Opaline Gourami: Cuidados, Companheiros de Tanque e Longevidade

Os guramis opalíneos são peixes de água doce extremamente bonitos que são um pouco subestimados na cena aquarística. E com tantos outros guramis para escolher, é entendível.

Mas há muito o que gostar nesta espécie!

Estes peixes são lindos, fáceis de cuidar e bastante ativos (esta é uma espécie muito divertida de observar). Este guia ensinará tudo o que você precisa saber sobre o cuidado com guramis opalíneos, para que você esteja pronto para conseguir alguns para você!

Tabela de conteúdos

Resumo da Espécie

O gurami opalíneo (Trichopodus trichopterus) é um peixe de água doce amigável para iniciantes com muito a oferecer para aquaristas de qualquer nível de habilidade. Às vezes chamado de gurami mármore, este peixe não ocorre naturalmente. É um produto de reprodução seletiva e é considerado uma variação distinta do famoso gurami de três spots.

Embora esta espécie particular não apareça na natureza, seus ancestrais geralmente são encontrados no Sudeste Asiático. Esses peixes tropicais vêm de pântanos e pântanos em toda a Índia, Camboja, Malásia, Filipinas e mais.

Nota do autor: Como todos os guramis, essas belezas opalíneas não são como os peixes médios! Eles têm personalidades excêntricas e comportamentos distintos que os tornam um prazer de cuidar (e os destacarão em um tanque comunitário).

Aparência

Em termos de forma corporal e silhueta, os guramis opalíneos saem do molde usual. Eles têm o mesmo perfil icônico de gurami, que é ovalado. A cabeça é ligeiramente pontiaguda perto da boca, mas a maior parte do peixe é notavelmente oval.

A forma reconhecível é principalmente devido à nadadeira anal. Ela fica na parte inferior do peixe e se estende das nadadeiras peitorais com raios até a cauda bifurcada. Claro, também há nadadeiras ventrais em forma de agulha, como se esperaria.

Um gurami opalíneo procurando comida

Essas barbatanas são delicadas e parecem quase antenas. Eles são sensíveis ao toque e desempenham um papel importante na navegação do peixe.

Quanto à cor, os guramis opalíneos são bastante chamativos. A cor base é azul prateado. No entanto, manchas de azul cobalto profundo criam um efeito mármore único. A intensidade desse padrão varia de um espécime para outro.

Red Root Floater: Guia Profundo para Cuidados com PlantasRed Root Floater: Guia Profundo para Cuidados com Plantas

Os criadores geralmente visam ter a coloração mais vívida possível, levando a alguns peixes verdadeiramente impressionantes!

Nota do autor: Machos e fêmeas parecem muito semelhantes. A única diferença principal entre os dois é a nadadeira dorsal. Nos machos, a nadadeira dorsal é longa e pontiaguda. Enquanto isso, é mais curta e arredondada nas fêmeas.

Tamanho médio do gurami opalíneo

O tamanho médio do gurami opalíneo é de cerca de 15 centímetros de comprimento quando totalmente crescido. 

A maioria dos peixes é considerada "madura" quando atinge cerca de 7,5 centímetros. Nesse ponto, eles são capazes de reprodução (mais sobre isso depois). Eles geralmente continuam a crescer um pouco até atingirem o limite superior do espectro de tamanho.

Nota do autor: Os dois principais fatores que influenciarão o tamanho desses peixes são a genética e a qualidade dos cuidados que recebem. Faça a sua parte sendo um proprietário responsável e sempre faça a lição de casa ao pesquisar possíveis vendedores!

Expectativa de vida

Em boas condições de vida, a expectativa de vida típica do gurami opalíneo é entre quatro e seis anos. Eles podem viver ligeiramente mais se você tiver sorte, mas esses casos são raros.

Como você provavelmente sabe, não há como garantir a expectativa de vida de um peixe. Há um grau de chance e prosperidade genética em jogo. Além disso, o nível de cuidado que você fornece terá um grande impacto na expectativa de vida do seu gurami opalíneo.

Cuidados com o gurami opalíneo

Na maior parte, os guramis são peixes fantásticos para iniciantes porque suas necessidades são relativamente simples. O gurami opalíneo não é diferente.

Mas, tendo dito isso, o cuidado com o gurami opalíneo ainda requer que você esteja familiarizado com algumas exigências essenciais. Esses peixes de água doce têm preferências e necessidades básicas como qualquer espécie.

Aqui estão algumas dicas essenciais sobre como dar ao gurami opalíneo a melhor vida possível.

