Como Identificar e O Que Fazer com um Guppy Grávido

Aprender como dizer se um peixe-guppy está grávida não é difícil. Basta ter uma compreensão básica da biologia deles e saber o que procurar!

Este guia vai ensinar como um peixe-guppy grávida se parece, e também fornecer algumas dicas sobre como você pode se preparar se o milagre da vida encontrar o seu aquário!

Tabela de conteúdos

Como saber se um Guppy está grávida

Peixes guppy são populares vivíparos com uma propensão para reprodução constante quando as condições estão adequadas. Existem muitas maneiras de dizer que você tem um peixe-guppy grávida em suas mãos. No entanto, várias condições de saúde podem criar sintomas semelhantes.

Como resultado, é fácil confundir peixes-guppy doentes com grávidas. Aqui como saber se um peixe-guppy está grávida e não doente.

Você testemunha o acasalamento

Uma das maneiras mais fáceis de saber com certeza que você tem um peixe-guppy grávida é vendo o processo de acasalamento em primeira mão.

Peixes-guppy não são tímidos em relação à reprodução. Enquanto outras espécies requerem parâmetros de água precisos e condições ambientais específicas, peixes-guppy são um pouco mais flexíveis.

Some pregnant guppy fish swimming with other fish

Muitos aquaristas acabam com bebês sem qualquer intervenção direta! Em outras palavras, se você tem machos e fêmeas no mesmo tanque, há uma boa chance de que o acasalamento ocorra.

Então, como funciona a reprodução com peixes-guppy?

Bem, esses peixes de água doce são vivíparos. Isso significa que os ovos se desenvolvem dentro do útero antes da fêmea dar à luz a bebês totalmente formados. Este fato é importante porque afeta a forma como os peixes se reproduzem.

Nota do Autor: A inseminação ocorre dentro do corpo, então não espere ver a fêmea botar ovos como outras espécies fariam.

Peixes Podem Se Afogar? A Resposta ComplicadaPeixes Podem Se Afogar? A Resposta Complicada

Quando as condições estão adequadas, os machos iniciarão o processo de acasalamento perseguindo as fêmeas pelo tanque. O ritual de acasalamento pode durar vários minutos, mas o ato de inseminação é breve e fácil de perder.

À medida que o macho se aproxima, ele estenderá seu gonopódio. O gonopódio é uma nadadeira anal modificada que se parece com uma haste fina. Ele insere o gonopódio na abertura anal da fêmea para passar um pacote de esperma.

Você pode ver esse ato ocorrer algumas vezes, pois o macho garante que insemine com sucesso a fêmea.

Depois disso, é como de costume!

O acasalamento é um processo rápido que a maioria dos aquaristas nem percebe, e os sortudos que percebem tendem a confundi-lo com agressão. No entanto, uma vez que você sabe o que procurar, pode facilmente reconhecer o comportamento e usá-lo como um sinal evidente de um peixe-guppy grávida nas próximas semanas.

Há mudanças na aparência da mancha gravídica

A mancha gravídica é uma característica física exclusiva das fêmeas vivíparas. É a pele escurecida do útero localizada logo atrás da nadadeira anal. A área geralmente é visível nas fêmeas de peixe-guppy, grávidas ou não, devido à pele semi-translúcida da barriga.

Quando os ovos são inseminados com sucesso, os bebês começam a se desenvolver na mancha gravídica.

A pregnant female guppy with a darker gravid spot

Por sua vez, você deve ver mudanças perceptíveis na aparência do local. Ele se tornará mais proeminente e mais escuro à medida que esses bebês crescerem. Bem antes do parto, a área está praticamente preta.

Nota do Autor: À medida que você se aproxima do final do período de gestação, você pode até ver pequenos pontos na mancha gravídica. Acredite ou não, aqueles pontos são os olhos dos bebês dentro!

