Jardini Arowana: Dieta, Tamanho do Tanque e Longevidade

Os jardinis arowanas são enormes e intimidantes peixes de água doce que não são adequados para muitos aquaristas. Mas se você tem a experiência necessária (e espaço), então ter um pode ser incrivelmente gratificante.

Leia este guia para aprender sobre as diretrizes de cuidados para esta espécie. Nós cobriremos o tamanho deles, expectativa de vida, tamanho ideal do aquário, requisitos alimentares e mais!

Tabela de conteúdos

Resumo da Espécie

O jardini arowana (Scleropages jardinii) é uma espécie de peixe de água doce única com muitos nomes diferentes. Às vezes é referido como arowana australiano. Em outros círculos, eles o chamam de macaco de água!

Jardini arowana nadando em um grande aquário

Seja como for que você o chame, não há como negar que este peixe é bastante interessante. É nativo de corpos d'água na Austrália e Nova Guiné. Eles normalmente habitam planícies inundadas, riachos de água lenta e pântanos.

Em cativeiro, esses peixes podem ser um verdadeiro desafio para os aquaristas. Não apenas seu tamanho puro os torna difíceis de manter, mas sua natureza predatória pode ser um pesadelo sem planejamento adequado.

Muitos consideram que o cuidado com jardini arowana só pode ser alcançado por aquaristas experientes. Mesmo assim, muita pesquisa e uma profunda compreensão das necessidades do peixe é obrigatória.

Aparência

Os peixes arowana têm uma aparência distinta que é fácil de identificar, e o jardini não é exceção.

O corpo do peixe é longo e esguio. Tanto a nadadeira dorsal quanto a anal estão localizadas bem atrás no corpo, terminando pouco antes da cauda. As nadadeiras são todas radiadas, mas são comparativamente pequenas, considerando o comprimento do peixe. Como resultado, muitos os confundem com pequenas enguias!

A cabeça e a boca estão entre as características mais definidoras do arowana. A espécie tem olhos grandes e arredondados e um rosto pontiagudo. A boca é voltada para cima, e o peixe pode abri-la em uma enorme mandíbula para caçar suas presas.

Na ponta da boca há alguns barbilhões. Os apêndices semelhantes a bigodes são sutis, mas desempenham um papel importante nos hábitos de caça do peixe. Mas não é só isso.

Pleco Real: Crescimento, Alimentação e Mais!Pleco Real: Crescimento, Alimentação e Mais!

Dentro da mandíbula, o jardini arowana tem uma linha de dentes pontiagudos! Eles são perfeitos para mastigar presas, mas podem apresentar um risco de segurança se seu peixe confundir seu dedo com comida!

Nota do Autor: O dimorfismo sexual é sutil. Machos e fêmeas são quase idênticos, mas os machos geralmente têm nadadeiras anais mais longas, nadadeiras peitorais mais baixas e barbilhões mais compridos.

A cor é relativamente abafada na maioria dos jardinis arowanas. O padrão é prateado-cinza ou ligeiramente bege. No entanto, as escamas criam um lindo brilho na luz certa. Você pode encontrar peixes com coloração preta ou latão. Peixes de cor coral raros também existem.

Expectativa de Vida

Não há como garantir quanto tempo um peixe viverá. Como qualquer outra espécie, o jardini arowana pode sucumbir a doenças e morte prematura. Eles são um dos peixes de água doce mais sensíveis, portanto, um cuidado de alta qualidade é primordial.

Em condições de vida adequadas, a expectativa de vida média de um jardini arowana é entre 10 e 20 anos.

Nota do Autor: Vale ressaltar que isso é apenas em cativeiro. Na natureza, essa espécie é conhecida por viver até 50 anos!

Tamanho Médio do Jardini Arowana

Um dos maiores desafios que você enfrentará ao criar peixes jardini arowana é seu tamanho massivo. Eles podem ter apenas alguns centímetros de comprimento quando você os compra pela primeira vez de um criador ou loja de peixes como juvenis, mas essa espécie cresce rápido.

Com a dieta certa, o arowana pode crescer cerca de dois centímetros por mês. Quando eles têm um ano e meio de idade, atingem seu tamanho total. Então, quão grandes esses peixes ficam?

