Barbo Tigre 101: Dicas de Criação e Companheiros

O Peixe-tigre é um incrível peixe de água doce que certamente vive de acordo com a expectativa. Na verdade, eles provavelmente são uma das espécies que mais recomendamos!

Estes peixes são relativamente fáceis de cuidar, bonitos e muito ativos. Eles são um dos melhores peixes para donos que querem ver muita ação acontecendo em seu aquário.

Este guia lhe ensinará os fundamentos dos cuidados com o Peixe-tigre, para que você possa estar preparado se decidir obter alguns para o seu aquário doméstico. Você aprenderá sobre companheiros ideais do tanque, dieta, tamanho, reprodução, expectativa de vida e mais!

Tabela de conteúdos

Resumo da Espécie

Peixes-tigre (nomes científicos: Puntigrus tetrazona ou Barbus tetrazona) são peixinhos tempestuosos transbordando personalidade.

Reverenciados por sua coloração deslumbrante, os Peixes-tigre são uma das espécies de água doce mais populares. Eles são importados em grandes números e extensivamente criados em cativeiro, tornando-os um peixe acessível para qualquer aquarista.

Um Peixe-tigre nadando em um aquário de água doce

Estes peixes são naturalmente encontrados em toda a Ásia do Sudeste, e eles se originam em Bornéu, Indonésia e Sumatra. Dito isto, populações não nativas surgiram em outras regiões ao redor do mundo.

Se você quer uma espécie que não vai gastar seu tempo escondido, os Peixes-tigre são para você. Ansiosos para fazer um show, estes peixes são nadadores ativos que aproveitarão todo o espaço em seu tanque!

Expectativa de vida

A expectativa de vida típica de um Peixe-tigre é de cinco a sete anos, em média. Claro, isso assume que eles estão vivendo em condições ótimas (e nada é garantido).

Como qualquer outro peixe de aquário, eles requerem boas condições de vida e cuidados de primeira para alcançar sua expectativa de vida máxima. Deixar de atender às suas necessidades poderia levar a uma expectativa de vida muito mais curta e uma baixa qualidade de vida.

Aparência

Os Peixes-tigre têm uma aparência icônica que mesmo aquaristas iniciantes reconhecerão instantaneamente. O corpo do peixe é bastante largo. É mais alto no ponto do meio e se estreita em um focinho triangular.

Pleco Comum: Guia de Alimentação e Expectativa de VidaPleco Comum: Guia de Alimentação e Expectativa de Vida

Esses peixes também são bastante coloridos e têm um padrão muito distinto.

A cor base dos Peixes-tigre geralmente é amarelo dourado. Alguns também têm um leve tom dourado rosado. Sobre essa cor base há várias listras.

Nota do Autor: A última parte de seu nome científico, tetrazona, refere-se às quatro listras verticais que cobrem o corpo. Outros barbos têm cinco ou seis listras, mas apenas o Barbus tetrazona tem quatro.

Essas faixas são grossas e cobrem várias áreas principais. Uma passa pelo olho, outra se estende da barbatana dorsal preta e a listra final marca a base da barbatana caudal!

Outro detalhe característico são as barbatanas vermelhas vibrantes ou laranja. As barbatanas dorsal, anal e caudal têm orlas vermelhas. Enquanto isso, as barbatanas peitorais e pélvicas geralmente são todas vermelhas para um bom destaque.

Tamanho Médio do Peixe-tigre

O tamanho máximo do Peixe-tigre é de cerca de 7,5 centímetros de comprimento. Alguns espécimes menores podem atingir apenas cerca de 6,5 centímetros de comprimento.

Se você quiser influenciar o tamanho deles e ajudá-los a crescer o máximo possível, há duas coisas que você precisa fazer.

A primeira é comprá-los de vendedores ou criadores experientes e confiáveis. Boas práticas de criação aumentarão a chance de você obter um Peixe-tigre saudável e pronto para crescer!

A outra maneira de tentar maximizar seu tamanho é simplesmente fornecendo-lhes ótimos cuidados. Um tamanho de tanque adequado, habitat ideal e uma dieta saudável contribuem muito.

Cuidados

O cuidado com o Peixe-tigre não é muito difícil e pode ser feito por aquaristas sem muita experiência (assumindo que você siga as recomendações neste guia). Caso contrário, eles não seriam tão disseminados como são!

Pleco Bola de Neve: Guia Completo de CuidadosPleco Bola de Neve: Guia Completo de Cuidados

Em geral, estes peixes são relativamente robustos e podem se adaptar a configurações simples, desde que você cubra o básico.

Dito isso, há alguns aspectos de seus cuidados que exigirão um pouco de atenção especial. Apesar de seu pequeno tamanho e bela aparência, suas fortes personalidades podem ser um desafio!

