Water Sprite Plant: Guia Completo para Cuidados e Plantio

A espírito de água é uma planta maravilhosa que pode causar um grande impacto no seu aquário (tanto funcional quanto esteticamente). Não importa qual seja o seu objetivo, esta é uma planta que você definitivamente deve considerar obter!

Nesta ficha de cuidados, vamos cobrir tudo o que você precisa saber se quiser que o espírito de água prospere. Cuidados gerais, plantio, poda e propagação são abordados!

Tabela de conteúdos

Resumo da espécie

A planta espírito de água (Ceratopteris thalictroides) é uma favorita entre aquaristas e fãs de aquascaping. As folhas rendadas e delicadas oferecem um bom contraste com outras plantas aquáticas populares. Enquanto isso, a cor verde vívida cria um elemento de destaque no seu oásis subaquático!

Felizmente, as plantas espírito de água estão prontamente disponíveis na maioria das lojas. Você pode vê-las com o rótulo de "samambaia indiana" ou "samambaia de água".

Algumas plantas espírito de água

Versátil e fácil de cultivar, o espírito de água é uma excelente escolha para praticamente qualquer tanque. Os peixes adoram eles, e a maioria dos aquaristas não terá dificuldade em manter essas plantas saudáveis. Além disso, o espírito de água pode se adaptar ao seu ambiente cuidadosamente cultivado!

Os benefícios de tê-lo em seu tanque

Existem muitas razões para considerar obter uma planta espírito de água.

Como todas as espécies de plantas vivas, os espíritos de água podem ter um impacto positivo nas condições da água. As raízes puxam nutrientes da água para prosperar. Dois desses nutrientes, fósforo e nitrogênio, geralmente vêm de alimentos e dejetos de animais!

Enquanto muitos vêem as plantas de aquário como nada além de decoração, elas podem se tornar parte integrante do ecossistema.

Outro benefício notável é a capacidade da planta de manter as florações de algas sob controle. À medida que a planta amadurece, ela se espalha para lançar sombras em todo o tanque. A exposição limitada à luz esgota as algas de seu combustível, impedindo florações maciças e antiestéticas.

Finalmente, seus peixes aproveitarão ter plantas espírito de água próximas. Espécies de peixes tímidos podem utilizar a planta para abrigo e proteção. Até peixes mais agitados a usarão, escolhendo ziguezaguear através das folhas delicadas em um acesso de brincadeira.

White Cloud Mountain Minnow: Guia Completo para CuidadosWhite Cloud Mountain Minnow: Guia Completo para Cuidados

Nota do autor: Não são apenas os peixes que tiram proveito disso! Invertebrados como camarões e caramujos usarão a planta para tudo, desde abrigo até alimento. Se você planeja criar peixes, os espíritos de água podem proteger alevinos de adultos famintos e maximizar as taxas de sobrevivência.

No final das contas, os espíritos de água fazem muito para melhorar o seu tanque! Eles podem melhorar as condições da água ao mesmo tempo em que dão aos habitantes do seu tanque uma melhor qualidade de vida. Além de tudo isso, as plantas são uma excelente adição estética.

Aparência

Os espíritos de água são uma planta de folha fina. O apelido da planta, "samambaia de água", é um excelente descritor. As folhas explodem de um caule central e têm uma forma fina e semelhante a dedos. É muito semelhante em aparência às samambaias terrestres.

Coletivamente, as folhas são rendadas e finas, o que é perfeito para espécies de peixes menores.

Nota do autor: Em uma planta saudável, a folhagem é verde clara. Os caules geralmente são alguns tons mais escuros, mas toda a planta consistirá nesse tom verde natural. Folhas marrons, amarelas ou desbotadas são um sinal de saúde precária e estresse.

Existem algumas maneiras de plantar espíritos de água. As condições de crescimento em grande parte ditam sua forma geral.

Quando plantada no substrato, é uma excelente espécie de plano médio e de fundo que pode preencher espaços vazios. Com poda cuidadosa, você pode incentivá-la a crescer curta e arbustiva como em primeiro plano.

Se você optar por deixar a planta flutuar, ela cresce mais como uma cobertura de superfície. As folhas se alargam para criar uma grande faixa de sombra para seus peixes abaixo.

Tamanho e taxa de crescimento

Essas plantas são bastante flexíveis quando se trata de crescimento. No entanto, o nível em que a planta prospera depende inteiramente do nível de cuidados que você proporciona.

Um dos aspectos mais desafiadores do cuidado com espíritos de água é acompanhar sua rápida taxa de crescimento! Essas plantas não demoram muito para atingir sua altura máxima de cerca de 30 cm.

Guia Completo de Cuidados com Peixes GuppyGuia Completo de Cuidados com Peixes Guppy

Se você não tiver cuidado, elas também podem ser um tanto invasivas! Plantas mal conservadas desenvolverão rapidamente brotos, resultando em uma propagação maciça da planta. Antes que você perceba, o espírito de água pode assumir um tanque inteiro!

