Caramujo Trombeta Malaio 101: Informação e Cuidados

Os caracóis trombetas malaios são criaturinhas interessantes que cada vez mais aquaristas estão começando a manter intencionalmente em seus aquários. Embora não sejam uma das escolhas tradicionais de caracóis, essa espécie ainda tem muito a oferecer!

Este guia vai ensinar tudo sobre essas maravilhosas pequenas criaturas e como mantê-las com sucesso no seu aquário doméstico.

Vamos começar!

Tabela de conteúdos

Resumo da Espécie

Caracóis trombeta malaios (nome científico: Melanoides tuberculata) são uma visão comum em aquaristas ao redor do mundo! Essas criaturas altamente adaptáveis ​​​​podem prosperar em praticamente qualquer configuração de aquário. Resistentes e pouco exigentes, eles são perfeitos para donos de caracóis iniciantes ou qualquer aquarista procurando um invertebrado único para adicionar ao seu tanque.

Na natureza, a distribuição do caracol trombeta malaio é vasta. Ele é encontrado na Ásia, África, Oriente Médio e mais. Embora prefira ambientes de água doce, essas criaturas também foram encontradas em ambientes salobros.

Muitas vezes, os aquaristas veem esses caracóis como pragas obstinadas. Mas nas condições certas, eles podem ser animais de estimação úteis que beneficiam seu tanque.

Por que mantê-los como animais de estimação?

Não é difícil ver por que muitos aquaristas experientes odeiam os caracóis trombeta malaios. Sem um gerenciamento adequado, eles podem superpopula o tanque e criar uma carga biológica significativa.

Então, por que mantê-los como animais de estimação?

Bem, os caracóis trombeta malaios podem melhorar a qualidade geral e o estado do tanque. Para começar, eles podem manter o tanque limpo. A dieta natural do caracol consiste em algas, detritos de plantas e muitas outras fontes de alimento que podem estragar a qualidade da água.

Um caracol trombeta malaio se preparando para cavar no substrato

Esses caracóis de aquário se enterram no substrato para se alimentar de tudo, desde matéria vegetal em decomposição até restos de comida. Embora você não possa contar apenas com caracóis para manter seu tanque limpo, eles podem ter um grande impacto positivo.

Cuidado do Tetra Limão: Dieta, Companheiros de Tanque e MaisCuidado do Tetra Limão: Dieta, Companheiros de Tanque e Mais

Outra grande vantagem de manter caracóis trombeta malaios é sua capacidade de manter o substrato aerado. O comportamento de escavação evita o acúmulo de gases, o que faz muito para evitar a toxicidade repentina da água. Além disso, a aeração adicional pode melhorar o crescimento das plantas.

A presença desses caracóis trombeta pode fazer muito para melhorar seu aquário de água doce. Em números menores e mais gerenciáveis, eles podem ficar fora de vista enquanto o restante dos seus peixes se beneficia de seu trabalho!

Aparência

Quando você os vê, os caracóis trombeta malaios são realmente bastante bonitos! Eles têm uma concha cônica que pode assumir uma ampla gama de cores.

Tipicamente, as conchas têm tons de marrom, cinza e creme. Você pode ver conchas solidamente coloridas ou padrões exclusivos. Esses caracóis têm muita variedade, o que torna uma adição interessante ao tanque.

Nota do autor: As conchas cônicas crescem em anéis a partir do ápice. Esses anéis fornecem uma textura mais áspera, que geralmente é visível com coloração exclusiva.

A carne do caracol tem tanta variedade quanto a concha. Normalmente, a pele é mais clara com manchas marrons ou cinzentas para detalhes.

Na abertura da concha, os caracóis trombeta malaios têm um opérculo. É uma pequena porta de armadilha que eles podem usar para se manter seguros de quaisquer perigos em seu ambiente.

Expectativa de vida

Em média, os caracóis trombeta malaios têm uma expectativa de vida de cerca de um ano. Eles podem viver mais em condições adequadas, mas esses casos são raros.

Claro, não há garantias. Muitos fatores, como condições da água e disponibilidade de alimentos de qualidade, podem ter um impacto perceptível em sua expectativa de vida. Dito isto, há apenas o tempo que você pode esperar que esses bichos vivam.