Lucky Bamboo no Aquário: O Que Você Precisa SaberLucky Bamboo no Aquário: O Que Você Precisa Saber

Tamanho do aquário

Para guramis opalíneos adultos, o melhor é manter aquários que possam conter 130 litros de água ou mais. Você pode manter jovens em aquários de 75 litros. Mas à medida que crescem, você precisará atualizar para acomodar seu comportamento jogador e hábitos de natação vigorosos.

Nota do autor: Um aquário de 130 litros é adequado para um único peixe ou um grupo muito pequeno. Se você planeja criar um ambiente comunitário maior, é sempre melhor ir além.

Parâmetros da água

Geralmente, o melhor curso de ação é olhar para o habitat natural de um peixe em busca de orientação sobre os parâmetros da água. Como os guramis opalíneos não ocorrem naturalmente, você tem que olhar para seus parentes mais próximos: o gurami de três spots.

Esses peixes vivem em ambientes quentes e úmidos. Eles também estão acostumados com águas rasas cheias de plantas. Como resultado, o habitat tende a ser ligeiramente ácido e moderadamente difícil.

Felizmente, os guramis opalíneos também são resistentes! Eles podem se adaptar bem a uma ampla gama de parâmetros, dando a você um pouco de folga na configuração do tanque.

  • Temperatura da água: 23-28°C
  • Níveis de pH: 6.0 a 8.8 (próximo de neutro é o melhor)
  • Dureza da água: 5 a 35 dGH

Como manter os parâmetros da água adequados é uma parte tão importante do cuidado com o gurami opalíneo, você precisa garantir que tenha um kit de testes de água confiável em mãos. Isso permitirá monitorar o estado do seu tanque e fazer ajustes quando necessário (antes que problemas surjam).

O que colocar dentro do tanque

Os guramis opalíneos não são muito exigentes quanto à decoração. O objetivo aqui é adicionar itens que funcionem com a aparência e o estilo de vida deles!

Um gurami opalíneo explorando o interior do tanque

Começando com o substrato, opte por algo escuro. Os guramis opalíneos se movem por toda a coluna de água, então não se importam muito com o material exato. Se você escolher seixos ou areia fina, uma cor mais escura fará com que os tons de azul maravilhosos e o efeito mármore se destaquem!

Em seguida, você pode adicionar algumas plantas e decorações modestas aqui e ali. Esses peixes são relativamente confiantes, mas ainda é uma boa ideia ter algumas plantas para abrigo sempre que precisarem de conforto. No entanto, você não precisa enlouquecer e cobrir todo o tanque com densa vegetação.

Nota do autor: Na verdade, você pode se dar melhor mantendo a maior parte do tanque aberta. Esses peixes são nadadores ativos. Além disso, eles são peixes labirinto!

Guia Completo para o Cuidado da Planta Rotala IndicaGuia Completo para o Cuidado da Planta Rotala Indica

Eles pertencem a uma classe única de peixes que podem respirar ar atmosférico. Os guramis opalíneos devem ter acesso à superfície da água para respirar, então faça o possível para manter o crescimento das plantas gerenciável.

Doenças potenciais comuns

Os guramis opalíneos estão à mercê do ambiente em que se encontram. Cuidados insuficientes e um tanque mal conservado poderiam fazer com que esses peixes sofressem de uma ampla gama de doenças.

Eles são suscetíveis a todos os problemas de saúde comuns. No entanto, algumas condições parecem ser mais prevalentes do que outras.

O Ich e a doença do buraco na cabeça são bastante comuns em guramis opalíneos. Infecções parasitárias causam ambas as condições. Com o Ich, manchas brancas começam a se formar por todo o corpo. Para a doença do buraco na cabeça, você pode ver cavidades profundas em torno da linha lateral e da cabeça.

Felizmente, essas doenças são tratáveis. Se você perceber algo errado, deve agir rapidamente! O Ich pode se espalhar por todo o aquário fechado, enquanto a doença do buraco na cabeça geralmente leva a infecções bacterianas. Coloque seu peixe em quarentena no momento em que perceber os sintomas e forneça tratamento.

Nota do autor: A melhor maneira de evitar doenças é manter o tanque e as condições da água. Teste regularmente e faça mudanças de água de 25 por cento a cada duas semanas, mais ou menos. Isso ajudará a manter seus peixes saudáveis e os níveis gerais de estresse baixos.

Alimentação e dieta

O gurami opalíneo é um onívoro faminto que consumirá praticamente qualquer coisa que você forneça. Eles se saem melhor com uma dieta equilibrada de alimentos à base de algas e lanches ricos em proteínas.

Como fonte primária de nutrientes dietéticos, forneça flocos ou péletes comerciais. Procure fórmulas balanceadas que foquem na vibração das cores para os melhores resultados. Você pode fornecer duas pequenas refeições por dia para manter seu peixe feliz e saudável.

