Siamese Algae Eaters: O Único Guia que Você Precisa

Se você está procurando um peixe de água doce que ajudará a reduzir a quantidade de algas no seu aquário, não procure mais que o comedor de algas siamês.

Esses peixes têm sido usados como uma opção principal para aquaristas de água doce de vários níveis de experiência há anos, e isso não vai parar tão cedo.

Aqui está o porquê:

Eles são peixes divertidos e sociais que podem se dar bem com praticamente qualquer outra espécie que você tenha no seu aquário.

Eles também são de baixa manutenção e não exigem uma quantidade extensa de cuidados para prosperar. Isso é um grande atrativo para muitos donos de aquários.

Nós também achamos que eles são peixes bonitos! Claro, eles não vão chocar com a cor como um cíclido africano, mas achamos que eles têm uma certa beleza discreta.

Mas, no final das contas, eles têm reputação por uma coisa específica:

Devorar algas.

Essa combinação os tornou peixes muito populares, e é por isso que eles foram um dos primeiros peixes sobre os quais queríamos escrever um guia de cuidados!

Tabela de conteúdos

Visão geral da espécie

Os comedores de algas siameses (Crossocheilus siamensis ou Crossocheilus oblongus) são habitantes de água doce que são membros da família de peixes carp chamada Cyprinidae.

Guia de Cuidados com Musgo Java (E Estratégia para Carpete)Guia de Cuidados com Musgo Java (E Estratégia para Carpete)
Visão geral do comedor de algas siamês

Esta espécie de peixe tropical é naturalmente encontrada no continente do Sudeste Asiático em lugares como a Tailândia, e são habitantes de fundo. Eles podem ser encontrados na Península Malaia e nas bacias do Mekong e Chao Phraya.

Os comedores de algas siameses preferem seus ambientes de habitat naturais de rios e riachos. Eles também podem ser encontrados frequentemente em regiões de floresta inundada durante a estação chuvosa dessa região geográfica.

Benefícios de adicioná-los ao seu aquário

Como seu nome descritivo implica, os comedores de algas siameses (ou "sae" abreviadamente) se alimentam de algas naturalmente crescentes encontradas em seus habitats nativos. Apenas por essa razão, esses peixes pacíficos são excelentes para evitar que algas de crescimento rápido tomem conta de um espaço do aquário ao longo do tempo (eles são muito parecidos com os camarões Amano nesse aspecto).

Embora muitos especialistas em peixes recomendem um pouco de crescimento de algas para manter o equilíbrio adequado de alimentos e ecossistema dentro do seu tanque, algas demais pode ser prejudicial aos peixes e outras criaturas aquáticas que vivem lá.

Adicionar comedores de algas siameses a um aquário ajuda a controlar tipos de crescimento de algas e manter uma boa saúde do aquário que é essencial para o bem-estar de cada ocupante que vive dentro do tanque. Isso também previne água turva no aquário (o que nunca parece bom).

Como eles são?

Os comedores de algas siameses são peixes esguios e compridos que são marrons-bege na cor. Essa espécie de peixe é identificável por uma faixa preta marcante que percorre todo o comprimento do corpo, do nariz à cauda, com uma única linha de faixa marcante em cada lado.

Essa faixa tende a desaparecer contra elementos de fundo de água que ajudam o peixe a se camuflar, ou esconder, de seus predadores naturais na natureza.

A característica faixa preta se estende até a ponta da nadadeira caudal quase perfeitamente clara do peixe com um bigode que alguns chamam de barbilhões rostrais.

Lado a lado, a fêmea do comedor de algas siamês tem uma extensão um pouco mais ampla de sua seção do meio em comparação com o macho esguio e mais elegante.

Outro detalhe de aparência é que esses peixes não têm a "bexiga natatória" comum na maioria dos peixes. Se esses peixes não ficarem em movimento constante, eles afundarão rapidamente até o fundo de um tanque ou outro habitat aquático.

Gourami Anão: Companheiros de Aquário, Longevidade e MaisGourami Anão: Companheiros de Aquário, Longevidade e Mais

Tamanho do comedor de algas siamês

Os comedores de algas siameses podem ficar um pouco maiores do que a maioria das outras espécies de peixes tropicais de água doce que você encontrará em vários tanques. Esses peixes que gostam do fundo podem crescer até aproximadamente 6 polegadas (16 cm) e às vezes até um pouco mais.

Proprietários de peixes devem planejar ter um tanque com no mínimo 30 galões de tamanho para os melhores resultados gerais ao cuidar desse peixe. Isso lhes dará espaço para nadar confortavelmente e encontrar lugares para se esconder quando precisarem de espaço.

Comedores de algas siameses vs peixe raposa voador siamês: como diferenciar

Pode ser difícil dizer se um peixe sendo comprado para um aquário é realmente um comedor de algas siamês ou se é uma raposa voadora. A raposa voadora parece muito semelhante, mas os proprietários de peixes podem procurar algumas diferenças para garantir que estejam obtendo o peixe certo.

