Dwarf Chain Loach 101: Temperamento, Tamanho do Aquário e Cuidados

As enguias-corrente anãs são uma espécie de água doce única que passa despercebida dentro da comunidade aquarista. Muitas pessoas nunca ouviram falar delas (a menos que sejam amantes de enguias), e achamos que é uma pena!

Esta espécie é muito bonita e fará um show devido ao seu alto nível de atividade. No entanto, há algumas coisas que você precisa saber antes de possuí-las.

Este guia analisa os elementos cruciais dos cuidados com a enguia-corrente anã para torná-lo um futuro proprietário mais preparado e confiante. Tem todas as informações de que você precisará para começar!

Tabela de conteúdos

Resumo da Espécie

A enguia-corrente anã (nome científico: Ambastaia sidthimunki) é um peixe de água doce impressionante com uma personalidade animada. Considerada semiagressiva, esses peixes podem ser difíceis de cuidar. Mas com o ambiente certo e companheiros de aquário adequados, eles prosperarão em cativeiro.

Esta espécie é indígena da Tailândia e das áreas circundantes. Infelizmente, as populações selvagens da enguia-corrente anã estão em declínio constante. Esta é uma espécie protegida nacionalmente com esforços selvagens de conservação em vigor. Como resultado, quase todas as enguias-corrente anãs que você vê no comércio de peixes são criadas comercialmente.

Mesmo assim, os peixes criados em cativeiro contêm toda a beleza e atitude de seus contrapartes selvagens.

Nota do Autor: Seu status de espécie protegida é outra razão pela qual é importante comprar de vendedores confiáveis. Você não quer contribuir inconscientemente para o problema!

Aparência

As enguias-corrente anãs têm todas as características físicas assinatura de peixes na família das enguias. Isso inclui a cabeça arredondada, a boca voltada para baixo e o corpo cilíndrico grosso.

Esta espécie em particular tem quatro pares de barbilhões que se projetam da boca. Esses barbilhões desempenham um papel crítico nas buscas de alimento do peixe.

Quando se trata de coloração e padrão, as enguias-corrente anãs são muito fáceis de distinguir de outras espécies. A maioria dos espécimes tem uma cor base de prata ou ouro. A metade inferior geralmente é completamente prateada, enquanto um ouro suave adorna a cabeça e as costas.

Black Orchid Betta: O Guia Completo de CuidadosBlack Orchid Betta: O Guia Completo de Cuidados
Enguia-corrente anã descansando em madeira à deriva

Cobrindo essa coloração base na parte superior deste peixe existe uma série de barras pretas. Essas barras têm um padrão peculiar de xadrez. Quando visto como um todo, parece que as barras pretas têm recortes circulares. É daí que esses peixes recebem seu nome comum.

As barras pretas se estendem por todo o corpo do peixe. Elas se encontram no ponto do focinho.

As diferenças físicas entre machos e fêmeas de enguias-corrente anãs são menores. As fêmeas tendem a ser ligeiramente maiores do que os machos, mas não muito. Os machos também têm focinhos mais pontiagudos e lábios mais carnudos.

Tamanho da Enguia-Corrente Anã

O tamanho médio da enguia-corrente anã é de cerca de 2 polegadas de comprimento quando completamente desenvolvida. Alguns espécimes crescerão mais perto de 2,5 polegadas, que é o tamanho máximo desta espécie.

Este tamanho lhe oferece uma grande flexibilidade quando se trata do tamanho de seu aquário. A maioria dos espécimes mais jovens que você vê na loja tem pouco mais de uma polegada de comprimento, o que significa que eles provavelmente não ficarão muito maiores (segundo nossos padrões).

Expectativa de Vida

Enquanto muitas espécies anãs têm vida curta, esta espécie é relativamente longeva. Em um habitat bem mantido, a expectativa de vida média da enguia-corrente anã está entre 8 e 12 anos. Alguns foram relatados vivendo até 15 anos!

Como sempre, não há como garantir a expectativa de vida de um peixe. A genética e a sorte entram em jogo, mas também a qualidade do cuidado!

Para garantir que seu peixe viva o máximo possível, você deve manter o tanque e proporcionar os melhores cuidados possíveis.

Cuidados

O cuidado com a enguia-corrente anã é mais adequado para aquaristas com alguma experiência no cuidado de peixes semiagressivos.

Esta espécie tem alguns requisitos de cuidados únicos que você simplesmente não pode ignorar. Eles exigem um ambiente bem ajustado, bem como uma alimentação equilibrada para permanecer saudáveis.

