar nos links em cada seção!

Tabela de conteúdos

1. Ancistrus

Um Ancistrus comedor de algas grudado no lado de um aquário de água doce

Nomeados pelos apêndices semelhantes a bigodes saindo de seus focinhos, os Ancistrus são peixes dóceis comedores de algas que podem se dar bem com a maioria dos companheiros de tanque pacíficos. Eles passam a maior parte do tempo procurando diferentes tipos de algas de aquário para beliscar.
Apesar de seu amor por algas, os Bristlenose não podem sobreviver apenas com o crescimento natural em seu tanque. Eles requerem alimentação suplementar por meio de pastilhas de spirulina, ração em flocos afundáveis e, ocasionalmente, uma refeição de minhocas.

Alcançando um tamanho máximo de cerca de 5 polegadas, esses Plecos precisam de muito espaço para vagar. Eles precisam de um tanque de pelo menos 25 galões, embora mais seja sempre bem-vindo.

Quanto ao ambiente e às condições da água, os Ancistrus são muito resistentes. Eles podem viver em temperaturas tão baixas quanto 60 graus ou tão altas quanto 80 graus. Um equilíbrio de pH entre 6,5 e 7,5 também é necessário para permanecerem saudáveis.

2. Camarão Cherry

Um camarão Cherry sentado em uma planta

Em grandes grupos, os camarões Cherry podem fazer muito para controlar os níveis de algas no seu tanque. Esses pequenos camarões são uma adição valiosa a um ecossistema de água doce e passarão seus dias comendo musgo e tanta alga quanto puderem suportar.

Top 10 Cirurgiões ou Tangs: Os Mais PopularesTop 10 Cirurgiões ou Tangs: Os Mais Populares

Conhecidos por sua vibrante coloração vermelha, os camarões Cherry se destacam no pano de fundo natural de um tanque exuberante. Infelizmente, isso os torna alvo de peixes predadores. Os camarões são pacíficos por natureza e se saem melhor com outros peixes de mentalidade semelhante.

Os camarões Cherry estão sem dúvida entre os melhores comedores de algas e são relativamente fáceis de cuidar. Eles não exigem condições rigorosas de água e podem se adaptar facilmente a qualquer ambiente. Eles podem prosperar em temperaturas tão altas quanto 85 graus e, muitas vezes, se reproduzem mais rapidamente quanto mais quente fica a água.

O equilíbrio de pH deve ser mantido entre 6,5 e 8,0. Quanto ao espaço, um grupo considerável de 2 a 4 camarões só precisará de um tanque de 10 galões para ficar feliz.

3. Caramujo Trompete

Um pequeno caramujo trompete no substrato de um aquário

Esses minúsculos caramujos têm uma vida útil curta. Embora vivam por apenas um ano, a maior parte desse tempo será gasta se empanturrando de algas por todo o seu tanque. Por serem tão pequenos, de até uma polegada de comprimento, os Caramujos Trompete podem entrar nos lugares mais apertados em busca de comida.
Você pode encontrá-los esgueirando-se por entre as pedras, subindo nas plantas e até cavando no substrato. Graças a suas conchas cônicas, os Caramujos Trompete são mais do que capazes de desenraizar plantas, então tome cuidado ao arrumar seu tanque!

Outra coisa importante a se ter cautela é a reprodução. Como muitos outros caramujos de água doce, os Caramujos Trompete se reproduzem em um ritmo muito rápido. A população pode rapidamente tomar conta do seu tanque se você não tiver medidas de controle populacional em vigor.

4. Peixe-gato Whiptail

Um peixe-gato Whiptail de cima

Os peixes-gato Whiptail são criaturas resistentes que preferem águas mais quentes. Eles se saem melhor em temperaturas entre 72 e 79 graus. Quanto à acidez da água, esses peixes comedores de algas preferem habitats relativamente neutros, com um equilíbrio de pH entre 6,0 e 7,5.
Essa espécie de bagre oferece uma aparência única. Eles são cobertos em tons de bronze e preto, o que se funde facilmente no substrato. Seus corpos são cobertos por escamas grossas que oferecem proteção significativa, como uma armadura em um cavaleiro.

Embora os peixes-gato Whiptail gostem de comer algas de vez em quando, eles são onívoros. Eles se inclinam mais para as proteínas quando têm a chance. Entre beliscar algas, eles se alimentarão de restos de comida de peixes, alimentos congelados e até alimentos vivos ricos em proteínas.