Grande espírito de água protruso de um aquário

Felizmente, existem muitas maneiras de gerenciar seu tamanho e taxa de crescimento (mais sobre isso depois na ficha de cuidados).

Cuidados com o Espírito de Água

Em comparação com outras plantas aquáticas, o cuidado com o espírito de água é bastante fácil. Sua adaptabilidade o torna uma escolha popular para iniciantes e aquaristas experientes. Graças à rápida taxa de crescimento e requisitos relativamente pouco exigentes, é uma planta que a maioria não terá problemas em manter saudável.

Claro, os espíritos de água ainda são plantas vivas com algumas necessidades essenciais. Aqui estão algumas diretrizes cruciais de cuidados que você não deve ignorar.

Tamanho do tanque

Tecnicamente falando, os espíritos de água podem crescer em qualquer tamanho de tanque. Na natureza, eles crescem nas margens de rios e correntes de água lenta. Eles geralmente estão enraizados na lama e experimentam graus variáveis de submersão.

Dito isso, a maioria dos aquaristas concorda que o mínimo de 10 galões é o caminho a percorrer. Um tanque de 10 galões oferecerá suporte nutricional e espaço suficientes para acomodar as necessidades da planta.

Nota do autor: Se você tiver condições de ir maior, faça-o! Um aquário maior incentivará a planta a atingir seu máximo potencial.

Parâmetros da água

Em termos de parâmetros de água, as plantas espírito de água não são exigentes. Elas prosperam em ambientes de água doce tropicais padrão e são resistentes o suficiente para suportar pequenas flutuações aqui e ali.

Uma das melhores coisas sobre o cuidado com o espírito de água é que você pode confiar nessa planta para permanecer bastante saudável, independentemente de como você ajusta as condições da água. Você tem liberdade para se concentrar nas necessidades de seus peixes e invertebrados, em vez de uma planta caprichosa!

Para os melhores resultados, siga os seguintes parâmetros.

Tetra Silver Tip: Cuidados, Longevidade e Companheiros de TanqueTetra Silver Tip: Cuidados, Longevidade e Companheiros de Tanque
  • Temperatura da água: 20°C a 28°C
  • Níveis de pH: 5,5 a 7,5 (água ligeiramente ácida é preferida)
  • Dureza da água: 3 a 8 KH

Nota do autor: Como sempre, inspecione sua planta regularmente. Preste muita atenção à qualidade das folhas sempre que fizer uma troca de água. Descoloração e murchamento podem ser um sinal de que você precisa fazer alguns ajustes.

Iluminação

As plantas espírito de água requerem uma quantidade moderada de iluminação. Na maioria dos casos, suas luzes de aquário padrão serão suficientes.

No entanto, o nível de exposição à luz que a planta recebe terá um grande impacto em sua taxa de crescimento.

Se você submergir a planta em um tanque mais profundo, ela terá mais dificuldade para alcançar a luz. Como resultado, você pode experimentar um crescimento ligeiramente mais lento.

No outro extremo do espectro, existem espíritos de água flutuantes. Plantas flutuantes estão a apenas alguns centímetros da luz, para que as folhas fiquem muito maiores para absorver todos aqueles raios!

Nota do autor: A iluminação comum do tanque é tudo o que o espírito de água precisa. Se a taxa de desenvolvimento for muito lenta para o seu gosto, você sempre pode complementar a luz com fertilizantes aquáticos. Não há necessidade de adotar iluminação especializada para essas plantas.

Substrato

Como mencionado anteriormente, você é livre para plantar espíritos de água no substrato ou na superfície da água. Para esta última opção, o tipo de substrato obviamente não será uma preocupação!

As plantas de espírito de água flutuantes desenvolverão raízes longas e semelhantes a cabelos que pendem na coluna de água. As raízes não se prendem a uma superfície. Em vez disso, eles coletam nutrientes da água para prosperar.

Para plantas enraizadas, você tem algumas opções. Você pode usar areia ou cascalho como substrato. As raízes, embora delicadas, são resistentes o suficiente para penetrar nas pequenas pedras à medida que a planta cresce. Muitas plantas aquáticas não têm tanta sorte, portanto, usar um substrato rochoso é muito atraente para os aquaristas!

A melhor escolha para qualquer planta aquática enraizada é o substrato de solo subaquático. Tipicamente feito de minerais como vulcânico ou argila, esses materiais são ricos em nutrientes. Eles são uma boa opção se você quiser priorizar o desenvolvimento de suas plantas.

Como plantá-lo

Plantar espíritos de água é muito fácil.

Primeiro, procure por plantas saudáveis. Evite aqueles que tenham folhas descoloridas ou murchas. Plantas de cor verde vibrante são saudáveis o suficiente para evitar o estresse da transplantação.

Para enraizar a planta na parte inferior do seu tanque, você precisará de cerca de 5 a 7 cm de substrato. Examine a massa de raízes da planta e crie uma pequena reentrância para acomodá-la. Recomendamos escolher um local afastado da entrada do filtro, pois as folhas podem facilmente entupir seu sistema se caírem.

