Ciclídeo Lab Yellow: Configuração do Aquário e Dieta

Os ciclídeos labidocromis são peixes de água doce atraentes que muitos aquaristas sonham em ter um dia.

Mas há muita desinformação por aí que pode ser desencorajadora.

Este guia vai ensinar tudo o que você precisa saber sobre o cuidado com labidocromis para decidir se esta espécie é adequada para você. Abordamos o temperamento, dieta, instalação do aquário, expectativa de vida, tamanho, companheiros de aquário e mais!

Tabela de conteúdos

Resumo da Espécie

O labidocromis (Labidochromis caeruleus) é um peixe de água doce vibrante que prospera em cativeiro. Esses peixes são uma das mais de 500 espécies diferentes da família dos ciclídeos. Esta espécie em particular é um ciclídeo africano.

Na natureza, o labidocromis vive no famoso Lago Malawi, no leste da África. Eles se juntam a muitas outras espécies exóticas de ciclídeos nativas desse corpo d'água.

Um labidocromis adulto

Claro, você também pode encontrá-los em aquários ao redor do mundo! Esta espécie é popular no comércio. Embora não seja o peixe mais fácil de cuidar em termos de temperamento, os labidocromis são resilientes e surpreendentemente adaptáveis.

Nota do Autor: Você não precisa de anos de experiência com peixes para fornecer cuidados excelentes ao labidocromis. Desde que você siga as diretrizes recomendadas, esses peixes podem proporcionar anos de beleza e fantasia.

Aparência

Vamos começar com a aparência mais comum.

Como o nome indica, a maioria dos espécimes que você encontrará no comércio é de cor amarela brilhante! A cor lembra a de um ônibus escolar. É vibrante, chamativa e fácil de acompanhar com os olhos enquanto o peixe sobe e desce no seu aquário.

Como outros ciclídeos africanos, esta espécie tem um corpo esguio, mas muscular. Tem uma cabeça arredondada, olhos grandes e uma nadadeira caudal ampla e não bifurcada. A nadadeira dorsal é expansiva, estendendo-se das brânquias até pouco antes da nadadeira caudal.

Ciclídeo Venustus: Configuração do Aquário e CompanheirosCiclídeo Venustus: Configuração do Aquário e Companheiros

Muitos labidocromis têm uma lista preta bem definida na longa nadadeira dorsal, criando um contraste impressionante. Combina perfeitamente com a íris pontilhada.

Nota do Autor: Olhando mais de perto, você notará que alguns peixes têm acentos cinzentos. As formas verticais cinzentas são uma das maneiras de distinguir machos de fêmeas. Os machos têm marcações cinzentas sutis, enquanto as fêmeas não.

Outro sinal revelador de que você está olhando para uma fêmea são as nadadeiras ventrais e anal pálidas. Para as fêmeas, essas nadadeiras são notavelmente menos coloridas em comparação às nadadeiras vibrantes do macho.

Os labidocromis têm um nome apropriado para alguns espécimes. Mas, apesar do nome, nem todos os peixes desta espécie são amarelos! Na verdade, há mais variedade do que a maioria dos aquaristas percebe.

Você encontrará esses peixes em algumas cores diferentes, com base em que parte do Lago Malawi eles vêm.

Os peixes de Undu Point têm corpos brancos. Um pequeno acento de azul aparece na nadadeira dorsal. Os labidocromis de Nkhata Bay têm uma cor branca semelhante, mas todas as suas nadadeiras são azuis.

Se o peixe vier de Lundu Island, no Lago Malawi, geralmente é todo branco. Enquanto isso, aqueles que vivem em Lion's Cove têm corpos amarelos e barrigas brancas. Finalmente, temos os labidocromis amarelos de Kakusa. Eles ostentam corpos amarelos vibrantes com nadadeiras azuis.

A variação também existe em cativeiro, mas a maioria dos aquaristas pensa na variação de cor amarela como o "padrão".

Expectativa de Vida

O labidocromis é um peixe surpreendentemente longevo. Tem uma vida mais longa do que a maioria dos peixes do seu tamanho.

A expectativa de vida média de um labidocromis é entre seis e dez anos. Isso dá tempo suficiente para apreciar sua beleza!

