Mbu Puffer Fish: Guia de Tamanho do Tanque e Cuidados

O peixe-puffer Mbu é uma espécie incrivelmente única que tem uma personalidade bastante interessante. Conhecido por ser muito inteligente e divertido de observar, este peixe de água doce atraiu a atenção de muitos aquaristas ao longo dos anos.

Este guia vai ensinar-lhe os essenciais sobre os cuidados com o peixe-puffer Mbu. Tamanho do aquário, alimentação e parâmetros da água são apenas alguns dos tópicos que ele cobre!

Tabela de conteúdos

Resumo da Espécie

Enquanto peixes-puffer menores são comuns na comunidade de aquariofilia, o peixe-puffer Mbu (Tetraodon mbu) é raro e muito procurado. Esta espécie é a maior da família Tetraodontidae. Também é conhecido como o puffer gigante ou puffer de água doce gigante.

Nativo de rios e lagos na África, o peixe-puffer Mbu vive exclusivamente em água doce. Embora isso elimine o desafio de descobrir o equilíbrio certo de salinidade, cuidar do peixe-puffer Mbu não é fácil.

Um peixe-puffer Mbu em um aquário de água doce

O tamanho puro deste peixe apresenta desafios únicos que você não encontra com espécies menores. Ele requer muito espaço, manutenção constante do aquário e um habitat bem projetado.

Dito isto, aqueles que são dedicados se apaixonarão pelo peixe-puffer Mbu! Capazes de reconhecer seu dono, esses peixes exalam energia brincalhona e se tornam muito mais do que apenas um animal de estimação para exibição.

Aparência

A aparência do peixe-puffer Mbu é semelhante à de seus primos menores. A parte superior do corpo é verde-oliva escuro enquanto a barriga desbota para um amarelo suave. Um padrão distinto de redemoinhos aleatórios adorna a pele, criando uma aparência em forma de labirinto que se destaca.

A silhueta do peixe é oblonga e um pouco chata. Mas como todos os outros puffers, ele pode inchar rapidamente quando estressado ou assustado.

As barbatanas são pequenas e semitransparentes. A única exceção é a barbatana caudal. É um pouco mais longa e ostenta um padrão listrado complementar que imita o resto do corpo.

Os puffers Mbu não têm escamas. A pele é lisa e delicada, o que pode apresentar alguns problemas na segurança. Felizmente, é fácil evitar grandes acidentes com algum planejamento cuidadoso e decoração apropriada.

Peixe Espadarte 101: Cuidados, Tamanho e ReproduçãoPeixe Espadarte 101: Cuidados, Tamanho e Reprodução

A cabeça é, talvez, uma das partes mais empolgantes deste peixe! Eles têm olhos grandes e arregalados que crescem ainda mais à medida que o puffer envelhece. Em vez de uma boca virada para cima padrão como a maioria dos peixes, o peixe-puffer Mbu tem uma abertura semelhante a um bico.

Nota do Autor: O bico é expressivo e contribui para a aparência excêntrica do peixe. Não só isso, mas é o que torna possível comer sua dieta de moluscos e mariscos.

Expectativa de Vida

A expectativa de vida média para o peixe-puffer Mbu é de cerca de dez anos em cativeiro. Acredita-se que eles vivam muito mais no ambiente selvagem, mas uma década é a norma para aqueles que vivem em um habitat confinado.

Como sempre, não há garantias com a expectativa de vida. Vários fatores impactam sua resiliência a doenças e longevidade geral. Além da genética, a qualidade dos cuidados que você proporciona terá um impacto massivo na quantidade de tempo que você terá com eles.

Tamanho Médio

Esses peixes são enormes! O tamanho típico do peixe-puffer Mbu é de pelo menos 22 polegadas de comprimento na extremidade inferior e 30 polegadas ou mais para espécimes maiores.

O tamanho exato que você pode esperar dependerá em grande parte do ambiente em que mantiver esses peixes de água doce. Peixes mantidos em recipientes maiores tendem a atingir as extremidades superiores do espectro de tamanho.

De qualquer forma, os puffers Mbu não são como os pequenos peixes-puffer que você vê em lojas de animais de estimação. Seu grande tamanho é um dos maiores obstáculos à propriedade, pois eles precisam de bastante espaço para permanecer saudáveis e prosperar.

Cuidados com o Peixe-Puffer Mbu

Cuidar de um peixe-puffer Mbu não é para os fracos. A maioria dos entusiastas e especialistas em peixes concorda que esta espécie é melhor para aqueles com um pouco de experiência.

Se você é um novo proprietário de peixe-puffer ou um aquarista experiente procurando adicionar uma espécie única à sua coleção, cuidar do peixe-puffer Mbu é uma tarefa árdua. Para ajudá-lo a começar, aqui estão algumas diretrizes estabelecidas que você deve seguir.