5. Caramujo Mistério

Um caramujo mistério se movendo no substrato

Esses invertebrados são adequadamente nomeados por seus surtos repentinos de crescimento. Quando comprados como juvenis, os Caramujos Mistério são bastante pequenos. No entanto, no período de um ano, eles podem atingir tamanhos de 2 polegadas de diâmetro. Alguns chegarão até do tamanho de uma bola de baseball!
Eles vêm em uma ampla gama de cores. Mais frequentemente, esses caramujos assumem uma cor amarela brilhante, tornando-os fáceis de avistar no seu tanque. Você pode encontrá-los se alimentando de todos os tipos de algas. Isso inclui algas verdes de plantas, algas no substrato e algas no vidro.

Os Caramujos Mistério são criaturas altamente adaptáveis. Eles podem permanecer saudáveis em temperaturas que variam de 68 a 84 graus. Água ligeiramente alcalina com equilíbrio de pH entre 7,6 e 8,4 é o melhor.

6. Camarão Amano

Camarão amano corpo inteiro

Embora sejam tecnicamente parte da família "Camarão Anão", os Camarões Amano podem chegar a 2 polegadas de comprimento. Seus corpos são cinza e semitransparentes. Alguns espécimes até têm respingos de azul, o que complementa as manchas escuras que cobrem seu corpo.
Como outras espécies de camarão, os Camarões Amano se saem melhor em grupos relativamente grandes. Um tanque de 10 galões é necessário. Recomenda-se que você forneça 2 galões adicionais de espaço para cada camarão no tanque. No entanto, a baixa biomassa que esses bichos produzem torna quase impossível superlotar um tanque.

Os 15 Melhores Tipos de Bagres para Aquários de Água DoceOs 15 Melhores Tipos de Bagres para Aquários de Água Doce

Eles preferem um pH entre 6,5 e 7,5, bem como temperaturas entre 72 e 78 graus. Embora sejam alguns dos melhores comedores de algas que você pode conseguir (eles preferem algas verdes, a propósito), talvez você os veja comendo um pouco de comida de peixe ou outros detritos também.

7. Caramujo Nérita

Caramujo nérita no vidro de um tanque

Os Caramujos Nérita são alguns dos melhores comedores de algas por aí e chegam a ter apenas uma polegada de tamanho. No entanto, eles têm conchas listradas bonitas que você não pode perder. Como são tão pequenos, você só precisa de um tanque de 10 galões para suportá-los.
Esses caramujos não são difíceis de cuidar. Isso é especialmente verdadeiro quando se trata da qualidade da água. Eles se saem melhor em condições moderadas, com temperaturas entre 72 e 79 graus. O equilíbrio de pH pode estar em qualquer lugar entre 7,0 e 8,5.

O legal dos Caramujos Nérita é que eles comem quase qualquer tipo de alga. Isso inclui a alga verde pontilhada, que é notoriamente difícil para outras espécies. Os caramujos podem sobreviver apenas com algas, embora você queira introduzir uma pastilha de algas se achar que seu caramujo não está comendo o suficiente.

8. Comedor de Algas Siameses

siamese nadando

Os Comedores de Algas Siameses são ótimos peixes de limpeza de tanque que trabalham duro para manter as coisas impecáveis. Eles consomem todos os tipos de algas. O peixe até engolirá tipos de algas que outras criaturas ignoram.
Medindo cerca de 6 polegadas de comprimento quando completamente crescido, os Comedores de Algas Siameses são peixes ornamentais bonitos que também servem a um propósito prático. Eles são cobertos em bege e têm uma proeminente faixa horizontal que corre pelo comprimento de seu corpo.

Esses peixes comedores de algas são muito pacíficos. Eles se dão bem com outras espécies de peixes não agressivos, pois passarão a maior parte do tempo impedindo que as algas tomem conta do tanque.

Recomenda-se um tanque ligeiramente maior de 25 a 30 galões. As temperaturas devem ser mantidas em torno de 75 a 79 graus, enquanto o pH da água precisa permanecer entre 6,5 e 7,0.

9. Plecostomus Lipless

Plecostomus lipless no substrato

Originário da América do Sul, o Plecostomus Lipless é um peixe de fundo que pode manter seu tanque em boa forma por anos. Eles têm uma vida longa de até 12 anos! Durante esse tempo, eles são capazes de atingir comprimentos de 7 polegadas.
Quando se trata de comportamento e temperamento, os Plecostomus Lipless são bastante solitários e não darão atenção aos outros peixes. Eles passarão todo o seu tempo no fundo da coluna de água sugar as algas para se alimentar.

