Ciclídeo do Texas 101: Tudo Sobre Cuidados e Acasalamento

Os Ciclídeos do Texas são uma fascinante espécie de água doce com muito a oferecer. Seu tamanho, comportamento e aparência deslumbrante fazem deles uma ótima escolha para qualquer aquarista que queira dar um passo adiante!

Mas se você está considerando manter esses peixes em seu aquário doméstico, precisa saber o que está fazendo. Seu potencial de agressividade é algo que você precisará administrar se quiser que eles prosperem em seu tanque.

Felizmente, este guia torna tudo fácil. Nele, passamos por todas as informações essenciais que você precisa saber sobre o cuidado com Ciclídeos do Texas. Tópicos como tamanho, companheiros de tanque, dieta e até mesmo reprodução são abordados!

Tabela de conteúdos

Resumo da Espécie

Às vezes referido como Ciclídeo Pérola ou Vieira do Rio Grande, o Ciclídeo do Texas (nome científico: Herichthys cyanoguttatus) é uma linda espécie de peixe de água doce com uma personalidade insolente.

Disponível em algumas variações de cor diferentes, esses peixes adicionam toneladas de cor a aquários grandes. Suas escalas iridescentes cintilam na luz, criando um show cativante 24 horas por dia.

Ciclídeo do Texas nadando procurando comida

Curiosamente, os Ciclídeos do Texas são a única espécie de ciclídeos nativa dos Estados Unidos. Eles são mais comumente encontrados em lagos e rios no sul do Texas e norte do México.

Nota do Autor: Espécies não nativas se espalharam pela Flórida e Louisiana também. Nesses estados, essa espécie é tratada como peixe de esporte!

Os Ciclídeos do Texas são bastante populares entre aquaristas em todo o mundo. Com sua aparência atraente, não é difícil ver o porquê!

Tempo de Vida

Em cativeiro, essa espécie tem o potencial de viver por mais de uma década. A expectativa de vida média de um Ciclídeo do Texas é entre 10 e 13 anos.

Dito isto, eles só podem alcançar os limites superiores dessa expectativa de vida com cuidados adequados. Em condições de vida ruins que não atendem às suas necessidades, esses peixes provavelmente sofrerão com estresse e doenças.

Caramujo Trombeta Malaio 101: Informação e CuidadosCaramujo Trombeta Malaio 101: Informação e Cuidados

Para ajudá-los a viver vidas longas, você deve ser vigilante sobre a manutenção do tanque e fornecer uma dieta saudável (mais sobre isso depois).

Aparência e Cores Populares

Se você tem alguma experiência criando peixes na família Cichlidae, esses peixes podem ter algumas características familiares.

Eles têm a mesma forma icônica e ampla e características físicas de outros ciclídeos. Isso inclui sua extensa barbatana dorsal com raios e grossos lábios carnudos.

Mas esses são peixes extremamente coloridos, o que realmente os destaca. Os Ciclídeos do Texas padrão geralmente têm uma cor base escura acinzentada. Alguns espécimes serão um pouco mais pálidos, enquanto outros têm uma base esverdeada escura.

Um Ciclídeo do Texas nadando em um aquário de água doce

Além da cor base estão os pontos iridescentes azuis de vários tamanhos. As lantejoulas cintilantes cobrem todo o corpo. Até as barbatanas são salpicadas!

Outra característica única são os pontos pretos do peixe. Localizados na base da cauda, esses pontos imitam o visual de falsos olhos. A maioria dos peixes tem uma série de pontos que se estendem até o meio do corpo.

Nota do Autor: Os machos geralmente desenvolvem grandes gibas nucais também. A giba pode aumentar significativamente à medida que o peixe envelhece. Também pode inflar durante os períodos de reprodução.

Existem várias variações de cores populares. Criadas a partir de reprodução seletiva, essas variações são mais raras do que as cores padrão.

