Pleco Palhaço 101: Dieta, Longevidade e Dicas de Cuidado

Os peixes-palhaço são muito populares nos aquários de água doce em todo o mundo. Na verdade, parece que eles estão ficando ainda mais procurados nos últimos anos!

Aqui estão os motivos:

O cuidado com os peixes-palhaço é algo que qualquer aquarista dedicado pode lidar, desde que estejam cientes das condições adequadas que o peixe precisa. Isso os torna um peixe relativamente de baixa manutenção para se manter, o que é algo que muitas pessoas adoram.

Eles também têm uma aparência legal que pode melhorar a parte inferior do seu tanque. Mesmo que você seja alguém que não se importa muito com a estética quando se trata de peixes, provavelmente vai gostar deles!

E por último, o comportamento deles é algo que qualquer aquarista pode apreciar. Não apenas eles são divertidos de se observar se movendo no fundo e roendo madeira (mais sobre isso abaixo), mas também se dão bem com muitas outras espécies.

É por isso que eles são um dos nossos peixes de fundo favoritos. Costumamos recomendá-los com frequência!

Neste guia, cobriremos o básico dos cuidados com o peixe-palhaço e tudo mais que você precisa saber sobre este peixe. Se você estiver interessado em obter um para si mesmo, veio ao lugar certo!

Tabela de conteúdos

Resumo da Espécie

O peixe-palhaço (nome científico: Panaque maccus) é encontrado naturalmente principalmente na Venezuela, mas também foi documentado na Colômbia. As áreas mais densamente concentradas onde eles vivem estão nas bacias dos rios Caroni e Apure, que cobrem uma área significativa em todo o país.

Essas bacias fluviais estão repletas de madeira à deriva e outros pedaços de madeira devido à combinação de árvores e vegetação ao longo da margem da água de fluxo rápido. Como os peixes-palhaço estão tão acostumados a esse habitat natural, eles são bastante hábeis em encontrar lugares para se esconder e se alimentar no fundo lenhoso.

Devido à quantidade de vegetação em decomposição em seu habitat natural, esses peixes são bastante bons em lidar com água de baixa visibilidade e ligeiramente suja. Essa resistência é algo que muitas espécies de bagres de aquário têm, e o peixe-palhaço não é exceção.

Tetra Ember 101: Cuidado Integral e Dicas de CriaçãoTetra Ember 101: Cuidado Integral e Dicas de Criação

Em geral, esses são alguns dos tipos mais populares de cascudos na cena de aquários. Eles são encontrados em tanques em todo o mundo!

Expectativa de Vida

A expectativa de vida típica de um peixe-palhaço é de 10 a 12 anos quando devidamente cuidado. Esta é uma das nossas partes favoritas de possuir este peixe, porque você terá bastante tempo para desenvolver um vínculo.

Assim como qualquer outro peixe, você pode reduzir drasticamente a expectativa de vida do seu peixe-palhaço se não lhe proporcionar as condições de vida adequadas. Dieta inadequada, má qualidade da água e um estado constante de estresse reduzirão rapidamente seus anos de vida.

Não deixe que a natureza resistente deles o engane a pensar que eles podem lidar com cuidados precários!

Aparência

A aparência do peixe-palhaço é bastante bonita. Esses peixes têm uma série de padrões distintos que os destacam não importa com quem estejam compartilhando o tanque!

A base primária desse peixe é preta, com faixas mais claras que se estendem em diferentes padrões por todo o corpo. Essas seções claras geralmente são amareladas esbranquiçadas ou laranja.

O brilho e os padrões da coloração podem variar devido a uma série de fatores genéticos, além da saúde do peixe (especialmente durante o desenvolvimento). Também é muito comum que peixes-palhaço selvagens tenham cores mais vibrantes do que os de cativeiro.

Peixe-palhaço no substrato

Os corpos desses peixes se encaixam no molde padrão de cascudo (compare-os com o cascudo roseta como exemplo). Isso significa uma cabeça e corpo grandes e espessos da frente da nadadeira dorsal até o topo. Em torno do início da nadadeira dorsal, você verá que eles começam a afinar bastante até o pedúnculo caudal.

Eles têm uma nadadeira dorsal muito alta e proeminente que se abre bastante. Suas nadadeiras peitorais também são muito grandes e muitas vezes descansam atrás deles quando estão deitados no substrato ou em cima de alguma madeira à deriva.

A nadadeira caudal de um peixe-palhaço tem aproximadamente o mesmo tamanho da nadadeira dorsal em termos de área de superfície. Às vezes você a verá totalmente estendida e outras vezes eles a comprimirão um pouco.