O tamanho mínimo do tanque que você precisa para manter esses peixes é de 25 a 30 galões. As temperaturas devem ser mantidas entre 72 e 80 graus. Enquanto isso, o pH deve estar em torno de 6,5 a 8,0.

Assim como outros grandes plecos, as algas não podem ser a única fonte de nutrição para o peixe. Alimentos de base vegetal, como pastilhas de algas e vegetais verdes, fornecerão a dieta balanceada de que eles precisam.

10. Caramujo Ramshorn

Um caramujo Ramshorn no lado de um tanque

Os caramujos Ramshorn são outra adição ao tanque que com certeza ganhou seu lugar entre os melhores comedores de algas de água doce. Eles não são muito exigentes quanto ao tipo de alga que comem. Você também pode vê-los se alimentando de restos antigos de comida de peixe ou folhas de plantas em decomposição.
Ao contrário de outros caramujos, os Ramshorns geralmente não comem plantas quando são bem alimentados. Dito isso, eles podem se voltar para folhas de plantas se as algas não lhes derem os nutrientes de que precisam para ficarem saudáveis.

27 Melhores Peixes de Água Fria para o Seu Aquário27 Melhores Peixes de Água Fria para o Seu Aquário

Existem várias variações de cores para os caramujos Ramshorn. No entanto, todos eles apresentam aquela concha em forma de chifre icônico, que se parece com uma espiral chata de corda.

Você não precisa de um tanque enorme para criar esses caramujos. 10 galões é o mínimo. Embora, recomendamos maior se você planeja manter um grande grupo junto.

11. Camarão Bambu

Um camarão bambu sentado em uma folha de planta

Como uma das maiores espécies de camarões comedores de algas disponíveis, os Camarões Bambu requerem habitats ligeiramente maiores para prosperar. Recomendamos ficar em tanques não menores que 20 galões. Isso para um único camarão adulto de 2 a 3 polegadas. Se você tiver um grupo, aumente significativamente o tamanho do tanque.
O pH deve estar em torno de 6,5 a 8,0, enquanto a temperatura pode estar entre 70 e 78 graus.

Com seu temperamento pacífico, os Camarões Bambu podem coexistir com qualquer peixe não agressivo. Eles até podem conviver confortavelmente com peixes pequenos sem problemas.

Esses invertebrados se alimentarão principalmente de algas e matéria vegetal. Você pode complementar essa refeição com alguma pastilha ou vegetais verdes, mas faça isso com cautela. Na maioria das instâncias, você não precisará intervir em seus hábitos alimentares de forma alguma.

12. Comedor de Algas Chinês

Um comedor de algas chinês em uma madeira afundada comendo algas

Não confunda com o Comedor de Algas Siameses, este peixe é uma das poucas espécies comedoras de algas que você pode manter com peixes semiagressivos. Os Comedores de Algas Chineses podem chegar a 10 polegadas de comprimento. Além da mudança no tamanho, a maioria dos peixes também exibe uma mudança de personalidade.
Eles são conhecidos por ficarem mais agressivos à medida que envelhecem. Isso pode ser benéfico. Quando você considera seu grande tamanho, o comportamento semiagressivo garante que eles possam se defender contra outros peixes grandes e agressivos.

Os Comedores de Algas Chineses precisam de pelo menos 30 galões de espaço com um pH em torno de 6,5 a 7,5 e uma temperatura entre 74 e 80 graus.

Normalmente, os Comedores de Algas Chineses passam seu tempo no fundo do tanque procurando algas para comer. Como resultado, você precisa decorar o fundo do seu tanque com areia fina, muitas plantas e mais.

13. Caramujo Coelho

Nomeados pelas longas antenas que se estendem para fora de suas cabeças, os Caramujos Coelho são grandes invertebrados comedores de algas que você pode adicionar ao seu aquário de água doce. Quando totalmente crescidos, essas criaturas podem chegar a 5 polegadas de diâmetro. Eles têm conchas cônicas longas que geralmente são coloridas com preto, marrom e branco.
No mínimo, os Caramujos Coelho precisam de um tanque de 30 galões. Eles preferem temperaturas entre 76 e 84 graus. A água deve ser relativamente neutra para evitar erosão da concha.

