Red Root Floater: Guia Profundo para Cuidados com Plantas

A raiz vermelha flutuante é uma planta aquática popular que você vê em aquários de água doce em todo o mundo. Ela é conhecida por ser de baixa manutenção, bonita e benéfica para a saúde de um aquário.

Este guia abrange tudo o que você precisa saber sobre essa planta. Do cuidado à propagação, cobrimos você!

Tabela de conteúdos

Resumo da Espécie

A raiz vermelha flutuante (Phyllanthus fluitans) é uma linda samambaia flutuante que pode adicionar muita vida ao seu aquário. Ela é colorida vibrantemente e responde bem a uma ampla gama de ambientes de crescimento. A natureza flutuante da planta resulta em algumas estéticas únicas acima e abaixo da superfície da água.

Planta de raiz vermelha flutuante em um aquário de água doce

Essa planta é nativa da América do Sul e Central. É mais comum na bacia do rio Amazonas, onde cresce em canais e lagoas com água estagnada.

Nas comunidades de aquarismo e aquariofilia, as raízes vermelhas flutuantes estão em alta demanda! Elas prosperam na maioria dos habitats e não exigem muita experiência para manter saudáveis. Com os muitos benefícios que proporcionam, cuidar desta planta é moleza!

Os Benefícios de Tê-la no Seu Aquário

Além dos atrativos estéticos, as raízes vermelhas flutuantes têm muito a oferecer aos aquaristas.

Primeiro e acima de tudo, essa planta fornece um abrigo muito necessário no aquário. Se você tem peixes tímidos ou pequenas criaturas vulneráveis a companheiros de aquário maiores, as raízes vermelhas flutuantes podem fornecer alguma segurança. Embora finas, as raízes são densas e penduram-se na coluna de água.

Pequenos peixes podem nadar entre elas para alguma cobertura e proteção. Mesmo peixes brincalhões vão adorar! Se você planeja reproduzir peixes ou camarões, uma planta aquática flutuante como essa também pode maximizar as taxas de sobrevivência.

Outro benefício notável é a cobertura da superfície da planta. As raízes vermelhas flutuantes se espalham rapidamente. Não demoram muito para cobrir toda a superfície da água.

Esse processo difunde a luz, criando um ambiente melhor para muitas espécies de peixes e invertebrados.

Lucky Bamboo no Aquário: O Que Você Precisa SaberLucky Bamboo no Aquário: O Que Você Precisa Saber

Nota do Autor: Não só isso, mas a luz filtrada também pode gerenciar o crescimento das algas. As algas precisam de luz solar e nutrientes para florescer. A raiz vermelha flutuante os priva de ambos!

Finalmente, há a questão da melhoria da água.

Quando essa planta cresce, elas puxam nutrientes pelas raízes como qualquer outra planta. Como as raízes estão submersas na água, elas impactam diretamente o habitat fechado. As plantas flutuantes podem ajudar a oxigenar a água e remover toxinas que poderiam prejudicar seus peixes.

Aparência

Na superfície, as raízes vermelhas flutuantes parecem um delicado "chão" de cobertura. Possui folhas em forma de coração minúsculas e arredondadas. Cada uma tem uma cavidade profunda para criar uma forma distinta.

As folhas são hidrofóbicas. Qualquer água que respingue nelas deslizará!

Nota do Autor: O aspecto mais notável das folhas é a cor. Em iluminação padrão, elas podem parecer verde claro ou amarelo. Mas em iluminação intensa, elas mudarão para um vermelho profundo e vibrante! A mudança é completamente normal e não reflete a saúde da planta.

Se as condições da água forem impecáveis, você pode ver pequenas flores aparecerem! São flores brancas de seis pétalas com minúsculos estames visíveis. O florescimento é raro, mas é uma visão deslumbrante não obstante.

Lá embaixo, a raiz vermelha flutuante é tão bonita quanto. A planta recebe seu nome comum da rica cor vermelha do sistema de raízes.

Os tendrídeos individuais da raiz são minúsculos e delicados. No entanto, as raízes crescem em grandes touceiras para criar lindas massas pelas quais os peixes podem nadar.

Tamanho e Taxa de Crescimento

As plantas de raiz vermelha flutuante têm uma taxa de crescimento de moderada a alta. Em boas condições de água, pode se espalhar muito rapidamente!

Guia Completo para o Cuidado da Planta Rotala IndicaGuia Completo para o Cuidado da Planta Rotala Indica

Se você não for vigilante na manutenção, poderá acabar com um denso tapete de folhas flutuando na superfície. Isso pega muitos aquaristas inexperientes de surpresa. Felizmente, controlar o crescimento da planta não é tão complicado com a poda (mais sobre isso depois).