Ciclídeo do Texas Vermelho

Os Ciclídeos do Texas vermelhos têm uma aparência drasticamente diferente dos padrões. A cor base é vermelho brilhante (choque). Enquanto isso, aqueles pontos cintilantes geralmente são brancos. Você também pode ver alguns acentos pretos por toda parte.

Curiosamente, os Ciclídeos do Texas vermelhos não são Ciclídeos do Texas puros. Eles são tecnicamente híbridos intergenéricos criados a partir do Ciclídeo do Texas padrão e de outra espécie originária da América Central.

Cuidado do Tetra Limão: Dieta, Companheiros de Tanque e MaisCuidado do Tetra Limão: Dieta, Companheiros de Tanque e Mais

Ciclídeo do Texas Verde

Se você quer um peixe um pouco mais brilhante do que a variação de cor padrão, os Ciclídeos do Texas verdes são o caminho a seguir.

A cor base é um tom mais claro de verde. As manchas assumem um tom amarelo ou verde neon.

Contrariamente à crença popular, os Ciclídeos do Texas verdes não são Ciclídeos do Texas puros. Na verdade, eles são uma espécie completamente diferente. Eles são conhecidos como Ciclídeos das Terras Baixas e não vêm do Texas!

Ciclídeo do Texas Azul Elétrico

Finalmente, há o Ciclídeo do Texas Azul Elétrico. Esta variação de cor compartilha muitas semelhanças com o padrão.

No entanto, a principal diferença é a intensidade do azul. As sardas estão mais próximas do turquesa, dando-lhes uma aparência muito mais vibrante.

Tamanho Médio do Ciclídeo do Texas

O tamanho médio do Ciclídeo do Texas é de cerca de 12 polegadas de comprimento quando totalmente crescido. Quando você combina isso com sua construção forte, esses peixes são bastante imponentes.

Quando vendidos em lojas, essa espécie geralmente tem apenas alguns centímetros de comprimento. No entanto, eles têm uma taxa de crescimento relativamente rápida, o que significa que não permanecerão neste tamanho por muito tempo!

Manutenção

Como muitas outras espécies de Ciclídeos, o cuidado com o Ciclídeo do Texas não é a coisa mais fácil do mundo. Esta espécie de água doce requer um ambiente bem mantido e muito espaço para prosperar.

Combine isso com seu potencial de agressividade e você tem um peixe um pouco mais desafiador de cuidar do que outros.

Mas não deixe que isso o assuste! Com um pouco de know-how, você pode criar um ambiente saudável para que seu peixe floresça.

Tetra Coração Sangrento 101: O Guia DefinitivoTetra Coração Sangrento 101: O Guia Definitivo

Aqui estão as dicas de cuidados fundamentais que você precisa seguir:

Tamanho do Tanque

Uma das melhores coisas que você pode fazer pelo seu Ciclídeo do Texas é fornecer um grande habitat. Graças ao seu grande tamanho adulto e rápida taxa de crescimento, esses peixes superam aquários pequenos muito rapidamente.

Para um único Ciclídeo do Texas, recomendamos um tanque de tamanho não inferior a 55 galões. Se você planeja manter o peixe com outros, deve obter um tanque que suporte pelo menos 125 galões.

Nota do Autor: Os Ciclídeos do Texas precisam de muito espaço, então um tanque maior é sempre melhor. Em espaços fechados, seu comportamento já agressivo só piorará.

Parâmetros da Água

Como peixe subtropical, os Ciclídeos do Texas se saem melhor em águas mornas. Os rios e lagos que eles chamam de lar raramente mergulham em temperaturas de congelamento. Seu habitat natural também tem água macia e ligeiramente ácida.

Para manter seu peixe saudável, você deve replicar essas condições de perto. Os Ciclídeos do Texas podem tolerar algumas flutuações aqui e ali. No entanto, você deve permanecer dentro das seguintes faixas aceitáveis.