Ao contrário de outros caramujos, você não precisa se preocupar com a superpopulação. Essas criaturas reproduzirão no seu tanque, mas o processo é muito mais lento e muito mais gerenciável.

Um dia típico na vida de um Caramujo Coelho consiste em comer algas, matéria vegetal morta e outros detritos. As únicas plantas vivas de que se sabe que comem são a Java Fern.

14. Otocinclus

Otocinclus comendo algas em uma planta em um aquário de água doce

À primeira vista, é fácil confundir o Otocinclus com Comedores de Algas Chineses juvenis. No entanto, eles são uma espécie completamente diferente. Eles chegam a ter apenas 2 polegadas de comprimento e são muito mais pacíficos.
Eles são cobertos com manchas marrons e beges. Passando pelo centro do corpo deles há uma grossa faixa preta.

Algas são sua principal fonte de alimento. Esse peixe de limpeza de tanque tem um saldável apetite por algas marrons. De fato, eles são conhecidos por comê-las rapidamente, o que ajuda a evitar que as algas se tornem um grande problema.

O Otocinclus pode comer outros alimentos também. Eles apreciam a ocasional pastilha de algas ou legumes de folha verde.

São peixes comedores de algas de temperamento fácil que não são muito exigentes com o ambiente. Eles precisam de um tanque de 30 galões, um equilíbrio de pH em torno de 6,8 a 7,5 e temperaturas entre 72 e 79 graus.

15. Bandeira

Uma bandeira comedora de algas nadando por entre a vegetação

Encontradas em rios da Flórida, a Bandeira é uma espécie colorida que tem propensão para devorar algas. Esses peixes não são muito grandes. Eles chegam a ter cerca de 2,4 polegadas de comprimento. No entanto, eles têm um formato de corpo avantajado e focinho encurtado. A Bandeira recebe seu nome de sua aparência colorida. Listras de vermelho, azul e verde iridescentes criam uma semelhança passageira à bandeira americana.
Embora sejam onívoros, a Bandeira gosta de comer algas e matéria vegetal. Não importa o tamanho do seu tanque, as algas sozinhas não darão conta como dieta completa. Felizmente, esses peixes aceitarão alegremente flocos de peixe padrão, alimentos vivos e praticamente qualquer outra coisa que possam conseguir.

16. Farlowella

Farlowella em um pedaço de madeira

As Farlowellas são alguns dos comedores de algas de água doce mais distintos disponíveis. Elas se tornaram muito populares nos últimos anos. No entanto, podem ser um pouco desafiadoras de cuidar.
Geralmente, esses peixes são bastante pacíficos e se dão bem com outras espécies dóceis. Dito isto, eles podem ficar muito assustados. Eles precisam de bastante espaço para esconderijo em seu tanque para se sentirem seguros.

Falando no tanque, as Farlowellas precisam de pelo menos 35 a 40 galões. Elas chegam a 4 polegadas de comprimento. Mas devem ser mantidas em pares para ficarem felizes. Um tanque de 40 galões é perfeito para um par.

Esta espécie é sensível às condições da água, portanto, faça o possível para manter as temperaturas entre 73 e 79 graus e o pH em torno de 6,5 a 7,5

As Farlowellas são mestras escavadoras. Elas vão tirar e comer algas de qualquer superfície que puderem.

17. Plecostomus Voador

Um Plecostomus Voador limpando a parte inferior da madeira

Se você está procurando por um monstruoso comedor de algas, o Plecostomus Voador pode ser para você. Ele pode atingir comprimentos de mais de 19 polegadas! Embora, 11 a 13 polegadas é a média para peixes em cativeiro.
Por serem tão grandes, você vai precisar de um tanque enorme. No mínimo, eles precisam de um aquário de 100 galões. Mais é preferível, pois eles precisam de algum espaço para nadar.

Quando se trata de temperatura, esses peixes comedores de algas podem se adaptar a quase tudo. Desde que esteja dentro de uma faixa razoável, o peixe deve ficar bem. No entanto, os requisitos de pH são um pouco mais rígidos. Eles exigem níveis entre 6,5 e 8,0.

Algas são a comida de escolha para os Plecostomus Voadores. Eles particularmente apreciam algas que estão na madeira. Não só a madeira produz continuamente algas, mas a celulose na madeira também pode melhorar o sistema digestivo do peixe.