O tamanho médio de um jardini arowana em cativeiro é de 24 polegadas! Na natureza, este peixe é capaz de crescer para atingir 36 polegadas de comprimento.

Cuidados

Um peixe tão grande e agressivo quanto o jardini arowana pode ser difícil de lidar. Esta espécie não é para os fracos ou inexperientes, mas não deixe que sua dificuldade o impeça de assumir o desafio se você estiver preparado (seja honesto consigo mesmo sobre isso).

Purple Firefish: Dieta, Tamanho do Tanque e DoençasPurple Firefish: Dieta, Tamanho do Tanque e Doenças

O jardini arowana pode ser uma alegria de se cuidar e muitas vezes se torna a peça central da coleção de um hobbyista. Sua beleza e comportamento únicos sempre chamam a atenção.

Para garantir que seus peixes vivam vidas longas, felizes e saudáveis, siga as diretrizes de cuidados abaixo.

Tamanho do Aquário Jardini Arowana

Se você quiser manter jardini arowana, prepare-se para investir em um aquário enorme! Com tamanhos médios chegando a 24 polegadas, um aquário pequeno ou mesmo moderadamente grande não é adequado. 

Você precisa de um tamanho de tanque de pelo menos 180 galões para manter esses peixes saudáveis. Se possível, aumente esse volume para 200 galões ou mais. Qualquer coisa menor que 180 galões não funcionará com o estilo de vida desse peixe.

Não é incomum ver esses peixes vivendo em grandes lagoas nos quintais. Se você mora em uma área com um bom clima, lagoas de mais de 500 galões poderiam ser a melhor solução para esta espécie.

Tecnicamente, você pode ir menor durante a fase juvenil. Muitos aquaristas começam com um aquário de 75 galões à medida que criam juvenis. Mas, dado o rápido crescimento do peixe, é apenas uma questão de tempo antes que as atualizações sejam necessárias.

Aquários de 180 galões são suficientes para um único jardini arowana e possivelmente alguns peixes de fundo

Nota do Autor: Ao escolher um habitat, concentre-se no comprimento em vez da altura. Esta espécie gosta de ficar perto da superfície da água, mas nada para frente e para trás e precisa de muito espaço para girar.

Parâmetros da Água

O ambiente natural do jardini arowana é único. Eles vêm de riachos relativamente rasos e pântanos. Às vezes, eles até residem em pântanos.

Aqueles corpos d'água geralmente são ácidos e têm uma pequena acidez. Ao configurar seu tanque, o melhor a se fazer é criar condições de vida semelhantes.

Scoly Coral: Fragmentação, Alimentação e CompanheirosScoly Coral: Fragmentação, Alimentação e Companheiros

Dê ao seu tanque tempo para ciclar por até oito semanas antes de introduzir seus peixes. Os jardinis arowanas são sensíveis a alterações de parâmetros, portanto, eles precisam de um tanque bem estabelecido para prosperar. Também é importante monitorar as condições continuamente.

A estabilidade é a chave, portanto, verificações regulares da água e mudanças parciais frequentes da água são necessárias. Aqui estão os parâmetros principais da água a serem seguidos ao configurar seu tanque.

  • Temperatura da água: 75 a 86 graus Fahrenheit (Por volta de 82 graus é o ponto ideal)
  • Níveis de pH: 6,0 a 7,5 (Leve acidez)
  • Dureza da água: até 16 dKH

Configuração do Tanque

O jardini arowana gosta de coisas relativamente simples quando se trata de decoração e configuração do tanque. Os aquários de água doce exagerados que espécies sul-americanas e africanas preferem são simplesmente demais para este peixe.

Você deve lembrar do ambiente natural de onde essa espécie vem. Ele é nativo de pântanos, riachos e, às vezes, pântanos rasos. Eles ficam na parte superior da coluna de água e raramente se aventuram abaixo.

Full grown Scleropages jardinii

Por causa disso, a simplicidade é o melhor.

Comece com uma camada de areia ou substrato de pedra. O jardini não é exigente quanto ao substrato, mas a areia ou as pedras podem criar uma sensação mais natural. 