Tamanho do Aquário

Vamos começar com o primeiro desafio que você precisará superar, o tamanho do aquário.

Tetra Pristella (Raio-X): Guia Completo de CuidadosTetra Pristella (Raio-X): Guia Completo de Cuidados

O tamanho recomendado do aquário para o peixe-puffer Mbu adulto é de pelo menos 500 galões, e esse é o mínimo absoluto. Se possível, é melhor fornecer algo mais próximo a 1.000 galões.

A maioria dos proprietários recorre a aquários personalizados ou lagos cuidadosamente mantidos. Com um peixe deste tamanho, o espaço nadável é mais importante do que o volume geral. Como resultado, você precisa prestar atenção às dimensões do seu tanque ou lago também.

Nota do Autor: As dimensões ideais do habitat para o peixe-puffer Mbu são de aproximadamente 96 polegadas de comprimento, cerca de 48 polegadas de largura e 24 a 36 polegadas de profundidade. Com essas dimensões, o peixe terá espaço mais do que suficiente para nadar sem se sentir confinado.

Parâmetros da Água

A melhor maneira de manter o peixe-puffer Mbu saudável é replicar seu ambiente natural o mais próximo possível. Esses peixes são nativos de corpos de água mornos na África. Eles preferem climas quentes com água ligeiramente ácida e dureza moderadamente baixa.

Os peixes-puffer Mbu são um pouco sensíveis a condições ruins. Infelizmente, eles também acontecem de produzir uma tonelada de resíduos.

Mantenha-se atento aos parâmetros da água e à qualidade geral é uma das partes mais importantes dos cuidados com o peixe-puffer Mbu. Teste a água regularmente com um kit confiável e faça mudanças semanais de água para manter as coisas estáveis.

  • Temperatura da água: 75 a 79 graus Fahrenheit
  • Níveis de pH: 7,0 a 8,0 (cerca de 7,5 é ideal)
  • Dureza da água: 10 a 25 KH

Como Configurar o Interior do Tanque Deles

Quando se trata de decorações, um ambiente totalmente natural é sempre o melhor.

Comece com um substrato de areia macia. Os peixes-puffer Mbu não são peixes de fundo, mas frequentemente se aventuram até o fundo da coluna de água para se alimentar. Seixos e cascalho poderiam representar um risco de segurança para a pele delicada do peixe.

Sobre o substrato, adicione algumas pedras lisas e pedaços pequenos de galhos. A coisa mais importante é evitar arestas afiadas.

Nota do Autor: Não é preciso muito para ferir esse peixe. Ferimentos são ainda mais comuns se eles inflarem em ambientes superlotados com decorações pontiagudas. Mantenha as coisas simples e foque em itens mais macios, se possível.

Zebra Danio 101: Guia Prático de Cuidados e TamanhoZebra Danio 101: Guia Prático de Cuidados e Tamanho

Plantas são uma excelente adição ao aquário. Os puffers Mbu podem ser um pouco destrutivos se a comida cair nas folhas das plantas. Mas na maior parte do tempo, eles vão gostar de nadar entre as plantas e se esconder.

Organize as plantas ao redor do perímetro do aquário. Cultivares aquáticas padrão como samambaia-java e anubias funcionam muito bem.

Doenças Potenciais

Infelizmente, os peixes-puffer Mbu podem ser um pouco mais suscetíveis a doenças do que outros peixes de água doce. Isso porque eles não têm a proteção que vem com as escamas.

Esses peixes são vulneráveis a uma ampla gama de ectoparasitas. Aquele que faz estragos com mais frequência é o Ichthyophthirius multifiliis. Ele é responsável pela doença dos pontos brancos, também conhecida como ich.

O ich se manifesta através de uma série de pontos brancos visíveis por todo o peixe. A doença é altamente contagiosa e se espalha rapidamente em um ambiente fechado. 

Felizmente, a condição é bastante fácil de tratar com medicações disponíveis sem prescrição. O truque é pegá-la cedo o suficiente e colocar em quarentena os peixes infectados antes que se espalhe.

Embora seja impossível tornar seu peixe-puffer Mbu imune a doenças, você pode fazer a sua parte para limitar a exposição. Monitore as condições da água regularmente para manter seu peixe livre de estresse e saudável. Antes de adicionar quaisquer companheiros de aquário, plantas ou decorações, certifique-se de que estejam limpos e livres de parasitas.

Alimentação e Dieta

O peixe-puffer Mbu é considerado um moluscívoro. Isso significa que é um carnívoro que se alimenta principalmente de moluscos, caracóis, frutos do mar e outros animais semelhantes.

