Ciclídeo Africano: Guia de Tipos e Configuração do Aquário

Os ciclídeos africanos são uma espécie maior de peixe de água doce que se originam na África, Ásia e América do Sul. Esses peixes tendem a ser animais de estimação populares entre aquaristas, devido à ampla gama de cores que você pode manter, mesmo se você não tiver um aquário de água salgada.

Cada tipo diferente tem temperamentos ligeiramente variáveis também, e é resiliente em cativeiro.

Os ciclídeos africanos são um grupo extremamente ativo de peixes, tornando-os uma favorita do aquário para visualização. Embora exijam cuidados especiais, muitos tipos diferentes podem ser bons para proprietários de aquários iniciantes por causa de sua robustez.

Há muitas cores e padrões desta espécie para você escolher, embora possa levar até um ano para que desenvolvam cor total. A coloração pode ser afetada pela qualidade dos cuidados que recebem (vamos cobrir isso um pouco mais adiante).

O nível de agressividade de cada tipo de ciclídeo africano deve ser considerado ao colocá-los juntos em um aquário. Eles são mais agressivos em geral do que outros peixes tropicais comuns.

Embora haja uma tonelada de diferentes espécies de ciclídeos africanos confirmados na natureza, mas muito menos estão disponíveis como animais de estimação. Quase todas as espécies que você encontrará em aquários pessoais se originam do Lago Malawi, no leste da África. Um punhado de outros vêm do Lago Tanganica e do Lago Victoria.

Tabela de conteúdos

Tipos comuns de ciclídeos africanos

Entender um pouco sobre os tipos de ciclídeos africanos que você pode escolher é muito importante (além de uma simples preferência de cor). Embora esses peixes sejam agressivos em geral, pode haver algumas diferenças comportamentais sutis entre eles.

Não importa se você é alguém que está planejando obter seu primeiro aquário ou um profissional experiente. Recomendamos vivamente que você tire um tempo para aprender sobre cada variação.

Maingano: Esses têm listras horizontais ousadas em uma variedade de azuis.

Zebra Mbuna também conhecido como Zebra Cichlids: Como o nome sugere, esses peixes têm listras pretas e brancas em seus corpos.

Ciclídeo Severum: Dieta, Tamanho e Companheiros de AquárioCiclídeo Severum: Dieta, Tamanho e Companheiros de Aquário

Zebra laranja: Esses peixes exibem listras ou manchas pretas em seu corpo laranja. Eles crescem até cerca de cinco polegadas de comprimento e são altamente agressivos.

Compressiceps: Também conhecido pelo nome assustador de "Malawi Eyebiter", esses peixes são longos, finos e têm uma cor prateada brilhante em seus corpos. Eles podem ser altamente agressivos.

Amarelo elétrico: O ciclídeo amarelo elétrico tende a ser menos agressivo que seus parentes, o que pode torná-lo um bom peixe para o proprietário de tanque inexperiente. Esses peixes são mais curtos, com apenas cerca de três polegadas de comprimento. Eles são amarelos com pontas de nadadeira escuras e uma longa nadadeira dorsal correndo pelas costas.

Ciclídeos pavão: Apenas ligeiramente agressivos, os ciclídeos pavão (também chamados de Aulonocara nyassae) são um dos tipos mais coloridos de ciclídeos, variando em cores de marrom escuro a azul prateado. Eles também são comedores de fundo.

Peacock Cichlid
Ciclídeo Pavão

Peacock Sunshine: Esses peixes moderadamente agressivos são resilientes, tornando-os outra boa escolha para novos hobbyists. Eles exibem uma mistura brilhante de amarelos e azuis.

Yellow sunshine peacock with black background
Peacock Amarelo Brilhante

Hap (abreviação de "Haplochromis"): Um dos tipos mais comuns de ciclídeos, esses peixes preferem nadar em água aberta, eles têm um nível médio de agressão, alimentando-se de peixes menores. As fêmeas de hap tendem a ser mais sem cor do que os machos.