  • Temperatura da água: 20°C a 23°C
  • Níveis de pH: 6,5 a 7,5
  • Dureza da água: 5 a 12 KH

Configuração do Resto do Tanque

Decorar um aquário para Ciclídeos do Texas pode ser complicado. Esses peixes preferem ambientes naturais repletos de plantas e abrigo.

No entanto, eles têm reputação de reorganizar tanques. Eles podem arrancar plantas e escavar no substrato, efetivamente arruinando seu árduo trabalho!

Infelizmente, não há como contornar isso. A melhor coisa que você pode fazer é fixar seus itens decorativos da melhor maneira possível.

Herichthys cyanoguttatus nadando entre galhos de madeira

Cubra o fundo do seu tanque com uma camada de cascalho fino ou areia. A areia é preferida, pois se assemelha à areia no fundo dos leitos dos rios. Também é mais seguro para o peixe quando eles cavam.

Em seguida, adicione algumas plantas. Use plantas enraizadas resistentes e plantas flutuantes para adicionar alguma variedade.

Finalmente, coloque alguma madeira ou pau de turfeira para criar espaços de esconderijo para o peixe. Isso lhes dará a oportunidade de privacidade quando necessário (o que é ótimo para gerenciar a agressividade).

Nota do Autor: Não superlote o tanque. Espaço aberto para natação também é obrigatório.

Doenças Potenciais

Os Ciclídeos do Texas são peixes relativamente resistentes. Não existem doenças exclusivas que afetam especificamente esta espécie. No entanto, eles podem sofrer problemas de saúde contra os quais nenhum peixe é imune, como Ich e nadadeira podre.

O Ich é uma doença relacionada ao estresse causada por parasitas. Você pode diagnosticar facilmente a doença porque ela se manifesta como pequenos pontos brancos em todo o corpo do peixe. O Ich é altamente contagioso, mas é muito fácil de tratar.

Você pode colocar os peixes infectados em quarentena e usar medicamentos de venda livre para impedir o avanço da doença. Os peixes geralmente sofrem de Ich quando as condições da água estão ruins.

Verifique os níveis de amônia, temperatura e equilíbrio de pH para garantir que estejam em uma faixa aceitável para seus peixes. Tome a iniciativa de manter esses parâmetros e o Ich não deve ser um problema no futuro.

A nadadeira podre é uma infecção bacteriana que pode fazer com que partes da nadadeira definhem. Isso geralmente afeta a grande barbatana dorsal do Ciclídeo do Texas.

Essa doença geralmente é um subproduto de ferimentos físicos. Com a propensão do Ciclídeo do Texas para lutas, é um problema bastante comum. Seu peixe também pode sofrer lesões decorrentes da decoração do tanque.

Como o Ich, a nadadeira podre pode ser tratada com alguns medicamentos vendidos sem receita. Observe o habitat e remova quaisquer bordas afiadas para evitar problemas futuros.

Alimentação e Dieta

Os Ciclídeos do Texas devem ser alimentados com pequenas porções cerca de duas vezes por dia. Eles são onívoros naturais, então esses peixes de água doce comerão praticamente qualquer coisa que você fornecer.

Para uma saúde ideal, diversifique a dieta com uma variedade de alimentos. Flocos ou granulados comerciais secos são uma ótima base que recomendamos muito.

No entanto, você também deve suplementar a comida seca com alimentos vivos e congelados.

Lanches ricas em proteínas como minhocas de sangue, camarão congelado, crustáceos, artêmias e insetos são todas boas escolhas. O mesmo vale para alimentos à base de algas e vegetais escaldados.

Nota do Autor: Certifique-se de fornecer apenas a quantidade de comida que eles podem comer em dois ou três minutos. Quaisquer sobras devem ser removidas para garantir que a limpeza do tanque não seja afetada.

Comportamento e Temperamento

Não há como fugir do fato de que os Ciclídeos do Texas são criaturas agressivas! Quando dado a oportunidade, eles lutarão com peixes vulneráveis e até mesmo comerão aqueles que forem menores.

Esta não é uma espécie escolar de forma alguma. Eles podem exibir comportamentos agressivos contra seus próprios semelhantes.