As folhas individuais da raiz vermelha flutuante começam pequenas. Mas, elas têm o potencial de crescer até cerca de 2,5 cm de comprimento.

Nota do Autor: Como mencionado anteriormente, as raízes são finas. A maioria não fica mais grossa que cerca de 1 milímetro. Quanto à profundidade, os sistemas de raízes saudáveis podem pendurar de 12 a 15 centímetros abaixo da superfície.

Cuidados com a Raiz Vermelha Flutuante

Novato ou aquarista experiente, cuidar da raiz vermelha flutuante é fácil de administrar! É uma das plantas aquáticas mais fáceis de cultivar e cultivar.

Dito isso, ainda há algumas noções básicas a serem abordadas. A raiz vermelha flutuante pode se adaptar à maioria das condições do aquário, mas se você quiser dar a ela a melhor chance possível de prosperar, deve seguir as recomendações abaixo!

Tamanho do Aquário

As raízes vermelhas flutuantes se adaptam ao tamanho do aquário, então você pode ser bastante flexível. Dito isso, recomendamos cultivá-las em um tanque que tenha no mínimo 19 litros.

Para o maior impacto visual possível, foque no comprimento e na largura em vez da profundidade. Obviamente, se você tem peixes no seu aquário, as necessidades deles devem ser a prioridade, mas um tanque comprido seria ideal.

Contrariando a crença popular, você não precisa de um aquário superprofundo para ajudar essa planta a florescer.

Nota do Autor: Ter uma grande área de superfície de água disponível para essa planta é o mais importante aqui. A raiz vermelha flutuante é perfeitamente capaz de se espalhar para preencher até aquários enormes!

Parâmetros da Água

Essa planta cor-de-rosa altamente adaptável se sai bem em uma ampla gama de condições. Essa é uma das muitas razões pelas quais o cuidado com a raiz vermelha flutuante é tão simples!

Sterbai Cory 101: Cuidados, Alimentação e MaisSterbai Cory 101: Cuidados, Alimentação e Mais

Como sempre, chegar o mais próximo possível de suas condições naturais de crescimento é o melhor. Isso significa focar em biótipos tropicais. A água deve ser morna e rica em nutrientes.

Várias plantas aquáticas de raiz vermelha flutuante com peixes nadando em baixo

CO2 não é necessário como algumas outras plantas, mas a raiz vermelha flutuante pode se beneficiar de suplementos naturais como ferro. Apenas certifique-se de que os fertilizantes sejam seguros para quaisquer criaturas aquáticas que você tenha no tanque!

Aqui estão alguns parâmetros básicos de que a raiz vermelha flutuante precisa para prosperar. Além do seguinte, certifique-se de que o tanque tenha fluxo de água muito mínimo! Correntes fortes só vão interromper o ciclo de crescimento.

  • Temperatura da água: 21°C a 28°C
  • Níveis de pH: 6,5 a 7,5 (condições neutras)
  • Dureza da água: 0 a 30 dGH

Nota do Autor: Caso você não tenha um já, um kit de testes de água preciso será de grande ajuda para ajudá-lo a gerenciar a saúde geral do seu aquário.

Iluminação

As plantas de raiz vermelha flutuante requerem um ciclo dia e noite normal para permanecerem saudáveis. Cerca de 6 a 8 horas de luz é o mínimo!

No entanto, você também pode aumentar a exposição para obter a aparência desejada. A capacidade de alcançar a estética que deseja com a iluminação é apenas um dos muitos motivos pelos quais essa planta é tão popular.

Em iluminação baixa a média, as folhas permanecem verde vibrante. Você pode notar alguns toques de vermelho nas bordas, mas a exposição à luz padrão faz com que a planta se pareça com uma samambaia flutuante comum.

Para fazer com que a coloração vermelha apareça, aumente a quantidade de luz que ela recebe. A iluminação alta transforma as folhas no característico vermelho rosado!

Substrato

Aqui vai uma boa notícia: as raízes vermelhas flutuantes não precisam de substrato!

Como já mencionamos, esta é uma planta flutuante. O sistema de raízes permanece suspenso na água e não faz contato com o fundo.

Agora, as raízes vermelhas flutuantes podem crescer em substratos de lama e areia em alguns casos. Mas em um ambiente de aquário típico, isso não é algo com que você precisa se preocupar.

Como Plantar

Plantar a raiz vermelha flutuante é tão fácil quanto simplesmente colocar a planta jovem no seu aquário. A maioria das lojas de animais as vende como pequenas massas de raiz do tamanho de uma moeda. Eles podem ter apenas duas ou três folhas neles.

Uma vez que as condições da água estiverem corretas, a planta crescerá e se espalhará rapidamente.

