Caranguejo Pom Pom de Água Doce: Companheiros e Cuidados

Os caranguejos de água doce Pom Pom são uma espécie fofa e única que muitos aquaristas esquecem. Esses criaturinhas ativas são muito divertidas de se ter e podem proporcionar diversos benefícios para a saúde geral do seu aquário.

Mas ainda há muito mistério em torno dos seus requisitos de cuidados. A prática de manter esses caranguejos em aquários ainda é recente, então há muito que não sabemos.

Isso significa que é extremamente importante se familiarizar com o que a comunidade de aquaristas sabe até agora se você quer que eles prosperem. Para facilitar, reunimos todas as informações sobre o cuidado com caranguejos Pom Pom de água doce e colocamos neste guia!

Tabela de conteúdos

Resumo da Espécie

O caranguejo Pom Pom de água doce (nome científico: Ptychognathus barbatus) é uma rara joia no comércio de aquários!

Não confunda com seu contraparte marinho, esse crustáceo de água doce não é tão disseminado como outras espécies. Como resultado, os aquaristas ainda estão aprendendo muito sobre essas curiosas criaturas.

Na natureza, a distribuição do caranguejo Pom Pom é bastante vasta. Eles habitam nascentes de água doce e estreitos riachos pela África, Ásia e Austrália. O crustáceo é mais prevalente em países como Nova Caledônia, Madagascar e Taiwan.

Pacíficos mas extrovertidos, os caranguejos Pom Pom fazem uma excelente adição a aquários de água doce grandes e pequenos. Eles também são totalmente aquáticos, então criar um ambiente cativo adequado é fácil.

Expectativa de Vida

Infelizmente, cuidar desses caranguejos é um esforço de curta duração. Os caranguejos Pom Pom têm uma expectativa de vida média de apenas cerca de um ano.

Como a expectativa de vida deles é tão curta, cuidados de primeira linha são obrigatórios se você quiser mantê-los por perto o máximo possível. Condições de vida impróprias poderiam expor o caranguejo a doenças e uma miríade de problemas de saúde.

Nota do Autor: Neste ponto, não se sabe se eles vivem mais tempo na natureza ou em cativeiro. Isso é bastante incomum, mas é simplesmente devido a quão pouco sabemos sobre essa espécie!

Camarão Vermelho Cristal 101: Parâmetros e Dicas de CriaçãoCamarão Vermelho Cristal 101: Parâmetros e Dicas de Criação

Aparência

O caranguejo Pom Pom é apropriadamente nomeado pelos tufos de pelos que crescem nos braços. Os pelos crescem da articulação da garra, fazendo parecer que eles estão segurando pompons de líder de torcida!

Nos machos, as cerdas são bastante compridas e densas. Para as fêmeas, elas são quase imperceptíveis.

Além de seus característicos pompons, esses caranguejos têm algumas características físicas únicas. A carapaça do caranguejo é bastante ampla para o seu tamanho. Além disso, as pernas são longas e esbeltas.

Em termos de coloração, a maioria dos espécimes assume uma cor amarelo pálido ou marrom. Você também pode ver salpicos de marrom mais escuro aqui e ali.

Diferenciar machos de fêmeas é bastante simples.

Você pode dar uma olhada no tamanho dos pelos nas garras deles. Ou, você pode dar uma olhada na parte inferior do caranguejo. Como todos os caranguejos, os Pom Poms têm uma placa definida.

Chamada de avental, essa placa difere em tamanho e forma entre os sexos. Os machos têm um avental fino e estreito enquanto as fêmeas têm um avental largo e curvo.

Tamanho Médio

O tamanho médio de um caranguejo Pom Pom de água doce é entre 0,6 e 1 polegada de largura. Se eles tiverem genética particularmente boa, podem exceder a marca de uma polegada (alguns chegaram a 1,75 polegadas).

Nota do Autor: Como essa espécie é tão pequena, pode ser difícil ter uma ideia do que esperar. Para donos experientes de caranguejos, o tamanho deles é comparável ao do caranguejo tailandês micro.

Cuidados com o Caranguejo Pom Pom

O caranguejo Pom Pom de água doce ainda é relativamente novo no hobby de aquariofilia. Ao contrário de outras espécies de caranguejos por aí, você não vai encontrar muitas informações concretas sobre as necessidades desses caranguejos.

Rasbora Anão Esmeralda 101: Guia Completo de CuidadosRasbora Anão Esmeralda 101: Guia Completo de Cuidados

Mas isso não significa que não é viável!