Adicione uma grande peça de madeira à deriva e pronto. O substrato servirá como enriquecedor de água, ajudando a manter os níveis de acidez à medida que se deteriora e libera taninos. Também apoiará a vida vegetal.

Os jardinis arowana adoram tanques ricamente plantados. Você pode ser criativo com a vegetação, mas para apoiar o estilo de vida do peixe, certifique-se de adicionar muitas plantas flutuantes.

Eventualmente, eles se fixarão na madeira à deriva para cimentar o habitat. Não exagere nas plantas. Muita vegetação é bom, mas o jardini arowana ainda precisa de espaço aberto para nadar.

Para equipamentos, invista em um filtro potente. Esses peixes grandes produzem resíduos significativos e você precisa de um sistema de filtração sólido para lidar com tudo. Use a bomba do seu filtro para criar uma corrente moderada.

Os peixes jardini arowana apreciam oxigenação e frequentemente nadarão contra a corrente, como fazem na natureza.

Nota do Autor: Lembre-se de finalizar tudo com um tanque seguro. Este peixe ganha seu apelido de "macaco de água" por seu hábito de pular para fora da água para pegar presas. Eles tentarão fazer isso em cativeiro, então uma tampa bem ajustada é obrigatória se você não quiser encontrar seu peixe no chão!

Possíveis Doenças Comuns

Apesar de sua natureza formidável, o jardini arowana não é imune a doenças. É um peixe sensível que não tolerará mudanças ambientais substanciais. Cuidados excelentes com monitoramento regular, mudanças frequentes de água e um sistema de filtragem sólido são necessários para manter esses peixes saudáveis.

Quando as condições pioram, este peixe sofrerá de uma ampla gama de doenças. Eles podem experienciar todas as enfermidades de água doce comuns, como ich. No entanto, alguns dos problemas mais comuns são:

  • Necrose branquial
  • Doença da bexiga natatória
  • Queda do olho

A necrose branquial é um produto de condições precárias da água. Esporos fúngicos se desenvolvem na água e fluem para as brânquias do arowana. O resultado é uma infecção potencialmente letal.

Você pode evitar a necrose branquial mantendo o tanque bem e realizando mudanças frequentes de água para manter os níveis de amônia sob controle.

A doença da bexiga natatória geralmente é resultado de problemas dietéticos. A superalimentação pode causar problemas de constipação. Quando isso acontece, o órgão que influencia a flutuabilidade sai do controle, criando dificuldades de natação para o peixe.

Finalmente, temos uma condição conhecida como queda do olho. Esta condição única afeta apenas peixes com propensão para natação rápida e saltos. Quando um jardini arowana tenta pular para fora de um tanque fechado, eles batem a cabeça, fazendo com que os olhos caiam.

Se isso acontecer, o melhor a se fazer é cobrir os lados do tanque. Isso força o peixe a olhar para cima o tempo todo. Pode corrigir a queda do olho e tornar o peixe mais ciente do obstáculo acima deles.

Alimentação e Dieta

Os jardinis arowanas são carnívoros absolutos! Eles são predadores e frequentemente fazem de tudo para pegar presas na natureza. Para manter seu peixe saudável, você deve fornecer uma dieta semelhante em cativeiro.

Você pode fornecer uma mistura saudável de alimentos ricos em proteínas. O peixe prefere insetos vivos como minhocas, vermes de sangue e grilos. A maioria desses itens é facilmente obtida em lojas de animais de estimação.

Alguns aquaristas também fornecem rãs vivas, peixinhos e camarões. Muitas lojas vendem peixes dourados vivos, mas resista à tentação de dar esses peixes como refeições. Eles podem introduzir parasitas e bactérias em seu tanque, causando mais problemas do que valem.

Há muitos outros alimentos ricos em proteínas disponíveis, portanto, não há necessidade de recorrer a peixes alimentadores potencialmente propensos a doenças.

Também é uma boa ideia fornecer vitaminas. Alimentos enriquecidos com vitaminas estão disponíveis como bastões, péletes e cubos congelados. Faça seu peixe se acostumar a comer peixes não vivos desde cedo e eles não terão problemas em comer suplementos vitamínicos.