Peixe-Gato Abelha: Companheiros de Aquário e TamanhoPeixe-Gato Abelha: Companheiros de Aquário e Tamanho

Tamanho do Peixe-Palhaço

O tamanho médio do peixe-palhaço é de aproximadamente 3,5 polegadas de comprimento. Seu tamanho máximo está em torno de 4 polegadas, mas isso é muito incomum.

O tamanho do peixe-palhaço pode ser influenciado por vários fatores (controláveis e não controláveis). Os dois principais são genética e o nível de cuidados que você providencia.

Cuidados com o Peixe-Palhaço

O cuidado com o peixe-palhaço é de muito baixa manutenção e simples. Aquaristas de todos os níveis de experiência mantêm esses peixes sem quaisquer problemas.

Desde que você forneça a eles o ambiente certo e seja consistente em monitorar a água, você ficará bem.

Tamanho do Tanque

O tamanho de tanque recomendado para peixes-palhaço é de no mínimo 20 galões. São peixes pequenos e não nadam muito, então você não precisará obter um tanque enorme para deixá-los confortáveis.

Se você planeja manter vários peixes-palhaço no mesmo aquário, precisará aumentar isso. Basta adicionar 10 galões adicionais para cada novo peixe-palhaço que deseja manter!

Parâmetros da Água

Mesmo que os peixes-palhaço sejam resistentes, você sempre deve se esforçar para manter os parâmetros de água recomendados. Manter os níveis consistentes realmente não é tão complicado uma vez que você pega o jeito, e vai contribuir muito para garantir que eles estejam felizes e saudáveis.

  • Temperatura da água: 73°F-82°F
  • Níveis de pH: 6,8 a 7,6 é o ideal
  • Dureza da água: 10 dGH

O que colocar no tanque deles

Ao preparar um habitat para os peixes-palhaço, você quer imitar o ambiente natural deles o máximo possível. Neste caso, isso significa muita madeira à deriva!

Madeira à deriva e peixes-palhaço são como manteiga de amendoim com geléia. Esses peixes adoram se esconder, explorar e até beliscar madeira à deriva.

Nota do Autor: Madeira à deriva é na verdade uma parte importante da dieta deles, então não veja isso como opcional. Eles se adaptaram para obter uma quantidade significativa de nutrientes dela como fonte de alimentação.

Cuidado com Loach Hillstream: Guia de Criação e TamanhoCuidado com Loach Hillstream: Guia de Criação e Tamanho

Você também vai querer jogar algumas pedras e plantas para misturar as coisas. Essas não apenas fornecerão ótimos esconderijos para o seu peixe-palhaço, mas também servirão como superfícies efetivas para o crescimento de algas.

Muitas das escolhas de plantas padrão, como a Ceratophyllum, funcionarão com esses peixes. Desde que elas não dominem o tanque, você deve ficar bem.

Doenças Potenciais Comuns

Os peixes-palhaço não têm uma doença em particular que assola sua espécie. Isso é um grande benefício de possuí-los!

Dito isso, eles podem ser afetados por algumas das outras doenças aquáticas comuns. Entre elas estão ich e uma variedade de diferentes infecções ou parasitas.

Felizmente, todas essas são muito preveníveis se você mantiver a qualidade da água do habitat deles. A má qualidade da água aumenta drasticamente as chances do seu peixe-palhaço adoecer.

Se você realizar mudanças regulares de água, monitorar os parâmetros e alimentá-los com uma dieta bem equilibrada, eles provavelmente ficarão bem!

Alimentação e Dieta

A dieta ideal para o peixe-palhaço consistirá em muitas coisas que eles comem na natureza e suplementará o que não é conveniente. O objetivo é buscar o equilíbrio em termos de nutrição e evitar alimentá-los em excesso.

Uma das principais partes da dieta deles será algas. Embora eles não possam viver apenas de algas como única fonte de alimento, obterão muito valor nutricional delas.

Você pode facilitar o crescimento de algas incluindo madeira à deriva, pedras e plantas no habitat deles. Qualquer coisa que você possa apoiar no substrato onde algas possam crescer é bom!

Uma boa dieta para o peixe-palhaço também consistirá em vários alimentos vegetais afundáveis. Pastilhas de algas são uma ótima opção, bem como legumes como alface, abobrinha, pepino e ervilhas.

Por último, a dieta deve conter alguma carne para ajudar a fornecer proteína suficiente. As duas escolhas mais comuns são vermes tubifex e dáfnia. Você quer fazer dessas uma guloseima ocasional (2-3 vezes por semana), não um alimento diário.