Ciclídeo Red Empress: Tudo que Você Precisa SaberCiclídeo Red Empress: Tudo que Você Precisa Saber

Lembre-se de que é impossível garantir a expectativa de vida. Todos os peixes podem sofrer predisposições genéticas que encurtam sua vida. Quando recebem cuidados ruins, também podem sucumbir a doenças que encurtam suas vidas.

Tamanho Médio

O tamanho médio de um labidocromis em cativeiro é de cerca de 10 centímetros de comprimento. Isso é um pouco maior que a média de peixes que vivem na natureza. No Lago Malawi, essas belezas geralmente atingem no máximo 8 cm.

Nota do Autor: A diferença de tamanho provavelmente se deve à sobrevivência em cativeiro. Embora os ciclídeos sejam conhecidos como agressores, ainda têm muitos predadores naturais na natureza. Esse não é o caso no seu aquário, permitindo que o peixe fique maior e potencialmente viva mais.

Cuidados com Labidocromis

Você está considerando labidocromis para o seu aquário? Se sim, você tem pela frente uma experiência moderadamente desafiadora, mas totalmente gratificante. Esses peixes não são particularmente difíceis de criar, mas têm necessidades únicas que você deve atender.

Siga estas diretrizes para fornecer excelentes cuidados ao labidocromis e dar aos seus novos animais de estimação a melhor vida possível.

Tamanho do Aquário

Os labidocromis devem viver em um aquário de pelo menos 80 litros. No entanto, a maioria dos aquaristas experientes recomenda ir ainda maior, visando um tamanho de aquário de pelo menos 150 a 200 litros.

Por que você precisa de tanto espaço? Não é por causa do tamanho do peixe. Os requisitos de tamanho do tanque são principalmente devido à natureza semiagressiva do peixe.

Eles se saem melhor quando têm espaço aberto para nadar. A espécie é ativa e vai querer explorar seu habitat fechado. Quando você coloca esses peixes em um aquário pequeno, eles rapidamente ficam violentos.

Um aquário maior também permitirá que você utilize mais blocos de linha de visão. Problemas surgem quando os labidocromis veem outros que consideram uma ameaça. Quando você tem um ambiente cheio de decorações que bloqueiam a visão de outros peixes, pode manter os labidocromis com outros sem problemas.

Parâmetros da Água

Um dos aspectos mais importantes dos cuidados com o labidocromis é replicar as condições de água do seu habitat natural. Mesmo se você comprar peixes que nunca viveram no Lago Malawi, aquelas condições são o modelo perfeito para o seu tanque.

Ciclídeo Africano: Guia de Tipos e Configuração do AquárioCiclídeo Africano: Guia de Tipos e Configuração do Aquário

O Lago Malawi tem água rica em minerais que tende para o lado alcalino do espectro de pH. Esses peixes podem se adaptar a muitos ambientes, mas preferem água alcalina. A espécie também é ávida por águas mornas com classificações de dureza moderadas a altas.

Como com qualquer peixe, a estabilidade é a coisa mais importante. Os labidocromis podem se adaptar a ambientes que não são exatamente certos, mas próximos o suficiente. No entanto, eles não conseguem lidar com flutuações súbitas. Mudanças extremas na química da água podem levar a estresse, choque e morte eventual.

Aqui estão alguns parâmetros básicos de água para configurar seu tanque de labidocromis.

  • Temperatura da água: 22 a 28 graus Celsius
  • Níveis de pH: 7,2 a 8,8 (7,8 e superior é ideal)
  • Dureza da água: 10 a 20 GH

Configuração do Tanque

Agora vem a parte divertida. Decorar seu aquário é uma chance para você ser criativo! Embora os labidocromis possam certamente sobreviver em ambientes mais fantasiosos, uma configuração natural que imita a aparência e sensação do Lago Malawi é sempre o melhor caminho.

Esses peixes são habitantes de pedras. Eles preferem viver em cavernas e ambientes rochosos em todo o lago africano. Eles não sempre se aventuram até o fundo do tanque, mas quando o fazem, preferem ter uma mistura de areia e cascalho.