Nota do autor: Muitos vendedores cultivam espíritos de água em gaiolas ou vasos. Você precisará remover a planta do vaso antes de plantá-la. Para isso, segure suavemente a planta pela sua coroa. Esse é o ponto onde o caule central encontra a massa de raízes.

Levante suavemente a planta do vaso e insira-a na reentrância que você criou anteriormente. Tenha cuidado para não danificar as raízes de forma alguma.

Em seguida, cubra as raízes e preencha o buraco que você criou com o seu substrato. A coroa da planta deve ficar visível e nivelada com a superfície do substrato circundante.

Não demorará muito para que as raízes se estabeleçam e se espalhem.

Se você quiser deixar a planta flutuante, o processo é ainda mais simples! Tudo o que você precisa fazer é deixar o caule e as folhas na água do tanque. Em poucos dias, as raízes começarão a se desenvolver e pendurar abaixo da massa central da planta.

Poda e aparagem

A poda é fundamental! Manter o ritmo com o ciclo de crescimento rápido do espírito de água não é fácil, mas é uma necessidade se você quiser evitar padrões de crescimento invasivos.

Depois que você aprender a podar o espírito de água, é uma tarefa fácil e direta. Usando tesouras de poda, tudo o que você precisa fazer é cortar o crescimento excessivo.

Evite puxar o caule ou as folhas da planta. Use sempre tesouras ou tesouras para fazer um corte limpo. Caso contrário, há uma boa chance de você danificar as partes saudáveis da planta que deseja manter.

Ao fazer a poda, concentre-se nas folhas que estão morrendo e nos caules externos. Você pode cortar os caules secundários para controlar a forma geral da planta. No entanto, tente evitar aquele caule principal. Cortar o caule principal pode fazer com que a planta morra completamente.

Você se encontrará podando o espírito de água com bastante frequência. A maioria dos aquaristas fará a poda de sua planta a cada duas semanas para evitar o crescimento excessivo.

Nota do autor: Certifique-se de remover todos os resíduos de poda! A última coisa que você quer é que resíduos em decomposição arruínem a água do tanque.

Companheiros de tanque

As plantas espírito de água são adequadas para a maioria dos peixes e invertebrados pacíficos. As folhas delicadas são perfeitas para espécies de peixes menores, já que é macia o suficiente para que eles nadem através dela sem se machucar.

Peixes vivíparos, como molis, guppys e platipecilos, também tiram total proveito dos espíritos de água. Muitos aquaristas gostam de usá-los em tanques de reprodução para manter os alevinos seguros de bocas famintas!

Até camarões aproveitam a planta espírito de água. Você pode vê-los frequentemente procurando nas folhas por restos de comida. Eles também gostam de se mover através das raízes penduradas de plantas flutuantes.

O espírito de água é uma escolha fantástica para alguns dos peixes de comunidade mais populares. Alguns exemplos incluem:

Algumas espécies de caracol também podem coexistir com espíritos de água. No entanto, recomendamos evitar qualquer espécie que se alimente de plantas vivas, pois os espíritos de água serão seu primeiro alvo.

Também é importante evitar quaisquer espécies de peixes conhecidas por comer ou desenraizar plantas. Por exemplo, a maioria dos ciclídeos e tipos de peixinhos dourados são uma não recomendação.

Propagação

Existem algumas maneiras de propagar esta planta.

A primeira é um processo natural que muitas vezes ocorre sem qualquer intervenção humana. A planta espírito de água desenvolve brotos de plântulas adventícias. Basicamente, são minúsculas plantinhas que têm seu próprio sistema de raízes.

A plântula continua se desenvolvendo na planta principal até estar pronta para se manter sozinha. Então, se separa e forma uma planta totalmente nova.

Este processo é o que torna os espíritos de água tão invasivos. Você pode controlar facilmente a propagação cortando os brotos quando eles aparecem. Alternativamente, você pode esperar até que estejam prontos para crescerem sozinhos e plantá-los no substrato próximo para expandir sua coleção!

Outro método de propagação é usar um caule podado. Caules com uma quantidade saudável de folhas desenvolverão sistemas de raízes quando flutuantes ou ancorados no substrato.

Conclusão

Desde que você tenha as informações certas, a planta espírito de água é incrivelmente fácil de cuidar. Com seus requisitos de manutenção e beleza simples, não é surpresa que muitos aquaristas adicionem esta planta ao seu tanque.

Se você tiver alguma dúvida que não foi abordada em nossa ficha de cuidados, sinta-se à vontade para enviá-las. Nós sempre adoramos ajudar nossos leitores.

Ana Santos

Ana cultivou um fascínio por aquariofilia desde pequena. Com um olhar atento e uma paixão por peixes, ela criou seu próprio santuário aquático em casa. Hoje, Ana é uma referência na comunidade de aquariofilia brasileira, compartilhando seu conhecimento e promovendo a preservação dos ecossistemas aquáticos através de workshops e palestras. Com dedicação e amor, Ana transformou sua paixão em uma jornada de aprendizado e descobertas constantes no mundo subaquático.

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go up

Usamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Se você continuar usando este site, assumiremos que você concorda com isso. Mais informações