A raposa voadora tende a ter uma faixa dourada clara que pode ser vista ao longo da borda superior da característica faixa preta situada nos lados. Um verdadeiro comedor de algas siamês não tem essa borda dourada mais distinta, embora os siameses possam ter um tom dourado desbotado sob certas luzes. Outra diferença distintiva é que a raposa voadora terá um tom alaranjado-amarelado em suas nadadeiras, e as nadadeiras dos siameses são sempre claras.

Cuidados adequados com o comedor de algas siamês

Antes de se comprometer a cuidar de comedores de algas siameses, é essencial aprender como mantê-los saudáveis e quais doenças você deve ter em mente.

Em geral, esses peixes são excelentes escolhas para aquaristas iniciantes, pois requerem poucos cuidados e não são particularmente exigentes quanto a seus companheiros de tanque, alimentação e outras condições de vida.

Uma palavra de cautela é não superlotar o tanque com muitos siameses. Embora esses peixes sejam incríveis por sua ação constante de limpeza do tanque ao se banquetear com algas, é importante lembrar que qualquer peixe, incluindo a variedade siamesa, criará resíduos corporais próprios que podem sujar o tanque.

Abaixo, entramos nos detalhes sobre condições adicionais do tanque de que os peixes siameses precisam para permanecer saudáveis e felizes. Isso inclui temperaturas da água mais quentes, correntes mais lentas e muitas áreas sombreadas frias perto do fundo do aquário.

Com a dieta e os cuidados adequados, a expectativa de vida dos comedores de algas siameses pode chegar a 10 anos.

Informações sobre alimentação e dieta

Como a maioria das espécies de peixes, os proprietários de aquários devem alimentar cada espécie com a comida correta para manter a saúde e estender sua vida útil. Os comedores de algas siameses tendem a ser menos exigentes com relação à comida disponível e são onívoros. Isso significa que eles comerão e vasculharão insetos mortos, matéria vegetal e peixes mortos (entre outras coisas).

Plantas Hornwort: Como Cuidar Delas no Seu AquárioPlantas Hornwort: Como Cuidar Delas no Seu Aquário

Dieta na natureza

Em seus ambientes nativos, os comedores de algas siameses se alimentam de várias formas de algas, fitoplâncton e perifíton. Eles também mastigarão peixes e insetos mortos se os encontrarem.

Dieta no seu aquário

Para melhores resultados ao cuidar de comedores de algas siameses, você vai querer recriar o ambiente de água doce natural deles o máximo possível. Esse peixe gosta de vários tipos de algas tropicais que, felizmente, crescerão dentro de um aquário (já que ele deve imitar um ambiente tropical).

A maioria dos especialistas em peixes recomenda que esses comedores de algas siameses também sejam alimentados com uma mistura de ração de peixes que inclua alguma proteína e alimentos naturais à base de plantas. No tanque, esses peixes podem ser alimentados com praticamente qualquer comida comercial ou viva.

Um aviso para alimentar esses peixes é não sub ou sobrealimentá-los. Quando subalimentados, os siameses tendem a beliscar outras plantas dentro do tanque que você pode não querer que eles comam.

Por outro lado, muita proteína pode fazer com que o peixe seja menos inclinado a se alimentar de suas algas preferidas. Isso poderia dificultar a limpeza do tanque, já que eles estragaram o apetite!

Tamanho e condições ideais do tanque

O comedor de algas siamês é relativamente fácil de cuidar e não requer muito alarde ou condições elaboradas no tanque para prosperar.

Em geral, planeje ir com um tamanho mínimo de tanque de 25 a 30 galões de água. Isso permitirá que eles sejam ativos e explorem, enquanto também têm lugares para se esconder.

Mantenha o nível de pH da água entre 6,5 e 7,0, o que replica as condições de água ligeiramente ácidas e constantes que esses peixes encontram em seus locais de habitação normal na natureza.

Como os siameses são peixes tropicais que vivem em riachos e rios de água doce com menor ação de corrente, mantenha a temperatura da água do aquário entre 75°F e 79°F para melhores resultados.

A faixa ideal de dureza da água é entre 5 e 20 dH.

Outras dicas para o tanque e o habitat

É importante que o tanque inclua plantas vivas como aquelas encontradas no habitat natural dessa espécie de peixe. Uma dica é usar plantas de crescimento rápido, caso seu peixe fique com fome e coma as plantas vivas. Se eles fizerem isso, a planta pode lidar com isso e logo voltará ao seu tamanho e altura anteriores.

Material de fundo arenoso também é ideal para manter esse peixe amante do fundo seguro de pedras ou recifes ásperos ao descansar.

Lembre-se também de fornecer sombra e esconderijos suficientes para manter os níveis de estresse e fadiga ao nadar baixos também. Túneis pequenos, esconderijos para nadar e troncos ocos fazem adições perfeitas ao tanque para esses peixes.