Comportamento e Temperamento

O temperamento geral dos peixes-palhaço é muito tranquilo e pacífico. Eles ficam bastante felizes fazendo a própria coisa no fundo do aquário e raramente mostrarão interesse por outros peixes.

Na maior parte do tempo, você observará esse peixe ou se aquietando perto da madeira à deriva ou se movendo lentamente pelo fundo à procura de alimento.

Nota do Autor: Peixes-palhaço muitas vezes são encontrados deitados em cima de madeira à deriva (comendo algas ou descansando). É o que eles conhecem!

Outra coisa que surpreende muitos novos proprietários é a quantidade de madeira à deriva que es ses peixes vão beliscar. Como esse é um comportamento que muitos outros peixes não exibem, pode parecer muito estranho até você se acostumar!

A única situação em que o temperamento gentil deles pode mudar é quando você tem mais de um macho no mesmo tanque. Dois ou mais machos de cascudo definitivamente são capazes de mostrar agressão um ao outro por território.

Se você der espaço suficiente a eles, reduzirá a chance disso acontecer, mas não é garantia. Se dois machos gostarem do mesmo pedaço de madeira à deriva, pode haver uma briga.

Companheiros de Tanque

Os peixes-palhaço têm um grande número de companheiros de tanque compatíveis. Esta é outra razão pela qual esses peixes são tão fáceis de manter. É um luxo não ter que agonizar sobre as combinações de companheiros de tanque e, em vez disso, simplesmente confiar em algumas diretrizes gerais.

Aqui estão alguns companheiros de tanque que os aquaristas tendem a preferir. De modo algum esta é uma lista completa, mas você pode usá-la para obter algumas ideias!

Nota do Autor: As maiores regras a serem seguidas em relação aos companheiros do tanque do peixe-palhaço é sempre evitar agressividade e grandes diferenças de tamanho. Peixes propensos à agressão e briga (como o acará corcunda) precisam de seu próprio plano personalizado de compatibilidade. Além disso, peixes significativamente maiores podem devorar seu peixe-palhaço sem intenção maliciosa, eles estão apenas com fome!

Reprodução do Peixe-Palhaço

A reprodução do peixe-palhaço é cheia de opiniões conflitantes entre os aquaristas. Enquanto algumas pessoas dizem que eles são fáceis de reproduzir, outras dizem que é muito difícil até tentar!

Então, para esclarecer, definitivamente é possível reproduzir peixes-palhaço. No entanto, requer um pouco de preparação.

Você vai querer montar um tanque de reprodução que siga muitas das mesmas regras do aquário normal deles. Muita madeira à deriva e lugares para se esconder é obrigatório, já que é onde eles desovarão. Uma tática comum é colocar uma simples caverna de madeira no tanque, já que eles geralmente farão uso dela.

Também é recomendado diminuir um pouco a temperatura da água antes do processo de reprodução. Isso imitará a época chuvosa do ano quando eles tendem a desovar na natureza. Você também deve aumentar um pouco os níveis de pH durante esse período.

Outro bom truque que ajudará a estimular a reprodução é aumentar a quantidade de alimentos ricos em proteínas na dieta deles. Minhocas de sangue e outras opções clássicas farão o truque.

Depois que os ovos estiverem na caverna, o macho irá guardar a área bastante seriamente por algumas semanas até eclodirem. Quando isso acontecer, você pode separá-los e começar a alimentar os peixes-palhaço recém-nascidos com uma mistura de proteínas, algas e madeira à deriva.

Resumindo

O cuidado com o peixe-palhaço pode ser feito por qualquer um, novato ou experiente. Esses peixes são o mais fácil possível!

Desde que você monte o habitat adequado no tanque, siga os parâmetros de água recomendados e os mantenha com outras espécies não agressivas, eles ficarão bem.

Apesar da facilidade nos cuidados, o peixe-palhaço é um peixe muito gratificante de se manter. Sua beleza e comportamento único os destacam em qualquer tanque.

Sua longa expectativa de vida também significa que você os terá por um bom tempo!

Se você está em dúvida sobre ter seu próprio peixe-palhaço, vá em frente. Realmente não podemos recomendar esses peixes o suficiente.

Ana Santos

Ana cultivou um fascínio por aquariofilia desde pequena. Com um olhar atento e uma paixão por peixes, ela criou seu próprio santuário aquático em casa. Hoje, Ana é uma referência na comunidade de aquariofilia brasileira, compartilhando seu conhecimento e promovendo a preservação dos ecossistemas aquáticos através de workshops e palestras. Com dedicação e amor, Ana transformou sua paixão em uma jornada de aprendizado e descobertas constantes no mundo subaquático.

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go up

Usamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Se você continuar usando este site, assumiremos que você concorda com isso. Mais informações