Uma mistura de substrato de areia e cascalho oferece um bom equilíbrio entre enriquecimento e segurança. Os ciclídeos são escavadores notórios que gostam de mudar as coisas à medida que ficam confortáveis. Cascalho liso e areia facilitam esse comportamento, minimizando as chances de ferimentos.

Em seguida, inclua madeira à deriva, rochas, cavernas e outras formações de aparência natural. Qualquer coisa grande o suficiente para o peixe nadar é ideal. Os labidocromis adoram explorar cavernas e ver entrar e sair de buracos na madeira.

Você pode comprar formações de rochas pré-fabricadas ou criar as suas próprias. Se optar por esta última opção, fixe as peças diretamente no vidro e coloque o substrato ao redor delas. Com a frequência com que os ciclídeos movem o substrato, há um risco genuíno de as pedras tombarem e danificarem o vidro.

Nota do Autor: Use um adesivo resistente e seguro para peixes e fixe tudo para evitar problemas.

Não há problema em adicionar plantas plásticas, se desejar. Elas podem ser ótimos bloqueadores de linha de visão quando colocados estrategicamente no ambiente. No entanto, não se surpreenda se elas não durarem.

Esta espécie adora arrancar plantas. Plantas vivas estão fora de questão, mas você pode ter sucesso com plantas plásticas ou de seda devidamente fixadas.

Para equipamentos, você precisará de um filtro robusto. Os labidocromis podem produzir uma quantidade substancial de resíduos. Você deve manter os níveis de amônia e nitrato abaixo de 40 ppm. Caso contrário, a saúde do peixe sofrerá.

Um bom filtro canister fará o trabalho. No entanto, faça o possível para difundir o fluxo dos tubos de entrada. Esses peixes de água doce não gostam de correntes fortes, portanto, você deve minimizar o fluxo da água o máximo possível.

Finalmente, não se esqueça da iluminação. Os labidocromis preferem iluminação baixa a moderada. Imita mais de perto a iluminação difusa das profundezas rochosas no Lago Malawi.

Possíveis Doenças Comuns

Os labidocromis não são imunes a problemas de saúde. Eles podem encontrar todos os mesmos problemas de água doce que outras espécies populares podem potencialmente vivenciar.

Isso inclui a icitioftiriose.

A icitioftiriose é uma doença contagiosa causada por um parasita protozoário externo. Quando os peixes vivem em condições deficientes, ficam estressados. Esse estresse suprime o sistema imunológico, permitindo que a doença tome conta.

Antes que você perceba, seus preciosos labidocromis estão cobertos com manchas brancas visíveis. Ignore o problema e a doença se espalha para o restante dos peixes no ambiente e começa a causar morte deles. A icitioftiriose não é algo para ser ignorado!

Felizmente, é fácil de tratar. Você pode colocar em quarentena os peixes afetados, administrar o tratamento e solucionar as condições do tanque que causaram o estresse como um problema em primeiro lugar.

Outro problema que assola esta raça é a timpanite maláwi. Como você pode adivinhar pelo nome, é uma condição que afeta os peixes do Lago Malawi. É comum entre ciclídeos africanos e outras espécies endêmicas.

A timpanite maláwi é um problema digestivo. Normalmente ocorre quando você alimenta os labidocromis com mais proteína do que eles precisam. Logo entraremos nos detalhes da dieta do peixe, mas essas belezas precisam de uma mistura de alimentos à base de plantas e proteínas.

Inclinar-se demasiadamente para as carnes causa inchaço, feridas na pele e mais. Consulte um veterinário para obter opções apropriadas de tratamento.

Finalmente, há a doença dos buracos na cabeça. É outra doença parasitária. No entanto, este se manifesta em fossas e buracos físicos em todo o corpo.

Geralmente, os peixes sofrem desta doença quando vivem em más condições. Parâmetros de água inadequados, tanques muito pequenos e altos níveis de amônia e nitrato fazem com que fossas e buracos se formem.

Alimentação e Dieta

Na natureza, os labidocromis são quase exclusivamente carnívoros. Eles se alimentam principalmente de insetos, larvas, pequenos peixes, invertebrados e mais. Essa dieta é aceitável na natureza porque o peixe tem que trabalhar para conseguir comida.