Hap Azul Elétrico: Também conhecido como Hap Ahli, esses peixes são fáceis de manter e vêm em um sólido e vibrante azul. Curiosamente, os haps azuis não se dão bem com os ciclídeos pavão, então você pode não querer abrigá-los juntos.

Kribensis (abreviado para "kribs"): O menor dos ciclídeos, esses peixes variam de três a quatro polegadas de comprimento. Eles são menos agressivos e adequados para iniciantes.

Blue Dolphin Moorii: Este peixe é popular por causa de suas escamas azuis brilhantes. Eles crescem e se tornam grandes, de nove a dez polegadas. Por causa disso, eles tendem a ser um pouco mais difíceis de cuidar, exigindo um tanque maior.

Borboleta: Esses ciclídeos apresentam listras verticais pretas. Eles podem ser bastante dóceis, permitindo que vivam com alguns outros peixes.

Goldfish Olho de Bolha: Guia Completo de CuidadosGoldfish Olho de Bolha: Guia Completo de Cuidados

Cabeça de búfalo: Eles têm outros nomes como "Humphead", "Lionhead" e "Blockhead", referindo-se a suas testas proeminentes. Eles tendem a ser mais pacíficos do que os outros e crescem cerca de 4,5 polegadas de comprimento).

Mbuna (às vezes chamados de ciclídeos de Malawi): Como o outro tipo mais comum de ciclídeo encontrado no Lago Malawi, os Mbunas são relativamente agressivos. Eles são herbívoros e ambos os sexos são igualmente brilhantes em cores. Esses peixes procuram áreas rochosas para residir.

Girafa: Também chamado de ciclídeo venustus, esses peixes tendem a ter rostos azuis com manchas escuras semelhantes a girinos. Eles são maiores, medindo até dez polegadas. As girafas ciclídeos requerem manipuladores mais experientes, pois podem ser extremamente sensíveis aos níveis de nitrato em sua água.

Temperamento e Comportamento

Como mencionamos anteriormente, os ciclídeos africanos são uma espécie agressiva em geral (veja o Jack Dempsey por exemplo). Por exemplo, eles são mais agressivos do que peixes como tetras. Eles também são muito ativos.

Este nível de atividade os torna peixes divertidos de observar. Sempre está acontecendo algo!

Eles não são o tipo de peixe que simplesmente sentará e descansará.

Eles querem investigar o que está acontecendo em seu tanque e não demonstrarão medo ao fazer isso. Isso às vezes pode levar a confrontos com outros peixes.

Sua agressividade não é algo que você deve levar à luz ao planejar seu aquário. Essas características precisarão ser acomodadas na configuração do tanque se você quiser garantir a segurança e a saúde de todos os peixes em seu tanque.

Configuração do tanque de ciclídeos africanos

Quando se trata de encontrar a configuração de tanque ideal, você só precisa seguir o básico. Certifique-se de que todos os peixes no tanque tenham espaço suficiente e a água esteja confortável para todos.

Desde que você cuide dessas noções básicas e mantenha um tanque saudável, todos deveriam ficar bem.

Goldfish Pearlscale 101: O Guia Essencial de CuidadosGoldfish Pearlscale 101: O Guia Essencial de Cuidados

Quão grande o tanque deles deve ser?

Como os ciclídeos africanos são uma espécie ativa e agressiva, eles devem ter muito espaço.

Peixes com pelo menos seis polegadas de comprimento devem ser considerados maiores e exigem um mínimo de 30 galões de espaço no aquário. Peixes menores precisam de pelo menos um tanque de 20 galões.

Caso queira adicionar mais peixes ao aquário, você deve acomodar cerca de três galões extras por peixe adicional. Lembre-se de que os peixes crescerão, então planeje seu aquário em torno do tamanho dos ciclídeos adultos.

O que colocar no tanque deles

A maioria dos ciclídeos africanos prefere água aberta ou espaços rochosos, portanto, certifique-se de acomodar ambos. Alguns peixes gostam de procurar comida na areia, então é ideal ter um substrato de grãos finos que eles possam procurar sem se ferir.