18. Camarão Fantasma

camarão fantasma

Também conhecidos como Camarões de Vidro, esse invertebrado se alimentará quase que exclusivamente de algas. Eles também podem consumir alguma matéria vegetal orgânica, mas algas são seu prato principal.
Os Camarões Fantasma são relativamente pequenos, atingindo cerca de 2 polegadas de comprimento quando completamente desenvolvidos. Como resultado, você só precisa de um tanque de 10 galões para mantê-los saudáveis. Muitos aquaristas preferem tanques maiores para manter um grande grupo junto, o que pode fazer maravilhas para manter as algas sob controle.

As temperaturas preferidas são de 68 a 85 graus. O equilíbrio de pH deve ser estabilizado em torno de 6,5 a 8,0.

Como a maioria dos camarões, os Camarões Fantasma são escavadores muito pacíficos. Eles se apegarão ao fundo do tanque e ocasionalmente subirão nas plantas para se alimentar. Eles podem ser mantidos com peixes comunitários não agressivos.

19. Molly

Uma Molly amarela em um tanque escuro

As Mollies são peixes vivíparos muito populares que se sabe beliscar algas de vez em quando. Elas não são comedoras exclusivas de algas, então você precisará fornecer a elas flocos ou péletes padrão para suplementar suas dietas.
Esses peixes vêm em uma ampla gama de cores e padrões. Como adultos, eles têm cerca de 4,5 polegadas de comprimento. As Mollies são conhecidas por se reproduzirem muito rapidamente, então esteja atento ao tamanho do seu tanque.

Um único par pode se dar bem em tanques de 10 galões. Embora 20 galões sejam preferíveis para que elas tenham espaço suficiente para vagar. À medida que elas se reproduzem, você precisará aumentar o tamanho do tanque para acomodar os novos peixes que terá por perto.

A temperatura preferida para as Mollies é moderada, de 72 a 78 graus. Enquanto isso, o pH deve estar do lado alcalino. Cerca de 6,8 a 8,5 é ideal.

20. Peixe Doutor também conhecido como Garra Vermelha

Uma garra vermelha procurando algas ao longo do substrato arenoso

Quer você as chame de Peixe Doutor ou Garra Vermelha, esses peixes nasceram para comer algas. Eles prosperam em biofilme e algas que estão em rochas, madeiras afundadas e plantas. Mas isso não é tudo que eles comerão.
Você pode ter visto esses pequenos peixes prateados sendo usados em spas e clínicas. Eles comerão células mortas da pele direto do corpo de uma pessoa!

Claro que eles não terão acesso a tudo isso em um aquário, então as algas terão que servir. Você pode suplementar as algas com alimentos secos ou congelados. Apesar de seu apetite por algas, eles apreciam alimentos ricos em proteínas de vez em quando.

Os Peixes Doutor crescem um pouco menos de 5 polegadas quando adultos. Se você planeja manter um pequeno grupo deles juntos, precisará de um tanque de pelo menos 30 galões.

As temperaturas podem ser mais frias. Eles preferem águas frias entre 57 e 68 graus. Quanto ao pH, mantenha as coisas relativamente neutras.

Agora é hora de escolher o seu favorito!

Você não pode errar com qualquer um dos melhores comedores de algas. Quer você esteja procurando por um peixe, camarão ou caramujo, as espécies acima farão o trabalho.
Há algo sobre assisti-los trabalhar que é estranhamente inspirador. Eles permanecem focados e rastreiam consistentemente as algas não importa o que está acontecendo.

Se algo os perturbar, eles esperarão e voltarão ao trabalho imediatamente. Eles não podem ser parados!

Se você tiver alguma dúvida sobre outros peixes comedores de algas ou quiser aprender mais sobre as espécies que incluímos, não hesite em entrar em contato conosco nas redes sociais. Adoramos conectar com outros aquaristas e trocar histórias.

Maria Oliveira

Maria é uma entusiasta da aquariofilia, dedicando seu tempo livre ao cuidado de seus aquários meticulosamente montados. Apreciadora da tranquilidade que seus peixes proporcionam, Maria mergulha profundamente no estudo das diferentes espécies, tornando-se uma referência em seu círculo social para tudo que diz respeito a esse fascinante hobby. Com paciência e dedicação, ela cultiva não apenas belos ambientes aquáticos, mas também um espaço de serenidade e beleza em sua própria vida.

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go up

Usamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Se você continuar usando este site, assumiremos que você concorda com isso. Mais informações