Tamanho médio

A maioria dos caracóis trombeta malaios que você verá medirá cerca de um quarto a meia polegada de comprimento. No entanto, esses invertebrados são capazes de crescer até uma polegada de comprimento em condições adequadas.

Tetra Coração Sangrento 101: O Guia DefinitivoTetra Coração Sangrento 101: O Guia Definitivo

Nota do autor: As medidas refletem a distância do ápice da concha até a abertura. As fêmeas tendem a ser um pouco maiores do que os machos. Ainda assim, essa diferença é sutil.

Cuidados com o caracol trombeta malaio

Cuidar de caracóis trombeta malaios é moleza! Eles são uma das criaturas aquáticas mais fáceis de possuir. Graças à sua natureza resistente, a maioria não tem problemas para prosperar em cativeiro.

Mas como qualquer outro animal, esses caracóis têm condições ideais que lhes permitirão prosperar. Abaixo estão alguns cuidados importantes que você deve saber.

Tamanho do tanque

Uma das melhores coisas sobre os caracóis trombeta malaios é que eles não precisam de muito espaço. Um pequeno grupo pode viver em um tanque de 5 a 10 galões tranquilamente!

Nota do autor: É importante ter cuidado com a superpopulação desses caracóis. Aquários de água doce superlotados podem causar sérios problemas com amônia e nitratos.

Parâmetros da água

Os caracóis trombeta malaios podem se adaptar a uma ampla gama de condições de água. Mesmo na natureza, esses caracóis não são particulares a um ambiente específico. Desde que a água esteja limpa, arejada e morna, eles vão se virar!

Siga esses parâmetros para obter os melhores resultados.

  • Temperatura da água: 65 a 86 graus Fahrenheit (70 a 78 graus é o melhor)
  • Níveis de pH: 6,5 a 8,0 (almeje por água neutra)
  • Dureza da água: 6 a 15 KH

Nota do autor: Certifique-se de investir em um kit de teste de água de aquário de alta qualidade para ter certeza de que você está obtendo leituras precisas durante toda a semana. Embora essas criaturas não sejam exigentes, ainda é melhor se você mantiver seus parâmetros de água principais consistentes.

O que colocar no tanque deles

Esses caracóis são mais prevalentes em corpos d'água que estão fervilhando de vida. Eles são atraídos por restos de comida e plantas em decomposição. Em cativeiro, eles preferem condições de vida semelhantes.

A coisa mais importante que você precisará é uma camada de substrato de areia. Caracóis trombeta malaios são grandes escavadores. Eles utilizam suas conchas pontiagudas para abrir caminho através da areia fina em busca de alimento.

Guia Completo: Tetra Fantasma Negro e Seus CuidadosGuia Completo: Tetra Fantasma Negro e Seus Cuidados

Cascalho, pedregulhos ou qualquer outro substrato duro não facilitará seu comportamento de escavação. Em vez disso, esses materiais prejudicarão a concha e causarão lesões.

Em seguida, adicione plantas vivas. esses caracóis trombeta não danificarão as plantas. No entanto, eles consumirão quaisquer pedaços que caírem e apodrecerem. Evite usar qualquer produto de fertilização ou nutrientes para plantas. Aditivos químicos podem prejudicar os caracóis.

Quanto ao equipamento, os filtros de esponja são obrigatórios. Esses caracóis são pequenos o suficiente para serem sugados para um sistema de filtragem padrão. Você precisa de filtros de esponja para garantir que seus caracóis não sofram esse destino.

Nota do autor: Além disso, certifique-se de que a saída do filtro seja relativamente fraca. Os trombetas malaios não são fortes o suficiente para lutar contra correntes fortes!

Doenças potenciais comuns

Os maiores problemas de saúde que assolam os caracóis trombeta malaios são os parasitas. Eles podem hospedar Centrocestus formosanus, que é um verme parasita. Embora seja improvável que se espalhe para humanos, esse parasita pode afetar pássaros e pequenos animais.

Dito isto, esses caracóis também podem hospedar um parasita que afetará os humanos. Eles são hospedeiros intermediários de vermes pulmonares parasitas que poderiam se espalhar para humanos se você não tomar cuidado.