Algumas vezes por semana, tente oferecer alimentos ricos em proteínas! Os guramis opalíneos adoram minhocas de sangue, artemia e outros alimentos populares de aquário.

Nota do autor: Curiosamente, os guramis opalíneos também procurarão qualquer hidra. A hidra é um micro-organismo praga minúsculo. Na verdade, a maioria dos peixes de água doce realmente não pode comer hidra, então os guramis opalíneos podem ser bastante úteis nesse sentido!

Além de alimentos ricos em proteínas, você pode tentar legumes branqueados como ervilhas. Os guramis opalíneos não são exigentes, então sinta-se à vontade para experimentar e ver o que eles gostam!

Comportamento e temperamento

Os guramis opalíneos são geralmente peixes de água doce pacíficos. Eles podem se sair bem como peixes comunitários com outras espécies.

No entanto, esta variedade de gurami em particular é um pouco mais territorial do que a maioria. Os machos muitas vezes se chocam se forem mantidos em um tanque muito pequeno para o par. Peixes adultos também podem intimidar os menores.

Gurami opalíneo em um aquário de água doce

No final das contas, o temperamento e o comportamento agressivo variam de um peixe para outro. Manter um olho neles em um tanque comunitário é primordial. A maioria não terá problemas, mas você sempre deve observá-los e abordar comportamentos problemáticos.

Ao longo do dia, os guramis opalíneos são um prazer de assistir! Como mencionado anteriormente, esses peixes podem respirar ar atmosférico. Eles têm um órgão especial do labirinto. Você pode vê-los bebendo ar da superfície de vez em quando.

Quando não estão fazendo isso, você pode encontrar esses peixes nadando e explorando alegremente. Eles são surpreendentemente ativos, então sempre há um show para aproveitar!

Companheiros de tanque

Os guramis opalíneos podem ser semi-agressivos, dependendo dos companheiros de tanque e do ambiente.

A melhor maneira de manter a paz é emparelhar esses peixes com espécies não agressivas do mesmo tamanho. Evite qualquer coisa significativamente menor que o gurami. Rapidamente se tornará o jantar!

Também é importante evitar os mordedores conhecidos de barbatana. Essas barbatanas ventrais delicadas no gurami opalíneo podem se tornar alvos para valentões menores.

Não tem certeza por onde começar com um tanque comunitário de gurami opalíneo? Experimente esses companheiros de tanque:

Reprodução

A reprodução de guramis opalíneos é uma experiência relativamente fácil e gratificante. O processo é interessante!

Esses peixes constroem ninhos de bolhas para depositar seus ovos. Os machos também exibem algum comportamento protetor em relação aos ovos, o que não é comum no reino animal. Mesmo assim, é uma boa ideia fornecer um tanque de reprodução separado para maximizar as taxas de sobrevivência das crias.

O tanque de reprodução deve ser raso. Você só precisa de cinco a seis polegadas de profundidade. Use filtragem de turfa para condicionar a água e instale alguns filtros de esponja para manter as crias seguras uma vez que eclodirem.

Mantenha a temperatura da água morna. Cerca de 27°C é ideal para iniciar o desove. Para desencadear o processo de reprodução, você também pode fornecer muitos lanches ricos em proteínas.

A fêmea começará a inchar com os ovos. Em resposta, o macho construirá o ninho de bolhas. Quando estiverem prontos, os peixes desovarão abaixo do ninho. À medida que ela libera os ovos, eles flutuarão para cima até o ninho para incubar.

Você pode remover a fêmea depois que ela depositar os ovos. Os machos os guardarão pelos próximos dias antes que eclodam. Depois que as crias emergirem, elas se alimentarão do saco vitelino por mais alguns dias. Uma vez que estiverem nadando livremente, você poderá remover o macho adulto e alimentar os bebês com infusórios ou ração em pó.

Conclusão

O cuidado com o gurami opalíneo é realmente simples uma vez que você entenda as necessidades básicas desta espécie. Com exceção de algum comportamento agressivo raro, você não deverá ter problemas para manter esses peixes felizes e saudáveis.

Esperamos que você tenha achado este guia útil e dê uma chance a esta adorável espécie! Eles são um dos nossos favoritos.

Maria Oliveira

Maria é uma entusiasta da aquariofilia, dedicando seu tempo livre ao cuidado de seus aquários meticulosamente montados. Apreciadora da tranquilidade que seus peixes proporcionam, Maria mergulha profundamente no estudo das diferentes espécies, tornando-se uma referência em seu círculo social para tudo que diz respeito a esse fascinante hobby. Com paciência e dedicação, ela cultiva não apenas belos ambientes aquáticos, mas também um espaço de serenidade e beleza em sua própria vida.

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go up

Usamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Se você continuar usando este site, assumiremos que você concorda com isso. Mais informações