A barriga fica maior

Como a maioria das criaturas grávidas, as fêmeas de peixe-guppy incham à medida que a gravidez progride. A mudança de tamanho não acontece da noite para o dia. É um processo lento que leva várias semanas.

O que Comem os Lagostins? Lista Completa de AlimentosO que Comem os Lagostins? Lista Completa de Alimentos

As fêmeas de peixe-guppy já são um pouco rechonchudas, mas o aumento de tamanho devido à gravidez é um pouco diferente. Mais notavelmente, a barriga começa a inchar.

Pode até assumir uma forma um pouco quadrada. Logo antes de a fêmea grávida dar à luz, a barriga pode até parecer um pouco angular.

Há outras razões pelas quais a barriga de um guppy pode ficar maior. Doenças como hidropisia e doenças da bexiga natatória podem ser as culpadas. 

Preste atenção naquela mancha gravídica! Essa é a diferença mais aparente entre um peixe-guppy doente e grávido.

Você percebe mudanças comportamentais

Os sinais da gravidez não são apenas físicos. Muitas fêmeas de peixe-guppy grávidas começam a exibir mudanças comportamentais também.

As fêmeas tendem a ficar bastante agressivas quando estão grávidas. Embora possam exibir algum comportamento feroz em relação a qualquer peixe que cruze seu caminho, fêmeas grávidas tendem a direcionar a maior parte de sua raiva aos machos.

Isso ocorre porque os machos muitas vezes continuam tentando acasalar com ela mesmo após ela estar grávida. 

A agressão geralmente começa com as fêmeas perseguindo os machos. Se progride, as fêmeas podem até recorrer a morder as nadadeiras!

À medida que o período de gestação se aproxima do fim e o peixe está prestes a dar à luz, você observará algumas mudanças comportamentais mais extremas. 

A primeira é uma nova aversão à comida. Um guppy tende a evitar comer pouco antes do parto. Se comerem, você pode vê-los cuspir a comida depois.

Dropsia em Peixes: Guia de Sintomas e TratamentoDropsia em Peixes: Guia de Sintomas e Tratamento

A fêmea grávida começará a procurar lugares para se esconder também. Ela ficará desaparecida enquanto tenta encontrar um local tranquilo para dar à luz.

Nota do Autor: Peixes guppy são vulneráveis ao ataque ao dar à luz, então eles procuram áreas tranquilas para evitar problemas com outros peixes. Além disso, partes mais escassas do tanque melhoram as chances de sobrevivência dos bebês.

No final da gravidez, os guppies também passarão por algumas ações involuntárias. Incluem respiração ofegante e convulsões corporais. 

A duração do período de gestação

O período de gestação para peixes-guppy não é longo. Em média, os bebês se desenvolvem no útero por cerca de 21 a 31 dias. Em alguns casos raros, a gestação pode durar até 35 dias.

Vários fatores determinarão a faixa exata. Tudo, desde a temperatura da água até a disponibilidade de alimentos, entrará em jogo. O mesmo vale para a saúde geral do peixe.

O processo de parto real é muito mais curto. Dura apenas entre duas e seis horas.

É importante manter boas condições no tanque ao cuidar de peixes-guppy grávidas. Parâmetros de água incorretos podem atrasar o período de gestação. Em casos graves, fatores ambientais podem interromper a gravidez completamente.

Mantenha o tanque limpo e monitore as condições regularmente. Peixes-guppy podem dar à luz em condições de tanque tropicais padrão, mas as coisas precisam permanecer estáveis para garantir a saúde da mãe.

Quantos bebês você pode esperar?

Quantos bebês você acabará dependendo de muitos fatores diferentes. Peixes-guppy grávidas podem dar à luz de 10 a 50 filhotes!

Genética, disponibilidade de alimentos, saúde da mãe e um pouco de sorte determinarão o número exato.

A idade também é um fator importante. Peixes mais jovens dando à luz pela primeira vez tendem a ter menos filhotes no início. O alevino também costuma ser menor e mais fraco. 