Os ciclídeos africanos são muito territoriais, portanto, ter muitas cavidades e esconderijos é crucial para evitar conflitos. Plantas aquáticas, móveis e cavernas rochosas são adequados para isso. Se forem usadas rochas, elas devem estar seguras e não poderão cair sobre os peixes em seu tanque.

Naturalmente, também deve haver um filtro e aquecedor dimensionados adequadamente em cada tanque. Iluminação especial não é necessária, mas é frequentemente usada para prazer de visualização.

Fluxo de água ideal

A água no tanque deve estar em movimento, para imitar a corrente natural. Isso geralmente é alcançado com um filtro de tanque regular, no entanto, ciclídeos africanos encontrados em rios podem apreciar uma corrente um pouco mais forte. Uma bomba de ar ou água adicional pode ser usada para este fim.

Temperatura e níveis de pH da água

Ter um kit de teste de nível de água à mão é crucial para monitorar as condições em seu tanque. Este deveria ser o protocolo padrão para garantir que seu tanque esteja em condições saudáveis para seus peixes.

Os lagos de água doce e rios onde esses peixes residem têm água dura. Portanto, eles precisam de uma faixa de pH de 6,5 a 8,5. O número exato é mais específico para o tipo de peixe.

A temperatura da água ideal para ciclídeos africanos é uma faixa bastante flexível entre 75 e 85 graus Fahrenheit. Isso deve ser mais do que suficiente para deixá-los confortáveis e também acomodar seus companheiros de tanque.

Companheiros de tanque de ciclídeos africanos

Devido à natureza agressiva desses peixes, existem tipos específicos de companheiros de tanque que devem ser evitados. O número um nesta lista seria peixes que preferem nadar em águas abertas. Eles provavelmente serão atacados, uma vez que estarão na maior parte indefesos.

Pequenos peixes também devem ser evitados, pois provavelmente se tornarão uma refeição fácil.

É tentador manter ciclídeos africanos no mesmo tanque que ciclídeos sul-americanos, já que eles parecem semelhantes. No entanto, eles requerem cuidados diferentes e provavelmente lutarão.

Peixes de fundo grandes o suficiente para se defenderem provavelmente serão deixados sozinhos, como o bagre africano. Esses tendem a ser considerados os companheiros de tanque ideais para ciclídeos africanos.

Se você quiser jogar seguro e garantir que ninguém seja atacado, a melhor opção sempre será um tanque de espécie única. Isso pode não parecer tão emocionante, mas é uma solução que muitos proprietários preferem.

Você ainda obtém um tanque de peixes coloridos e emocionantes, mas nunca precisa se preocupar em entrar em uma cena de terror.

Opções de alimentação e dieta

A variação na dieta de ciclídeos africanos é fundamental. Dependendo do tipo que você possui, eles podem ser principalmente insetívoros, herbívoros ou onívoros. É bom incluir um pouco de tudo, incluindo uma base sólida de ração para peixes.

As variedades de alimentos que você pode dar a eles incluem carne de peixe pequeno, vermes tubifex, insetos, péletes para ciclídeos, alimentos congelados ou artêmias salinas, bem como algum suprimento doméstico de frutas e legumes. Eles precisarão ser alimentados duas vezes ao dia.

Para evitar a superalimentação, os peixes devem receber não mais do que podem comer em três minutos. Isso não só reduzirá o desperdício, mas também manterá o tanque mais limpo.

Cuidados com ciclídeos africanos

É importante que o seu tanque esteja em uma superfície estável. O próprio tanque deve estar bem vedado, sem vazamentos. Os ciclídeos africanos são conhecidos por saltar para fora da água ocasionalmente, então é uma boa ideia ter uma tampa firme no seu tanque.