Portanto, é importante colocar em quarentena qualquer nova adição ao seu tanque. Isso permitirá que você identifique rapidamente problemas de saúde sem afetar negativamente o restante da vida em seu tanque principal. Além disso, evite comprar quaisquer caracóis que pareçam doentes (ou que venham de vendedores inexperientes ou não confiáveis).

Alimentação e dieta

Como mencionado anteriormente, os caracóis trombeta malaios comerão uma ampla gama de alimentos. Esses invertebrados são altamente oportunistas e passarão a maior parte do dia procurando algas para comer, bem como detritos de plantas e vários outros lanches.

Durante o dia, eles se enterram sob o substrato para comer. Depois que as luzes se apagam, eles podem emergir para se alimentar de algas macias que estão crescendo no vidro ou na decoração.

Você pode suplementar sua dieta natural com coisas como wafers de algas e péletes. No entanto, a maioria dos aquaristas não se incomoda em garantir que eles estejam bem alimentados. Os caracóis encontrarão fontes de alimento e comerão quaisquer flocos de peixe que caírem no substrato.

Nota do autor: Se você quiser garantir que seus caracóis estejam recebendo todos os nutrientes necessários, forneça alguns legumes ou blocos minerais. Eles precisam de uma boa fonte de cálcio para garantir que suas conchas permaneçam fortes.

Companheiros de tanque

Caracóis trombeta malaios são muito tímidos e dóceis. Eles não vão causar nenhum problema com companheiros de tanque. No entanto, o mesmo não pode ser dito sobre peixes famintos e invertebrados predadores (como o caracol assassino).

Se você quiser que sua população floresça, evite companheiros de tanque agressivos.

Esses caracóis se saem bem com muitas outras espécies de caracóis. Eles também têm uma relação simbiótica com muitos camarões. Os camarões consomem os resíduos do caracol, o que reduz a carga biológica geral no tanque.

Aqui estão algumas boas opções de companheiros de tanque para o caracol trombeta malaio.

  • Caracóis Nerite
  • Caracóis Mistério
  • Caracóis de Marfim
  • Berbigões de água doce
  • Camarão Cereja
  • Camarão Bambu
  • Camarão Vampiro
  • Camarão Amano
  • Camarão Fantasma
  • Bagre Corydoras
  • Otocinclus

Reprodução

A reprodução nunca é um problema com os caracóis trombeta malaios. Na verdade, é uma das maiores desvantagens dessa criatura aquática!

Um grande grupo de caracóis trombeta malaios

Caracóis trombeta malaios se reproduzem rapidamente e com frequência. Muitas vezes, superpopulação ocorrerá se houver fontes de alimento demais disponíveis. Por causa disso, você tem que ter cuidado para evitar que esses caracóis assumam o controle.

Curiosamente, esses caracóis trombeta não são hermafroditas. Machos e fêmeas se acasalarão para produzir prole. Alternativamente, eles podem se reproduzir por partenogênese, que é quando as fêmeas produzem pequenos clones sem fertilização masculina.

Esses caracóis são vivíparos. As fêmeas podem dar à luz até 70 caracóis de uma só vez. Ao nascer, eles têm o tamanho de um grão de areia. Mas, eles crescem rapidamente e atingem a maturidade em questão de meses.

Conclusão

Embora os caracóis trombeta malaios possam parecer uma escolha de animal de estimação estranha, eles realmente fazem muito sentido! Desde que você possa manter sua população sob controle, essas criaturas farão um ótimo trabalho de limpeza e manutenção do seu aquário de água doce.

Se você tiver dúvidas sobre como manter essa espécie sob controle (ou qualquer outra coisa), não hesite em entrar em contato. Adoramos conectar com nossos leitores e dar uma mãozinha sempre que possível!

José Ferreira

José, amante de todos os aquários, dedicou sua vida à aquariofilia, criando habitats aquáticos detalhadamente planejados. Um verdadeiro conhecedor de peixes, José se destaca na comunidade aquarista, sendo uma referência no mundo subaquático.

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go up

Usamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Se você continuar usando este site, assumiremos que você concorda com isso. Mais informações