Donos dedicados estão fazendo muito para aprender mais sobre esses misteriosos caranguejos e descobrir os requisitos básicos de que precisam para prosperar. Graças ao árduo trabalho deles, temos algumas diretrizes de cuidados que você pode seguir.

Tamanho do Aquário

Vamos começar com o tamanho do aquário. Você pode manter uma pequena colônia de caranguejos Pom Pom em um aquário de no mínimo cinco galões.

Mas para o conforto e bem-estar, recomendamos usar um aquário de 10 galões. Com um aquário de 10 galões, você pode manter uma colônia maior, dando a esses caranguejos ativos mais espaço para circular.

Este é um dos grandes benefícios de ter um caranguejo Pom Pom. Eles não precisam de um aquário expansivo para prosperar! Se você tiver um nano aquário antigo por aí, geralmente será mais do que suficiente.

Parâmetros da Água

É importante lembrar que esses caranguejos requerem ambientes de água doce, e há uma espécie marinha com o mesmo nome. Apesar de compartilharem o mesmo nome, essas são duas espécies diferentes com necessidades ambientais únicas.

A espécie de água doce passa a maior parte de sua vida em riachos de água doce limpa perto da costa. Eles podem entrar em ambientes salobros, mas geralmente isso é apenas para fins reprodutivos.

As condições da água preferidas para esse caranguejo ainda estão em debate. Felizmente, esse crustáceo é resistente e se adapta bem a uma ampla gama de condições.

Para mantê-lo feliz e saudável, siga esses parâmetros de água.

  • Temperatura da água: 20°C a 26°C (acima de 22°C é ideal)
  • Níveis de pH: 6,2 a 7,2
  • Dureza da água: Até 30 dKH (mais baixo é melhor)

Nota do Autor: Gaste alguns trocados e invista em um kit de testes confiável para monitorar esses parâmetros. Embora as faixas sejam generosas, é importante manter as coisas o mais estáveis ​​possível se você quiser maximizar a expectativa de vida deles.

Ciclídeo Lab Yellow: Configuração do Aquário e DietaCiclídeo Lab Yellow: Configuração do Aquário e Dieta

O Que Colocar no Aquário Deles

Ao contrário de outras espécies de caranguejo, os Pom Poms são muito ativos e preferem ter aquários bem decorados com muito o que fazer!

Para o substrato, use areia fina. Esses animais são escavadores e muitas vezes empurram a areia com as garras.

Você pode adicionar itens de decoração naturais como pedras e galhos. Os caranguejos gostam de cavar embaixo das decorações para criar um local de descanso aconchegante.

Em seguida, adicione muitas plantas ao aquário.

Esses caranguejos não comem ou destroem propositalmente plantas vivas, mas podem danificar acidentalmente sistemas radiculares rasos durante a escavação. Isso significa que você deve optar por plantas flutuantes ou aquelas com sistemas radiculares mais robustos para evitar problemas.

Finalmente, certifique-se de que você tem uma tampa firme no aquário! Os caranguejos Pom Pom são escaladores ávidos e podem subir facilmente nos sistemas de filtragem e escapar do habitat. Coloque uma tampa segura para manter esses artistas da fuga contidos.

Possíveis Doenças Comuns

Não se sabe muito sobre doenças que afetam os caranguejos Pom Pom. Mas, no geral, acredita-se que eles sejam bastante resistentes a doenças.

Sabemos que eles podem sofrer de problemas comuns como doença do casco, caracterizada por lesões pretas na carapaça. Problemas fúngicos e infestações parasitárias também são comuns.

Na maioria dos casos, evitar doenças é tudo uma questão de manter boas condições da água. Faça mudanças frequentes de água e monitore os parâmetros de perto. Quando a temperatura ou os níveis de pH saem da faixa aceitável, os caranguejos podem sofrer estresse sério ou doenças.

Como todos os espécimes no comércio são capturados na natureza, é preciso ter cuidado para não trazer doenças para o seu aquário. É importante colocar os novos caranguejos em quarentena antes de adicioná-los a um aquário estabelecido.

Alimentação e Dieta

Os caranguejos Pom Pom são catadores habilidosos. Eles também são onívoros oportunistas que comerão qualquer coisa que conseguirem pegar.

É um equívoco popular que esses caranguejos são filtradores. Embora certamente peguem comida em seus pelos de vez em quando, eles não ficam parados o suficiente para realmente filtrar alimentos.