Como os Ciclídeos do Texas são altamente territoriais, você precisará de um tanque enorme se quiser mantê-los como parte de uma comunidade (embora sempre exista um elemento de risco ao tentar isso).

Os Ciclídeos do Texas são bastante ativos durante o dia. Você pode ver esses peixes cavando no substrato, arrancando plantas ou correndo para frente e para trás.

Eles também são bastante inteligentes. Esses ciclídeos podem reconhecer donos e muitas vezes virão ao vidro para cumprimentá-lo quando a hora da alimentação chegar!

Companheiros de Tanque Ciclídeo do Texas

Os Ciclídeos do Texas se saem bem sozinhos. Isso significa que se seu tanque for pequeno, você definitivamente vai querer mantê-los sozinhos.

No entanto, é possível que eles coexistam com outros se você seguir as diretrizes recomendadas.

Os melhores companheiros de tanque para o Ciclídeo do Texas serão peixes de tamanho semelhante que possam se defender quando necessário. Ou seja, outras espécies grandes, agressivas ou semi-agressivas.

Se você quiser criar um tanque de várias espécies, experimente esses companheiros de tanque:

Reprodução

Como incubadores abertos, os Ciclídeos do Texas são bastante fáceis de reproduzir em cativeiro.

Dito isso, você precisa tomar algumas precauções extras para garantir que as coisas corram sem problemas. Esses peixes podem ficar ainda mais agressivos quando estão se reproduzindo.

Usando um tanque de 75 galões, crie um ambiente de reprodução separado. Este tanque deve ter temperaturas semelhantes ao tanque original, equilíbrio de pH neutro e dureza média a macia. Coloque uma pedra plana no fundo em um substrato de areia macia.

Os Ciclídeos do Texas adultos se emparelharão naturalmente quando mantidos juntos. Escolha um par ligado e mova-os para o tanque de reprodução. Em seguida, condicione-os com muitos alimentos ricos em proteínas.

Quando estiverem prontos para desovar, os peixes passarão por um ritual único. Você pode vê-los perseguindo uns aos outros, batendo com a cauda ou até mesmo se beijando!

O par então limpará uma área para botar ovos. Eles podem usar a rocha plana ou cavar um buraco no substrato. A fêmea botará entre 500 e 1.000 ovos pegajosos.

Nota do Autor: Os Ciclídeos do Texas são muito protetores de seus ovos e filhotes. Os pais guardarão os ovos por três dias até que estejam prontos para eclodir. No início, a ninhada viverá do saco vitelino.

Eles se tornam nadadores livres cerca de quatro a cinco dias depois da eclosão. Nesse ponto, você pode alimentá-los com spirulina em pó ou náuplios de artêmias recém-nascidos.

Conclusão

O cuidado com o Ciclídeo do Texas pode parecer intimidante a princípio, mas fica mais fácil à medida que você aprende mais sobre a espécie. Desde que você entenda, respeite e atenda à sua natureza, tudo ficará bem!

Sabemos que obter um peixe mais agressivo pode vir com muita incerteza, e esperamos que este guia tenha ajudado a aliviar parte disso para você! No entanto, se você ainda tiver alguma dúvida, ficaremos felizes em ajudá-lo.

Basta se conectar conosco no Facebook ou simplesmente entrar em contato através de nossa página de contato!

Maria Oliveira

Maria é uma entusiasta da aquariofilia, dedicando seu tempo livre ao cuidado de seus aquários meticulosamente montados. Apreciadora da tranquilidade que seus peixes proporcionam, Maria mergulha profundamente no estudo das diferentes espécies, tornando-se uma referência em seu círculo social para tudo que diz respeito a esse fascinante hobby. Com paciência e dedicação, ela cultiva não apenas belos ambientes aquáticos, mas também um espaço de serenidade e beleza em sua própria vida.

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go up

Usamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Se você continuar usando este site, assumiremos que você concorda com isso. Mais informações