Mas em cativeiro, isso pode causar problemas. Especialistas recomendam fornecer uma mistura 50/50 de alimentos ricos em proteínas e alimentos de base vegetal.

A maneira mais fácil de fazer isso é por meio de flocos ou péletes comerciais. Existem inúmeras opções nutricionalmente ricas no mercado hoje em dia. Escolha uma que se concentre na coloração ou nutrição equilibrada e você está pronto.

Alternativamente, você pode fornecer legumes branqueados e alimentos congelados/liofilizados.

Nota do Autor: Alimente seus labidocromis três vezes ao dia para mantê-los saudáveis. Para cada refeição, forneça apenas comida suficiente que eles possam comer em um minuto (e remova qualquer excesso de comida que permaneça no tanque).

Comportamento e Temperamento

Acredite ou não, os labidocromis são considerados por muitos como uma das espécies de ciclídeos mais pacíficas. Mas não se engane: eles podem ficar agressivos.

Uma coisa interessante sobre esta espécie é que ela mira em peixes de tamanho e cor semelhantes. Por esse motivo, você deve ter cuidado extra na escolha de companheiros de aquário adequados.

Não é um peixe particularmente territorial, mas atacará peixes que estão muito próximos à sua aparência. Até atacará seu reflexo! É por isso que quebrar a linha de visão é essencial para a saúde e o bem-estar desse peixe.

Companheiros de Aquário Labidocromis

Por causa de seu comportamento agressivo conhecido, você deve ter cautela sobre os companheiros de aquário que escolhe para seu labidocromis.

Se quiser jogar pelo seguro, pode mantê-los sozinhos. Eles se saem bem na solidão. Alternativamente, você pode manter pares macho e fêmea.

Nota do Autor: Evite pares somente de machos. A violência está fadada a acontecer.

Esses peixes de água doce também se dão bem com outros ciclídeos e peixes de temperamento semelhante. No entanto, esteja atento para manter quaisquer espécies de tamanho ou cor semelhantes. Eles só irão enfurecer o peixe e causar agressividade.

Aqui estão alguns companheiros de aquário labidocromis que vale a pena considerar:

Reprodução

Os labidocromis são incubadores bucais e, muitas vezes, desovam sem intervenção humana. Peixes adequadamente emparelhados se reproduzirão por conta própria.

Para começar, você pode configurar um tanque de reprodução com condições de água idênticas para dar aos peixes menos distrações.

Quando o macho estiver pronto, ele cavará uma pequena cova na areia ou encontrará uma pedra plana para realizar seu ritual de acasalamento. Esses peixes têm danças de acasalamento únicas para atrair as fêmeas.

Depois que ela deposita seus ovos, a fêmea os recolherá na boca. Ela incuba os ovos por até 40 dias. Durante esse tempo, ela não come nada!

A mãe continua segurando os filhotes depois que eles eclodem. Os filhotes absorvem o saco vitelínico por alguns dias antes de nadarem livremente. É quando ela libera a ninhada nas águas abertas.

Você pode fornecer náuplios de artemia recém-nascidos, infusória e algas em pó para manter o alevino saudável à medida que cresce.

Conclusão

Embora sua agressividade e níveis de energia sejam obviamente algo a se considerar, ainda acreditamos que o cuidado com labidocromis pode ser manipulado por qualquer um. Desde que você tenha uma expectativa realista sobre o que esses peixes precisam (e esteja preparado para fornecer o que eles precisam), você deve se sair bem!

Se você tiver dúvidas sobre esta espécie e como ajudá-la a prosperar, não hesite em nos enviar uma mensagem. Ajudaremos se pudermos!

Maria Oliveira

Maria é uma entusiasta da aquariofilia, dedicando seu tempo livre ao cuidado de seus aquários meticulosamente montados. Apreciadora da tranquilidade que seus peixes proporcionam, Maria mergulha profundamente no estudo das diferentes espécies, tornando-se uma referência em seu círculo social para tudo que diz respeito a esse fascinante hobby. Com paciência e dedicação, ela cultiva não apenas belos ambientes aquáticos, mas também um espaço de serenidade e beleza em sua própria vida.

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go up

Usamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Se você continuar usando este site, assumiremos que você concorda com isso. Mais informações