Picasso Triggerfish: Guia de Cuidados, Tamanho e DietaPicasso Triggerfish: Guia de Cuidados, Tamanho e Dieta

Abaixo estão alguns dos cuidados mais importantes que você precisa estar ciente.

Tamanho do Aquário Para Enguia-Corrente Anã

Você não precisa de um aquário enorme para a enguia-corrente anã. Um aquário moderadamente grande de pelo menos 30 galões já é suficiente.

Isso assume que você está mantendo um pequeno grupo no mesmo aquário. Se você quiser jogar seguro, tente ir para 40 galões.

Nota do Autor: Esta espécie é muito ativa, então mais espaço no tanque é sempre o melhor. Além disso, um aquário maior permitirá que você mantenha mais enguias-corrente anãs, o que pode, em última análise, ajudar a evitar tendências agressivas (mais sobre isso mais tarde).

Parâmetros da Água

Uma das chaves para manter as enguias-corrente anãs felizes e saudáveis ​​é replicar seu ambiente natural o mais próximo possível. Embora a decoração seja importante, os parâmetros da água são o que você precisa prestar mais atenção.

Na natureza, esses peixes de água doce habitam córregos com bastante movimento. A água é clara e bem oxigenada. No entanto, a matéria vegetal em decomposição no fundo oferece um toque de acidez. As enguias-corrente anãs podem se adaptar a uma ampla faixa de temperatura, mas a consistência é crucial.

Aqui estão os parâmetros de água que você pode seguir para imitar essas condições naturais:

  • Temperatura da água: 68°F a 86°F (algum lugar entre 75 e 82 graus é ideal)
  • Níveis de pH: 6,0 a 7,5
  • Dureza da água: 8 a 12 dKH

Nota do Autor: Sempre é inteligente investir em um kit de testes de água preciso para que você possa obter uma leitura precisa do estado do seu tanque. Teste com mais frequência depois que você acabou de comprar esses peixes e reduza o número de testes quando souber que as condições da água estão estáveis.

O Que Colocar No Aquário Deles

As enguias-corrente anãs se saem melhor em aquários que oferecem uma infinidade de esconderijos. Esses peixes preferem a segurança de espaços confinados, e isso é especialmente verdadeiro ao descansar.

Utilize pedras, cavernas e galhos para criar uma rede de esconderijos seguros. Certifique-se de que todos os buracos ou fendas sejam grandes o suficiente para o peixe sair. Além disso, volte e alise quaisquer bordas ásperas para evitar lesões.

Clown Triggerfish 101: Dicas de Cuidados e AlimentaçãoClown Triggerfish 101: Dicas de Cuidados e Alimentação

Esses peixes também apreciarão algumas plantas.

Ambastaia sidthimunki em um aquário de água doce

Aposte em plantas fortes como anubias, java fern ou moneywort. As enguias-corrente anãs têm tendência a comer plantas mais macias, mas geralmente ignoram plantas fortes bem estabelecidas.

Para o seu substrato, você pode usar areia fina salpicada de seixos lisos. Estes são peixes de fundo, então evite qualquer cascalho duro que possa ferir a barriga deles enquanto procuram comida.

Não esqueça de criar uma corrente moderada também. Você pode usar a saída do seu sistema de filtração ou uma bomba de água dedicada. A corrente não precisa ser muito forte, mas algum movimento constante e estável é essencial.

Possíveis Doenças Comuns

Em más condições de vida, as enguias-corrente anãs podem sofrer de várias doenças diferentes. Felizmente, a maioria delas é completamente evitável.

Fique de olho nas condições da água e verifique regularmente os níveis de amônia e nitrato. Se os parâmetros da água estiverem fora, seus peixes podem sofrer de estresse. Isso só os colocará em maior risco de doenças como Ich.

Ich é uma doença parasitária que se espalha facilmente para outros peixes. Você pode identificá-lo pelas lesões brancas que se formam na pele do peixe.

As enguias-corrente anãs também são suscetíveis a vermes e flukes. Eles podem sugar nutrientes do peixe, resultando em algo que os aquaristas chamam de "doença magra". Os parasitas fazem o peixe perder uma quantidade perigosa de peso.

Felizmente, existem muitos tratamentos disponíveis sem prescrição médica para tratar a doença. Basta colocar seu peixe em quarentena e aplicá-lo de acordo com as instruções.