Nota do Autor: Os juvenis precisam comer duas vezes ao dia e obter tanta comida quanto podem em dois minutos. Mantenha essa regra de dois minutos. Isso ajudará você a evitar a superalimentação e poupará a limpeza de sobras antes que apodreçam.

À medida que seu arowana cresce, faça a transição lentamente para uma refeição por dia.

Comportamento e Temperamento

Os jardinis arowana podem ser criaturas temperamentais. Eles são predadores com tendências naturalmente agressivas! Está na natureza deles, então é algo com que você sempre deve planejar.

É possível manter os jardinis arowana com outros peixes (mais sobre isso em um instante). No entanto, eles ficam perfeitamente satisfeitos vivendo sozinhos. Em qualquer situação, o peixe geralmente passa seus dias pastando a superfície.

Eles fazem isso para procurar comida. Mesmo que seu tanque esteja coberto, seus instintos os obrigam a estar atentos ao que voa acima da água. Como mencionado anteriormente, eles podem pular para fora da água para pegar insetos e outros animais de presa.

Esta espécie raramente se aventura até o fundo do tanque, mas explorará o espaço disponível para nadar.

Companheiros de Tanque

Não se pensaria que um peixe agressivo como o jardini arowana poderia ter companheiros de tanque, mas pode. Tudo se resume às tendências do seu peixe. Alguns são mais agressivos que outros e você deve usar seu melhor julgamento para determinar se os companheiros de tanque são possíveis.

Os melhores companheiros são peixes de tamanho semelhante que o jardini arowana não consegue comer. Se você tiver um tanque grande o suficiente, poderia tentar o seguinte:

  • Peixe Oscar
  • Peixe Facão Preto Fantasma
  • Guramis gigantes
  • Ciclídeo Jaguar
  • Peixes-palhaço
  • Peixes de fundo Plecos

Sempre observe seu arowana. Um grande tanque e muita decoração para os outros peixes se esconderem ajudarão a manter a agressão sob controle, mas não há garantias com esta espécie.

Reprodução

Reproduzir jardini arowana em cativeiro é possível, mas não é fácil. Primeiro, você precisa de um tanque de reprodução enorme. Um par de jardinis arowanas reprodutores precisa de um habitat de pelo menos 600 galões. Por causa disso, a maioria dos criadores usa um lago externo.

Coloque um par emparelhado no lago que não está completamente preenchido. Enquanto os preparam para a desova, forneça alimentos proteicos premium e preencha lentamente o lago até o topo. O processo de preenchimento replica as condições da estação chuvosa, a época em que esses peixes se reproduzem naturalmente na natureza.

Os jardinis arowanas são incubadores bucais. As fêmeas botam até 200 ovos. Em seguida, o macho fertiliza-os e os recolhe na boca para incubação. Eles permanecem na boca por cerca de dois meses antes de eclodirem.

Você não precisa se preocupar em remover os pais depois que os ovos eclodem. Ambos protegem ferozmente a ninhada e continuam cuidando deles por mais um mês, mais ou menos. Mesmo depois disso, a mãe abrirá a boca quando houver perigo, permitindo que os peixinhos se escondam em sua boca!

Conclusão

Para muitos, possuir um jardini arowana não é realista. Esses peixes exigem uma extensa experiência e espaço suficiente para prosperar.

Mas se você é um aquarista capaz de cuidar desta espécie, arrisque! Esses peixes únicos podem ser muito gratificantes de se possuir.

Ana Santos

Ana cultivou um fascínio por aquariofilia desde pequena. Com um olhar atento e uma paixão por peixes, ela criou seu próprio santuário aquático em casa. Hoje, Ana é uma referência na comunidade de aquariofilia brasileira, compartilhando seu conhecimento e promovendo a preservação dos ecossistemas aquáticos através de workshops e palestras. Com dedicação e amor, Ana transformou sua paixão em uma jornada de aprendizado e descobertas constantes no mundo subaquático.

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go up

Usamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Se você continuar usando este site, assumiremos que você concorda com isso. Mais informações