A água no tanque precisa ser "reciclada", o que significa que precisa ser trocada a cada duas semanas, ou semanalmente, dependendo de quão sujo o tanque fica. À medida que os peixes produzem resíduos, os níveis de nitrato na água do tanque aumentam.

Mudar a água com frequência suficiente mantém os níveis de nitrato de ficar alto o suficiente para matar os peixes. Sempre limpe completamente tudo que entra em contato com a água do tanque também.

Uma grande parte dos cuidados com ciclídeos africanos é ser capaz de reconhecer os sinais de um problema. Existem alguns sinais comuns de doença para observar em sua coleção para evitar fatalidades.

Algumas doenças e sintomas comuns incluem:

  • Tuberculose, que é altamente contagiosa, fazendo com que o peixe pare de comer, bem como desenvolva manchas brancas nas escamas.
  • Inchaço, ou, Malawi Bloat. Inchaço potencialmente fatal no abdômen.
  • Doença de algodão, uma infecção fúngica que causa crescimentos brancos.
  • Doença da bexiga natatória, observada por um peixe preso na superfície da água.
  • Hexamita, marcada por lesões de escamas e falta de apetite.
  • Piolhos branquiais, um parasita que causa problemas respiratórios e guelras viscosas.

Expectativa de vida média

A expectativa de vida média dos ciclídeos africanos é de oito anos com cuidados adequados. Como qualquer peixe, isso pode variar drasticamente se eles viverem em uma situação de tanque sub-ótima com uma dieta e qualidade da água ruins.

Reprodução de ciclídeos africanos

Ao tentar reproduzir ciclídeos africanos, você precisará ter um macho e uma fêmea no mesmo tanque sozinhos. Para odds de reprodução ideal, o layout, mobiliário e tamanho do tanque não devem ser alterados durante este processo.

É importante saber que a espécie é capaz de acasalar entre diferentes espécies (cruzamento). É mais fácil usar peixes maduros para garantir a capacidade de reprodução.

Sempre monitore o tanque em busca de brigas entre o macho e a fêmea, pois a reprodução pode trazer mais agressividade. Os ciclídeos africanos realizam rituais de acasalamento nos quais exibem suas cores e se movem de certas maneiras. Uma vez fertilizados, seus peixes ou colocarão seus ovos e os guardarão em uma caverna segura/cavidade do tanque ou os segurarão na boca por cerca de 21 dias (boca-criadores).

Durante este tempo, é importante observar a agressão em torno do grupo de ovos, chamado de alevinos. Às vezes, seus peixes tentarão comer os alevinos. Neste caso, os ovos precisam ser separados em um tanque de "reprodução". Quando os alevinos eclodem, uma fêmea pode cuidar deles por até quatorze dias. Após este ponto, a fêmea está pronta para acasalar novamente.

É hora de decidir se eles são certos para você

Agora que você tem todas as informações necessárias para tomar uma decisão, é hora de se sentar e pensar.

Ter ciclídeos africanos pode ser muito divertido e gratificante. Eles são lindos peixes, ativos e muito emocionantes!

No entanto, a agressividade deles às vezes pode ser algo que os aquaristas não querem lidar.

Não há resposta certa ou errada aqui. A escolha certa é o que vai ser melhor para você e a vida aquática que você decidir cuidar.

Esperamos que você tenha obtido bastante valor deste guia de cuidados. Como sempre, se você tiver alguma dúvida, pode sempre entrar em contato e perguntar.

Maria Oliveira

Maria é uma entusiasta da aquariofilia, dedicando seu tempo livre ao cuidado de seus aquários meticulosamente montados. Apreciadora da tranquilidade que seus peixes proporcionam, Maria mergulha profundamente no estudo das diferentes espécies, tornando-se uma referência em seu círculo social para tudo que diz respeito a esse fascinante hobby. Com paciência e dedicação, ela cultiva não apenas belos ambientes aquáticos, mas também um espaço de serenidade e beleza em sua própria vida.

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go up

Usamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Se você continuar usando este site, assumiremos que você concorda com isso. Mais informações