Aqui estão as principais recomendações de cuidados que você precisa saber.

Tamanho do Tanque

O tamanho mínimo do tanque para um pequeno grupo de Peixes-tigre deve ser de pelo menos 75 litros. No entanto, recomendamos ir com um tanque de 110 litros, se possível.

Como mencionamos anteriormente, estes peixes são ávidos nadadores. Quanto mais espaço eles tiverem, melhor. Além disso, espaço abundante para nadar pode ajudar a conter o comportamento agressivo.

Nota do Autor: Também há uma forte correlação entre um tanque grande e uma vida longa quando se trata desses peixes. Algo para pensar!

Parâmetros da Água

Na natureza, você pode encontrar Peixes-tigre habitando lagos, riachos e pântanos que são margeados por árvores. Graças à matéria vegetal em decomposição na água, as condições tendem a ser mais ácidas.

Para os melhores resultados, você precisa imitar o ambiente natural deles o mais próximo possível. Isso inclui obter as condições da água certas.

Felizmente, o Peixe-tigre pode tolerar uma ampla faixa de condições. Desde que você se mantenha dentro das seguintes faixas, seu peixe não deve ter problemas para permanecer saudável.

  • Temperatura da água: 20°C a 28°C (vise cerca de 23°C se possível)
  • Níveis de pH: 6,0 a 8,0 (levemente ácido 6,5 é o melhor)
  • Dureza da água: 4 a 10 dKH

Para garantir que o aquário tenha os parâmetros de água adequados, você deve investir em um kit de teste confiável e preciso. Isso ajudará você a ter confiança nas leituras que está obtendo, permitindo que faça os ajustes necessários quando necessário.

Tetra Neon Preto: Dieta e Dicas de ReproduçãoTetra Neon Preto: Dieta e Dicas de Reprodução

Configurando o Resto do Tanque

Em geral, um habitat natural simples funciona melhor para os Peixes-tigre.

Na parte inferior do tanque, aplique uma camada de cascalho fino. Você pode misturar algumas pedras grandes e seixos para uma aparência mais autêntica. Eles também proporcionarão enriquecimento e darão ao seu peixe um ambiente mais dinâmico para explorar.

Em seguida, adicione algumas plantas submersas.

As plantas proporcionam algum abrigo e produzem algas que o Peixe-tigre pode comer. Você tem muitas opções de plantas para escolher, mas Samambaia-d'água e Wisteria funcionam bem.

Nota do Autor: Procure por plantas que cresçam até o meio da coluna de água. Você não quer que a vegetação domine o resto do tanque!

Também recomendamos adicionar algumas madeiras à deriva e cavernas de pedras para reforçar ainda mais esse sentimento natural. No entanto, não exagere na decoração. Muito espaço aberto para natação é o mais importante para esses peixes.

Possíveis Doenças Comuns

Os Peixes-tigre não têm doenças específicas da espécie com as quais você precisa se preocupar. Embora essa obviamente seja uma boa notícia, isso não significa que eles sejam imunes a outros males.

Esta espécie é vulnerável às doenças comuns que todos os peixes de água doce podem sofrer. A doença mais comum que assola aquários é o Ich.

Causada por um protozoário parasita, o Ich causa uma salpicadura de pequenos pontos brancos que cobrem o corpo do peixe. É uma doença potencialmente fatal que também é altamente contagiosa. Felizmente, é muito fácil de tratar com algum tratamento disponível sem receita.

A causa mais comum de Ich, bem como de muitas outras doenças, são as más condições da água (que é por que a água limpa é a parte mais importante dos cuidados com o Peixe-tigre).

Mudanças extremas de temperatura, pH ou dureza podem causar estresse desnecessário ao peixe. O mesmo se aplica a níveis mensuráveis de amônia e nitrato.

Seja consistente na manutenção da limpeza do seu tanque e monitore os parâmetros da água de perto. Mantenha seu sistema de filtragem e faça mudanças parciais de água a cada poucas semanas para manter as condições sob controle.

Alimentação e Dieta

Uma dieta variada é o melhor para o Peixe-tigre. Esses peixes comerão avidamente qualquer coisa que você ofereça.

Ao dar-lhes muitos alimentos diferentes, você pode garantir que seus peixes estejam obtendo todos os nutrientes de que precisam. Isso, em última análise, melhorará a saúde deles e até realçará a coloração!

Um bom ponto de partida é fornecer-lhes flocos padrão ricos em nutrientes ou pellets. Eles servirão como base da dieta deles.

Mas de vez em quando, você também deve fornecer alguns lanches de proteína alta.

Os Peixes-tigre adoram artemia, pulgas d'água, minhocas de sangue e até coração de boi. Alguns vegetais também são importantes. Você pode oferecer alface romana escaldada, pepino ou abobrinha.