Nota do Autor: Alguns aquaristas gostam de usar tubos plásticos transparentes para manter a planta contida. Essa técnica pode criar uma janela de água aberta. No entanto, a técnica de confinamento é temporária, na melhor das hipóteses. A planta ainda pode se espalhar além dos limites com facilidade com o tempo.

Antes de introduzir a planta no seu tanque, não se esqueça de colocá-la em quarentena primeiro. Nunca adicione uma raiz vermelha flutuante, ou qualquer planta, para esse assunto, diretamente ao seu aquário principal sem quarentena.

Isso ocorre porque as plantas podem vir com pesticidas químicos ou conservantes tóxicos para seus peixes.

Ainda pior, ela pode estar abrigando alguns clandestinos. Plantas infectadas estão entre as maneiras mais comuns de aquaristas introduzirem caracóis indesejados, parasitas e insetos predadores na mistura.

Poda e Poda

A poda é uma das partes mais importantes do cuidado com a raiz vermelha flutuante. A propagação é tão prolífica que o padrão de crescimento pode facilmente sair do controle!

Faça um hábito de podar o crescimento excessivo. Concentre-se nas folhas que estão começando a submergir. Você também pode pinçar folhas que estão se aproximando de 2,5 cm.

Aparar a planta deve ser uma coisa regular. Se você deixar a planta florescer por muito tempo sem intervenção, a folhagem superior superlotará. Isso não só não é saudável para a planta, mas poderia causar uma difusão de luz excessiva para a vida abaixo.

Invista em algumas tesouras de poda simples para fazer o serviço. Basta cortar toda a folha na base e descartar as aparas fora do tanque. Você não quer deixar recortes para trás, pois eles só irão apodrecer e causar flutuações extremas nas condições da água.

Nota do Autor: Você também pode podar as raízes se elas começarem a ficar desenfreadas. Recomendamos manter pelo menos alguns centímetros por segurança.

Companheiros de Tanque

Essa planta pode fazer muito para melhorar qualquer tanque! A maioria dos peixes apreciará a cobertura e a influência que a planta tem na água. No entanto, existem algumas exceções.

A raiz vermelha flutuante é uma planta que é melhor para peixes que gostam de ter cobertura e difusão de luz naturais. Por causa de sua propagação rápida, é melhor ficar com animais aquáticos menores. Peixes maiores podem ficar emaranhados nas raízes, o que representa um grave risco à saúde e segurança.

Também é uma boa ideia evitar peixes que possam ver a planta como alimento. Peixes dourados e Oscar são notórios por arruinar as raízes vermelhas flutuantes.

Felizmente, a lista de peixes e invertebrados compatíveis é muito maior! Aqui estão alguns bons companheiros de tanque que podem conviver pacificamente com a planta de raiz vermelha flutuante:

Propagação

Existem algumas maneiras diferentes de propagar raízes vermelhas flutuantes.

Como muitas outras plantas, a raiz vermelha flutuante pode se espalhar naturalmente por meio de sementes. Isso ocorre quando as flores desabrocham e são fertilizadas. Você pode facilmente remover a nova planta que resulta desse evento.

O florescimento e a produção natural de sementes é uma visão linda de testemunhar. No entanto, também é muito raro. As condições têm que ser impecáveis para desencadeá-lo. A maioria das plantas se espalhará pelas raízes.

Você pode ver pequenas plantas "filhas" aparecerem próximas às maiores. Se você olhar embaixo d'água, verá uma raiz rizoma horizontal que sai do caule primário. Para propagar a planta, corte a raiz e cultive-a em outro lugar.

Finalmente, há a propagação do caule. Este método é ideal se você tiver uma planta maior que precise reduzir.

Corte o caule da planta entre um aglomerado de folhas e uma raiz. Mover o pedaço cortado para um tanque separado resultará em uma planta completamente nova.

Considerações Finais

Como você provavelmente pode perceber, o cuidado com a raiz vermelha flutuante é algo que qualquer um pode fazer. Você não precisa ser um aquarista experiente ou um mestre em aquascaping, basta pegar essa planta e adicioná-la ao seu tanque!

Avise-nos se tiver dúvidas sobre algo que não abordamos no guia de cuidados. Estamos mais do que felizes em ajudar!

Maria Oliveira

Maria é uma entusiasta da aquariofilia, dedicando seu tempo livre ao cuidado de seus aquários meticulosamente montados. Apreciadora da tranquilidade que seus peixes proporcionam, Maria mergulha profundamente no estudo das diferentes espécies, tornando-se uma referência em seu círculo social para tudo que diz respeito a esse fascinante hobby. Com paciência e dedicação, ela cultiva não apenas belos ambientes aquáticos, mas também um espaço de serenidade e beleza em sua própria vida.

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go up

Usamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Se você continuar usando este site, assumiremos que você concorda com isso. Mais informações