Nota do Autor: Para evitar doenças de toda forma (o que sempre é a melhor estratégia), seja consistente em limpar o tanque regularmente. Faça trocas de água de 30 a 50 por cento a cada semana.

Alimentação e Dieta

As enguias-corrente anãs exigem várias refeições pequenas por dia para permanecerem saudáveis. Eles têm apetites saudáveis ​​e muitas vezes passam a maior parte do tempo procurando comida no tanque.

Onívoros por natureza, as enguias-corrente anãs aceitarão a maioria dos alimentos em sua dieta. Adultos podem ser um pouco mais exigentes à medida que envelhecem, então você pode precisar experimentar diferentes fontes de alimento para encontrar uma que seu peixe goste.

Uma dieta básica de flocos ou péletes secos funciona muito bem como base deles.

Você pode jogar petiscos ricos em proteínas de vez em quando também. Minhocas de sangue, artêmias, dáfnias e tubifex são todas boas escolhas. O peixe também come algumas frutas e legumes frescos.

Comportamento e Temperamento

O maior desafio que você enfrentará com as enguias-corrente anãs é o comportamento agressivo. Esses peixes não gostam muito de outros peixes fora de sua espécie. Mesmo dentro de sua própria espécie, brigas podem ocorrer.

As enguias-corrente anãs desenvolvem uma hierarquia social dentro de um grupo. Então, você pode ver alguns desafios à autoridade de vez em quando.

Esses peixes gostam de se reunir, mas não são uma espécie de cardume. Eles podem sair e fazer suas próprias coisas. Um grupo maior pode limitar a agressão.

Nota do Autor: Recomendamos manter pelo menos meia dúzia juntos. Mas um grupo de mais de 10 é ainda melhor.

Você pode testemunhar comportamentos agressivos contra peixes de tamanho semelhante e menores invertidos. Esta espécie muitas vezes mata e come caracóis pragas, o que pode ser benéfico para manter populações de caracóis baixas. Mas eles também atacarão e incomodarão outros caracóis e camarões, então talvez você queira evitar adicioná-los ao tanque.

Companheiros de Aquário

Devido à sua natureza semiagressiva, peixes dóceis não são bons companheiros de aquário para a enguia-corrente anã. Você deve mantê-los com outras espécies semiagressivas que possam se defender.

Adicionar peixes de água doce mais fracos ao tanque só os transformará em alvos.

Normalmente, a melhor estratégia é se ater a espécies que ocupam outras partes da coluna de água. As enguias-corrente anãs ficam no fundo, então você pode evitar brigas se os peixes raramente se encontrarem.

Experimente esses peixes como possíveis companheiros de tanque:

Certifique-se de não manter enguias-corrente anãs com caracóis ou camarões. Esta espécie procurará esses pequenos animais e os comerá!

Reprodução

Embora as enguias-corrente anãs sejam reproduzidas comercialmente, fazer com que seus peixes desovem em um aquário doméstico atualmente não é possível.

Criadores comerciais utilizam hormônios para estimular a reprodução. Eles precisam fazer isso porque na natureza os peixes são desovatores migratórios. Isso significa que eles se movem para diferentes condições de água para desovar.

Replicar essas condições em cativeiro não é possível. Se isso mudar e novas técnicas surgirem para torná-lo viável, atualizaremos este guia de cuidados para refletir isso.

Conclusão

O cuidado com a enguia-corrente anã é tudo sobre gerenciar o temperamento desta espécie. Se você puder fazer isso, há uma boa chance de que esses peixes de água doce prosperarão.

Esses peixes são um prazer de se ter e muito divertidos de observar. Seu alto nível de atividade significa que sempre há algo acontecendo, então, se você é um aquarista que gosta de um show, recomendamos muito esta espécie.

Se você tiver outras dúvidas sobre esta espécie ou tiver sugestões sobre como podemos melhorar este recurso, entre em contato conosco através de nossa página de contato (ou pelas redes sociais). Faremos o nosso melhor para retornar o mais rápido possível!

João Silva

João, um dedicado aquarista desde a infância, é conhecido pela sua paixão pela aquariofilia. Através do cuidado meticuloso com os seus aquários, João cria verdadeiros santuários subaquáticos, onde a beleza e a harmonia reinam, proporcionando aos entusiastas e aos peixes ambientes seguros e esteticamente agradáveis.

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go up

Usamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Se você continuar usando este site, assumiremos que você concorda com isso. Mais informações