Comportamento e Temperamento

Os Peixes-tigre não são peixes que gostam de se esconder em cavernas o dia todo. Embora possam fazer isso de vez em quando, eles passarão muito tempo nadando.

Nota do Autor: Esta é uma das razões pelas quais recomendamos esses peixes com tanta frequência. Eles são uma das melhores espécies para observar se você gosta de atividade!

No entanto, é importante saber que você também pode encontrar alguns comportamentos de bullying.

Os Peixes-tigre são considerados semiagressivos e empurrarão peixes menores e vulneráveis. Eles também podem morder as nadadeiras de companheiros de tanque lentos.

Mesmo dentro de sua própria espécie, o comportamento agressivo é comum. Eles podem ter uma hierarquia social e lutar por domínio dentro do grupo.

A melhor maneira de manter o comportamento agressivo ao mínimo é mantê-los em um grande tanque. Grupos maiores também ajudam. Esta é uma espécie de cardume, então um grande grupo pode ajudar a amenizar o mau comportamento.

Companheiros de Tanque do Peixe-tigre

Escolher os companheiros de tanque certos para o Peixe-tigre não é uma tarefa fácil. Sua natureza semiagressiva deixa menos opções quando se trata de compatibilidade em um tanque comunitário.

Como regra geral, você deve evitar peixes de natação lenta. Eles só se tornarão um alvo.

Você também deve manter os Peixes-tigre em um grupo de pelo menos seis. Se você tiver um tanque maior, pode manter até 12 juntos.

Esses peixes não se saem bem quando não são mantidos em grupo. Alguns até podem partir para comportamentos ainda mais agressivos do que o normal quando abordados por outro peixe.

Sua melhor aposta seria escolher peixes de natação rápida de tamanho semelhante. Aqui estão alguns bons companheiros de tanque para o Peixe-tigre que você pode experimentar:

Reprodução

A reprodução do Peixe-tigre é na verdade um processo bastante simples em cativeiro.

Para começar, é uma boa ideia preparar um tanque de reprodução separado. Esses peixes não exibem instintos parentais e prontamente comerão seus ovos. Um tanque separado para criar os alevinos é o melhor se você quiser taxas de sobrevivência mais altas.

Prepare o tanque com condições de água semelhantes. Adicione algumas plantas de folhas finas. Você também pode usar uma grade de desova para criar alguma separação entre os ovos e os pais.

Em seguida, é hora de estabelecer pares vinculados.

Agrupe vários machos e fêmeas e condicione-os com alimentos vivos. Minhocas de sangue e artemia são excelentes para o condicionamento.

Os Peixes-tigre criam pares temporários, o que significa que a ligação não será para sempre. Quando estiverem prontos, você notará a fêmea inchando com ovos. O macho também pode desenvolver um focinho vermelho e coloração mais vívida.

Quando você vir que um par vinculado está pronto, transfira-os para o tanque de reprodução. Os peixes geralmente desovam pela manhã. Se eles não começarem a reproduzir, você pode realizar mudanças parciais de água, reduzir o nível da água do tanque ou usar um sistema de aspersão. Essas técnicas imitam a estação chuvosa que eles experimentam na natureza.

Eventualmente, a fêmea grávida depositará até 200 ovos transparentes com um tom amarelado. O peixe espalhará seus ovos por todo o tanque. Eles podem grudar em plantas ou no substrato.

Nota do Autor: Se você tiver uma grade de desova, os ovos podem cair e sair do caminho. Caso contrário, fique de olho na fêmea e remova os peixes adultos depois que todos os ovos dela forem depositados.

Os ovos eclodirão em cerca de 36 horas. Os alevinos de peixe consumirão seu saco vitelínico por alguns dias. Com cerca de cinco dias de idade, eles estarão nadando livremente.

Você pode fornecer ração em pó para peixes, infusória ou náuplios de artemia recém-eclodidos até que os peixes jovens estejam prontos para flocos.

Conclusão

Os Peixes-tigre são uma maravilhosa espécie de água doce que recomendamos para praticamente qualquer um. A combinação da beleza deles e do nível de atividade realmente os destaca!

Se você tiver outras dúvidas sobre os cuidados com o Peixe-tigre que não respondemos neste guia, sinta-se à vontade para nos enviar uma mensagem. Adoramos interagir com nossos leitores e ajudá-los no processo de aquariofilia.

José Ferreira

José, amante de todos os aquários, dedicou sua vida à aquariofilia, criando habitats aquáticos detalhadamente planejados. Um verdadeiro conhecedor de peixes, José se destaca na comunidade aquarista, sendo uma referência no mundo subaquático.

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go up

Usamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Se você continuar usando este site, assumiremos que você concorda com isso. Mais informações