Fornecer uma dieta adequada pode ser desafiador. Não se trata apenas de atender às necessidades dietéticas. Os puffers Mbu também precisam consumir alimentos duros (o que pode dar mais trabalho para você como proprietário).

Nota do Autor: Eles precisam de moluscos com conchas e caracóis porque usam a textura dura para manter os bicos em ordem. Comer apenas alimentos macios permitirá que os bicos cresçam a ponto de o peixe ter dificuldade para comer.

A dieta preferida de um puffer Mbu inclui alimentos como:

  • Ameijas
  • Mexilhões
  • Caracóis
  • Lagostins
  • Caranguejos
  • Minhocas
  • Camarões

É melhor fornecer itens com conchas duras pelo menos cinco vezes por semana. Você também pode adicionar alimentos mais macios à rotação para dar alguma variedade.

Os peixes-puffer Mbu comem de bom grado alimentos vivos ou congelados. Se você optar por fornecer alimentos vivos, certifique-se de prepará-los para evitar danos. Por exemplo, é uma boa ideia remover as garras de caranguejos e lagostins para garantir que eles não prejudiquem o peixe de forma alguma.

Comportamento e Temperamento

Os puffers Mbu são uma espécie brincalhona que gosta de interagir com os proprietários. Eles são bastante inteligentes e podem até aprender a reconhecer os proprietários depois de um tempo!

Alguns peixes podem se tornar mais ativos quando você se aproxima do tanque porque acham que está na hora da refeição. Outros podem se inflar para chamar a atenção!

Peixe-puffer Mbu com dentes visíveis

Esses peixes são excêntricos e suas personalidades podem variar muito de peixe para peixe.

Quando não estão disputando atenção, os puffers Mbu passarão a maior parte do dia explorando. Eles gostam de plantas e frequentemente nadam para dentro e para fora da vegetação por diversão.

No que diz respeito ao temperamento, os peixes-puffer Mbu não são companheiros de equipe. Eles são muito territoriais e podem ficar agressivos com qualquer criatura que os incomode. 

Isso inclui outros puffers Mbu. Você nunca deve manter esses peixes em pares ou grupos. Caso contrário, ocorrerão brigas.

Companheiros para o Tanque do Peixe-Puffer Mbu

Os peixes-puffer Mbu são considerados muito agressivos para serem mantidos com outros peixes. Eles se saem melhor quando vivem na solidão. Felizmente, eles não se importam em viver sozinhos.

Agora, todos os peixes são diferentes. Alguns proprietários veem grande sucesso mantendo seu puffer Mbu com outras pequenas espécies pacíficas.

Nota do Autor: O consenso é que os puffers Mbu tendem a ignorar peixes que não estão tentando comer os mesmos alimentos. Em teoria, você poderia mantê-los com peixes como guppys, muitos tipos de tetras e outros peixes comunitários pacíficos.

Mas tenha em mente que não há garantias. Os puffers Mbu têm dentes para acabar rapidamente com qualquer companheiro de tanque que não gostem. É um jogo de acerto e erro com esses caras, então introduza potenciais companheiros de tanque com cautela.

Reprodução

Atualmente, não é possível reproduzir o puffer Mbu em cativeiro.

Alguns criadores comerciais tiveram sucesso. No entanto, a maioria dos peixes que você vê no mercado hoje são capturados na natureza.

É impossível desencadear o desova em configurações de aquários domésticos padrão. Não há espaço suficiente e os sinais ambientais são arriscados demais para tentar.

Se uma maneira de reproduzir esses peixes em cativeiro de forma segura e confiável for descoberta, certificaremos de adicioná-la à lista.

Conclusão

Embora cuidar de um peixe-puffer Mbu seja desafiador, tem mais a ver com o compromisso e custo do tanque do que qualquer outra coisa. Se você tiver espaço (e dinheiro) para acomodar esta espécie com um tanque grande que também é bem mantido, já venceu metade da batalha.

Esses peixes não são exigentes ou de manutenção intensiva. Eles apenas precisam de um tanque grande e muita comida. Portanto, se isso não o incomoda, dê uma chance a eles!

Maria Oliveira

Maria é uma entusiasta da aquariofilia, dedicando seu tempo livre ao cuidado de seus aquários meticulosamente montados. Apreciadora da tranquilidade que seus peixes proporcionam, Maria mergulha profundamente no estudo das diferentes espécies, tornando-se uma referência em seu círculo social para tudo que diz respeito a esse fascinante hobby. Com paciência e dedicação, ela cultiva não apenas belos ambientes aquáticos, mas também um espaço de serenidade e beleza em sua própria vida.

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go up

Usamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Se você continuar usando este site, assumiremos que você concorda com isso. Mais informações