Mantenha uma tampa sobre o aquário para evitar que esses peixes mais ativos saltem para fora ao limpar o tanque ou durante as refeições.

Comportamento e temperamento

O comedor de algas siamês é conhecido por seu temperamento tranquilo e pacífico. Essa característica torna esses peixes uma excelente escolha para aquários comunitários que têm vários tipos de peixes dentro.

Esses peixes sempre em movimento são considerados sociais e se dão bem com muitos outros peixes e criaturas aquáticas geralmente encontradas em ambientes de água doce mais quentes.

Existem algumas precauções das quais os proprietários de primeira viagem devem estar cientes antes de introduzir esse peixe em seu aquário. Como o siamês deve permanecer em movimento devido à ausência de uma bexiga natatória, esses comedores de algas precisam de lugares para se esconder no fundo do tanque quando precisam descansar ou desejam ficar sozinhos.

Proprietários de peixes podem criar um habitat ideal para comedores de algas siameses fornecendo alguns buracos de caverna e várias plantas ou objetos como madeira à deriva no fundo do aquário. Isso dá a esses peixes ativos um lugar para se afastar dos outros quando precisam de um espaço para descansar e relaxar de seus estilos de vida agitados.

O comportamento dos comedores de algas siameses pode ser descrito como ativo e definitivamente social. Esses peixes estão sempre em movimento, e eles estão sempre procurando algas e outros plânctons geralmente encontrados nos fundos e paredes do tanque.

Devido à sua natureza ativa, os comedores de algas siameses são peixes interessantes de assistir, em oposição a seus colegas menos ativos.

Os proprietários de aquários devem entender que, embora esses peixes não sejam propensos à agressão em relação a outros peixes, eles podem ser um estresse para esses outros moradores do aquário devido ao seu movimento constante em todo o tanque. Essa ação pode agitar a área tranquila de outro peixe.

Se um comedor de algas siamês parecer agressivo, você deve monitorar cuidadosamente a situação e determinar qual peixe ou outra criatura está fazendo esse peixe normalmente dócil reagir dessa maneira. Em casos raros, o peixe pode ter que ser mantido em um tanque separado.

Esses peixes podem ser um tanto territoriais em relação aos seus semelhantes, e é melhor manter um siamês único ou manter 5 ou mais em um grupo. Isso replica sua situação normal na natureza e impedirá que um único peixe "reivindique" uma área do tanque.

Companheiros de tanque do comedor de algas siamês

Tipicamente, os comedores de algas siameses são peixes de fundo que se dão bem com uma ampla variedade de companheiros de tanque. No entanto, escolha outros companheiros de fundo cuidadosamente, pois a grande maioria dos habitantes de fundo é um pouco territorial por natureza.

Sua natureza pacífica os torna bons companheiros para uma riqueza inteira de criaturas de água doce (grandes e pequenas). Considerar peixes da família Corydoras é um emparelhamento comprovado se você estiver procurando por uma espécie específica para combinar com eles.

Evite Ciclídeos e tubarões de cauda vermelha, pois eles são mais propensos a serem territoriais e agressivos. Uma possível exceção a essa regra é o Peixe-anjo.

Alguns companheiros de tanque recomendados incluem:

  • Guppys
  • Tetras
  • Dánios
  • Barbos
  • Qualquer gurami dócil

Reprodução

Pode ser difícil reproduzir comedores de algas siameses em um ambiente de aquário normal. Especialistas em peixes simplesmente não sabem tanto sobre como reproduzi-los com sucesso quando não em um ambiente controlado de fazenda de peixes.

Eles parecem se reproduzir como a maioria dos outros peixes de seu tipo, mas a maioria dos proprietários de peixes acaba dependendo de fazendas de peixes para expandir seus números de comedores de algas siameses. Além disso, esses peixes requerem hormônios adicionais mesmo quando criados em uma fazenda de peixes.

Se você está pensando em reproduzir comedores de algas siameses por conta própria, não tenha muita esperança. Você está melhor mantendo-os felizes e saudáveis se planeja mantê-los em seu tanque.

Conclusão

Como você pode ver, esses peixes fazem uma adição fantástica e divertida para praticamente qualquer tanque de água doce e podem se virar sem muita atenção.

Basta cuidar de suas necessidades básicas e eles retribuirão cuidando das algas no seu tanque!

Esperamos que agora você tenha uma melhor compreensão dos comedores de algas siameses como espécie e como ajudá-los a prosperar. Se você tiver algum feedback ou dúvida sobre este peixe, pode sempre entrar em contato conosco e nos informar!

João Silva

João, um dedicado aquarista desde a infância, é conhecido pela sua paixão pela aquariofilia. Através do cuidado meticuloso com os seus aquários, João cria verdadeiros santuários subaquáticos, onde a beleza e a harmonia reinam, proporcionando aos entusiastas e aos peixes ambientes seguros e esteticamente agradáveis.

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go up

Usamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Se você continuar usando este site, assumiremos que você concorda com isso. Mais informações