Em vez disso, esse caranguejo vai vasculhar o aquário para se alimentar de micro-organismos, vários tipos de algas e detritos de plantas.

Eles também comem alimentos comerciais secos de bom grado. Você pode mantê-los saudáveis ​​com uma dieta regular de flocos ou péletes desidratados. Ocasionalmente, petiscos ricos em proteínas como náuplios de artêmia e vermes de sangue também são adequados.

Se os caranguejos compartilharem o aquário com outros peixes, você também os encontrará se alimentando de restos de comida no tanque.

Comportamento e Temperamento

Os caranguejos Pom Pom são uma espécie que nunca fica chata! Enquanto outros caranguejos de água doce pequenos são tímidos e passam a maior parte do tempo escondidos, os Pom Poms são o oposto completo.

Eles são muito ativos e regularmente correrão pelo fundo do aquário em busca de alimentos. Você pode observá-los escavando, escalando e comendo.

Os caranguejos também não prestam atenção aos outros peixes no aquário. Como resultado, eles são uma das espécies de caranguejos de água doce mais pacíficas disponíveis.

Você pode ver algumas brigas ocasionais com outros caranguejos (essas querelas geralmente são por comida). Felizmente, essas brigas não dão em nada e raramente são sérias.

A única exceção ao comportamento ativo deles é a muda. Como qualquer outro invertebrado, os caranguejos Pom Pom são vulneráveis ​​uma vez que soltam suas carapaças antigas. Para evitar lesões e ficar seguros, a maioria dos caranguejos Pom Pom vai se enterrar na areia para mudar em paz.

Compatibilidade

Uma ótima coisa sobre os caranguejos Pom Pom é a atitude laissez-faire sobre outros no aquário. Eles não poderiam se importar menos com o que os companheiros de aquário estão fazendo!

Desde que seus companheiros de aquário não interfiram com seu estilo de vida, você dificilmente verá alguma interação ou reconhecimento.

Os caranguejos Pom Pom se dão bem com a maioria dos peixes de água doce pacíficos, caranguejos, caramujos (ideais de tamanho moderado), e camarões. Eles se dão bem com camarão cereja, camarão Amano e camarão bambu.

Se você quiser mantê-los com peixes, aposte em espécies pacíficas que ficam nas partes superiores da coluna d'água. Peixes menores são sempre os melhores, pois provavelmente evitarão comer ou incomodar seus caranguejos Pom Pom.

Nota do Autor: O único momento em que você pode ter problemas é se mantiver criaturas mais vulneráveis no aquário. Lembre-se, os Pom Poms são comedores oportunistas.

Eles podem confundir criaturas minúsculas e de movimentos lentos com comida. Portanto, deve-se evitar caramujos e camarões muito pequenos. Até mesmo alevinos podem virar comida.

Reprodução

Atualmente, não existem métodos de reprodução do caranguejo Pom Pom de água doce em cativeiro. O motivo disso se deve à natureza do processo reprodutivo deles na natureza.

Muitos acreditam que essa espécie se movimenta para águas salobras para se reproduzir. Os bebês passam por diferentes estágios larvais antes de atingir a maturidade e se mover para rios de água doce. A partir daí, eles se desenvolvem em ambientes salobros mais profundos, impossíveis de replicar em cativeiro.

Em poucas palavras, tentar reproduzir caranguejos Pom Pom não vale o esforço e os recursos que requer.

Considerações Finais

O cuidado com o caranguejo Pom Pom de água doce pode parecer um pouco intimidante a princípio. Há muita informação que ainda não conhecemos, e parece que o progresso é lento.

Mas estamos fazendo um trabalho bastante bom até agora.

As condições e recomendações que incluímos neste guia estão funcionando bem para os proprietários nos últimos anos. À medida que descobrirmos mais sutilezas sobre quais condições esses bichinhos precisam, certamente atualizaremos este guia!

Maria Oliveira

Maria é uma entusiasta da aquariofilia, dedicando seu tempo livre ao cuidado de seus aquários meticulosamente montados. Apreciadora da tranquilidade que seus peixes proporcionam, Maria mergulha profundamente no estudo das diferentes espécies, tornando-se uma referência em seu círculo social para tudo que diz respeito a esse fascinante hobby. Com paciência e dedicação, ela cultiva não apenas belos ambientes aquáticos, mas também um espaço de serenidade e beleza em sua própria vida.

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go up

Usamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Se você continuar usando este site, assumiremos que você concorda com isso. Mais informações