À medida que envelhece e continua a acasalar, o peixe-guppy fêmea geralmente tem mais e mais bebês a cada gravidez.

Agora, não há garantias sobre a taxa de sobrevivência. Alguns bebês estão destinados a morrer logo após o nascimento. Seja por serem comidos por outros peixes ou por causas naturais, obter uma taxa de sobrevivência de 100% é raro.

Alguns bebês podem até nascer natimortos.

Novamente, a idade da mãe é um grande fator determinante. Peixes mais velhos com alguma experiência tendem a ter gestações mais tranquilas do que aquelas que ainda são jovens.

Nota do Autor: Um fato impressionante é que peixes-guppy podem ficar grávidas rapidamente após o parto. Fêmeas podem ter um novo lote de bebês a cada mês! Peixes de criação regulares podem facilmente dar à luz a mais de 2.000 filhotes ao longo da vida!

Como se preparar para os bebês guppy

Se você quiser maximizar as taxas de sobrevivência, há algumas etapas que você precisa seguir em preparação para o nascimento próximo.

Depois de ser capaz de perceber que o peixe-guppy fêmea está grávida, considere movê-la para um tanque de reprodução separado. Isso não é um requisito, mas pode fazer uma grande diferença.

Estar separada do restante dos peixes reduzirá o estresse tremendamente. Além disso, dará aos bebês uma chance de sobrevivência.

Você não precisa de um tanque de reprodução enorme. Na verdade, um aquário de 10 galões é suficiente.

Alternativamente, você pode usar uma caixa de reprodução dentro de um tanque maior. 

A pregnant guppy fish swimming in a large freshwater community tank

O que quer que você faça, certifique-se de que os bebês tenham uma maneira de se esconder e escapar de serem comidos. Mesmo a mãe tentará comer seus filhotes.

Muitas caixas de criadores têm fundos inclinados para que o alevino caia através delas após sair do útero. Você também pode investir em alguma malha de reprodução.

Plantas de folhas finas também funcionam bem. Plantas como musgo java, ceratófilo e grama guppy fornecem muita cobertura e segurança para o alevino. Muitos aquaristas até veem taxas de sobrevivência decentes com essas plantas para bebês nascidos em tanques comunitários.

Quando emergem do útero, os bebês geralmente estão enrolados em uma bola. Os saudáveis começam a nadar depois de afundar em segurança. Remova todos os natimortos para manter o restante saudável.

Para mantê-los bem alimentados, você precisa ter certeza de que tem a comida certa em mãos.

O melhor alimento são náuplios recém-eclodidos de artemia. É rico em proteínas e gorduras, então prepare um lote pouco antes da mãe dar à luz.

Você também pode cultivar infusórios. Como último recurso, o alimento em pó para peixes também é adequado.

Esteja preparado para criar os guppies separadamente por cerca de dois a três meses. Nesse ponto, eles são sexualmente maduros e prontos para se juntar a tanques comunitários maiores.

Conclusão

Como você pode ver, existem uma série de maneiras simples pelas quais você pode dizer se um peixe-guppy está grávido ou não. Depois de ler este guia, você não deve ter problemas!

Avise-nos se tiver outras dúvidas sobre o processo ou precisar de ajuda para determinar se tem um peixe-guppy grávido ou não. Estamos sempre felizes em ajudar.

Maria Oliveira

Maria é uma entusiasta da aquariofilia, dedicando seu tempo livre ao cuidado de seus aquários meticulosamente montados. Apreciadora da tranquilidade que seus peixes proporcionam, Maria mergulha profundamente no estudo das diferentes espécies, tornando-se uma referência em seu círculo social para tudo que diz respeito a esse fascinante hobby. Com paciência e dedicação, ela cultiva não apenas belos ambientes aquáticos, mas também um espaço de serenidade e beleza em sua própria vida.

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go up

Usamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Se você continuar usando este site, assumiremos que você concorda com isso. Mais informações